segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

CULTURA: BREVE SÃO BENTO DO UNA PRESENTEIA PERNAMBUCO COM INSTITUTO LÍVIO VALENÇA

Em processo de restauração, fachada do prédio que deve abrigar o Instituto Lívio
Valença - ILV -, em São Bento do Una - PE

Estão cada vez mais adiantadas as obras do Instituto Lívio Valença (ILV) em São Bento do Una. O prédio da antiga Cooperativa, onde vai ser instalada o centro cultural já vai receber a pintura nova. O Clube já está quase pronto. O piso já foi finalizado, faltando apenas as portas e umas grades, além dos vasos sanitários. Esse espaço será para realização de festas e eventos.

O ILV irá abrigar o Espaço Cultural Escritor Gilvan Lemos que será um grande complexo cultural, autossustentável e multiuso e funcionará, em sua área total de quase dois hectares, com: um Museu, uma Pinacoteca, uma Oficina de Artes e Contação de Histórias, uma Biblioteca Infantil, uma Biblioteca para Adultos (as bibliotecas de Lívio Valença e de Gilvan Lemos), uma Oficina de Artesanato, um Salão para Jogos (pingue-pongue, xadrez, Judô, karatê e Capoeira), um Salão para Exposição de Pinturas, Fotografias e Lançamento de Livros, um Espaço para a realização de Feiras de Livros e de Artesanato, um Café Cultural, uma Sementeira, um Estacionamento, um Teatro e um Parque, disponibilizando, assim, um espaço para a fruição das diversas linguagens culturais da região e de outras localidades.

Renascendo das Cinzas – Esse ano a Presidente do ILV, Lívia Valença realizou, no primeiro semestre, mais uma etapa do projeto “Renascendo das Cinzas” quando visitou as escolas Elpídio Barbosa Maciel e Escola Técnica Estadual Governador Eduardo Campos para ministrar o curso de educação patrimonial. 
Os estudantes aprenderam sobre os valores dos bens culturais da nossa cidade e puderam visitar o prédio onde funcionará o Espaço Cultural Escritor Gilvan e a sede do ILV. 
Vale lembrar que o projeto “Renascendo das Cinzas”, foi subdividido em oito etapas e, desde 2015, o FUNCULTURA – FUNDO DE INCENTIVO À CULTURA da FUNDARPE tem dado total apoiado para o segmento do projeto.

Com informações do Jornalista Daniel Melo

‘DPU PARA TODOS’ PROMOVE ATENDIMENTO EM JURÍDICO GRATUITO ATÉ O DIA 06 EM GARANHUNS

O Projeto DPU Para Todos, promovido pela Defensoria Pública da União (DPU), atende a população do município de Garanhuns, agreste de Pernambuco, de 03 a 06 de dezembro. Defensores e servidores públicos federais atenderão o público na Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns (AESGA).
Na segunda-feira (03), haverá uma recepção de demandas com as lideranças quilombolas da região. Na terça-feira (04) e na quarta-feira (05), será realizado o atendimento à população, das 9h às 12h e das 13h às 16h, na Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns (AESGA), na Avenida Caruaru, 508, São José. E quinta-feira (06), o atendimento ao público será das 9h às 12h, também na AESGA.
A Defensoria Pública da União atua na assistência jurídica para a saúde com obtenção de medicamentos, tratamentos e cirurgias. Perante o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), para benefícios, aposentadorias e pensões. Com a Caixa Econômica Federal, em questões com os diversos tipos de financiamentos como o Minha Casa Minha Vida e Financiamento Estudantil (FIES), entre outros tipos de ações na Justiça Federal. Outra importante atuação da DPU é com grupos vulneráveis da sociedade, como pessoas em situação de rua, catadores, indígenas, quilombolas, comunidade LGBTI, travestis e transexuais. Todo atendimento da DPU é gratuito.
Essa edição do DPU Para Todos contará com a atuação dos defensores públicos federais Djalma Henrique da Costa Pereira e Fernando Levin Cremonesi, além dos servidores Carlos José Gonçalves, Eduardo Cristo de Oliveira Barros e Rafael Filipe Souza da Silva.
DPU Para Todos em Pernambuco
O projeto DPU Para Todos é uma ação da Defensoria Pública da União voltada para a educação em Direitos e para a resolução de conflitos onde uma das partes é considerada hipossuficiente. Em Pernambuco, a unidade da Defensoria no Recife está selecionando, desde maio, cidades que estejam em um raio de 100 quilômetros da capital e que tenham demandas cotidianas de defesa judicial das suas populações mais vulneráveis.
Selecionada a cidade e estabelecida a data de atuação, a DPU no Recife monta uma equipe que seguirá para o município e realizará atendimento jurídico gratuito à população vulnerável daquela região e capacitação de líderes comunitários e agentes municipais. Toda atuação é previamente organizada com a Prefeitura da cidade em questão.
O objetivo do projeto DPU Para Todos é proporcionar o acesso à justiça, difusão de informações e conscientização de direitos para as populações em situação de vulnerabilidade que residem em localidade distante ou de difícil acesso às unidades da DPU. Com essa ação proativa, a Defensoria vai conseguir ampliar a sua atuação extrajudicial de litígios, vai poder direcionar políticas institucionais para a população abaixo da linha da miséria, além de poder estar presente na maioria das cidades com varas do Judiciário Federal em Pernambuco.
Como exemplos de resultados pretendidos com essas ações estão a difusão e conscientização dos direitos humanos, da cidadania e do ordenamento jurídico à população alvo que resida em localidade distante ou de difícil acesso às unidades da Defensoria Pública da União, integrante ou não de subseção onde já existam órgãos de atuação instalados; a conscientização de direitos ao público alvo e ampliação de conhecimento acerca da atuação da Defensoria Pública da União, direta ou indiretamente, através da capacitação de agentes comunitários, professores ou outros integrantes da sociedade civil que atuem como multiplicadores de informação junto à população hipossuficiente; e o levantamento de necessidades jurídicas prioritárias das comunidades atendidas para uma possível realização de ações mais específicas posteriormente.
DPU – A Defensoria Pública da União é uma instituição que garante o acesso à justiça para as pessoas que não podem contratar um advogado particular. Desde 1° de janeiro de 2017, o valor de presunção de necessidade econômica para fins de atendimento no órgão, em todo o Brasil, é de R$ 2.000,00. O órgão presta assistência jurídica integral e gratuita contra a União, suas Autarquias, Fundações, órgãos públicos federais ou empresas públicas federais, atuando em áreas como previdência social, moradia, educação, direitos coletivos, saúde e defesa penal. Ou seja, a DPU atua em problemas contra a Caixa Econômica Federal, Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Correios, IBAMA, Receita Federal, Forças Armadas (Exército, Marinha ou Aeronáutica), Sistema Único de Saúde (SUS), FIES, UFPE, em crimes federais (tráfico internacional de drogas/moeda falsa/crimes ambientais/…), entre outros. O órgão também tem atuações com grupos vulneráveis como comunidades indígenas, comunidades tradicionais, comunidade LGBTI, catadores e catadoras, moradores em situação de rua, migrantes e refugiados, além do enfrentamento ao tráfico de pessoas e a erradicação do trabalho escravo. A DPU no Recife fica na Avenida Manoel Borba, n° 640, n° 800, bairro da Boa Vista. O atendimento ao público é de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. Além do Recife, a DPU também possui unidades em Caruaru e Petrolina.
Assessoria de Comunicação Social – ASCOM