quarta-feira, 14 de novembro de 2018

LULA PRESTA DEPOIMENTO À LAVA JATO SOBRE SÍTIO DE ATIBAIA


Nesta quarta-feira (14), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi ouvido pela juíza Gabriela Hardt, substituta do juiz federal Sérgio Moro como relatora da Operação Lava Jato. Ela investiga as acusações ao político no caso do sítio de Atibaia, em São Paulo.

Os petistas Fernando Haddad e Gleisi Hoffmann apareceram em frente à sede da Justiça Federal em Curitiba, onde foi o depoimento. Eles falaram com um grupo de manifestantes que estavam ali e também com repórteres.
– Estive hoje pela manhã com o presidente Lula e ele está tranquilo e sereno, com a certeza de que será absolvido se tiver um julgamento justo – declarou Haddad aos jornalistas.

A operação acusa Lula de ter recebido pagamentos indevidos da Odebrecht em forma de reformas no sítio para que o governo favorecesse a empresa em licitações da Petrobras. Lula nega todas as acusações porque afirma que não é o dono do imóvel. O sítio está em nome de amigos e sócios do filho do ex-presidente.

Essa foi a terceira vez que Lula foi ouvido como réu. Ele deixou a sede da Polícia Federal em Curitiba, Paraná, de tarde e prestou depoimento por voltas das 13h40. Além de Lula, também falou o pecuarista José Carlos Bumlai, outro réu do processo.

BOLSONARO: ‘INFELIZMENTE, CUBA NÃO ACEITOU’ CONDIÇÕES PARA MAIS MÉDICOS

Jair Bolsonaro em entrevista ao 'Falando com o Agreste' - Foto: FCA

O presidente da República eleito, Jair Bolsonaro (PSL), reagiu ao anúncio feito pelo governo de Cuba de que deixará de participar do programa Mais Médicos. Por meio de sua conta no Twitter, como tem sido usual nos comunicados de Bolsonaro, o pesselista reafirmou as condições que pretendia impor para manter o programa em sua gestão e disse que “infelizmente, Cuba não aceitou”.

“Condicionamos à continuidade do programa Mais Médicos a aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos, hoje maior parte destinados à ditadura, e a liberdade para trazerem suas famílias. Infelizmente, Cuba não aceitou”, tuitou o presidente eleito.

As medidas citadas por Jair Bolsonaro haviam sido anunciadas por ele ainda durante a campanha eleitoral. Em 22 de agosto, segundo o portal G1, Bolsonaro chegou a declarar, em uma visita a Presidente Prudente (SP), que usaria o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira (Revalida) para “expulsar” os médicos cubanos do Brasil.

PELA PRIMEIRA VEZ EM 7 MESES, LULA DEIXA POLÍCIA FEDERAL PARA SER INTERROGADO PELA SUBSTITUTA DE MORO


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deixou a Superintendência da PF (Polícia Federal) em Curitiba de carro por volta das 13h30 desta quarta-feira (14). Ele foi levado para a sede da Justiça Federal na capital paranaense onde será interrogado pela juíza federal substituta Gabriela Hardt no âmbito do processo do sítio de Atibaia, em que é um dos 13 réus.
Essa é a primeira vez que Lula deixa a sede da PF desde que se entregou, em 7 de abril, para começar a cumprir sua pena de mais de 12 anos de prisão no processo do tríplex, também investigado pela Operação Lava Jato.
O trajeto entre PF e a Justiça Federal, de 5,5 quilômetros, foi feito com forte esquema de segurança e durou sete minutos. Um comboio composto por seis carros da Polícia Federal, acompanhado de dez batedores em motos, foi usado para dar segurança ao deslocamento.
Ao longo do percurso, não houve qualquer registro de incidente nem de manifestações.
Desde cedo, cerca de cem apoiadores do ex-presidente estiveram reunidos na Vigília Lula Livre, em um terreno ao lado da Superintendência da PF.
Ao contrário de outros depoimentos do ex-presidente e mesmo após a sua prisão, não havia um forte esquema de segurança, apenas um número maior de policiais do que se observa em dias normais.


DEPUTADO ELEITO COM SLOGAN 'CORAGEM E FÉ' VEM MOSTRANDO QUE A FÉ SEM OBRAS É MORTA'

Ministro dos Transportes  Valter Casimiro (E) recebeu em seu gabinete o
Deputado eleito Fernando Rodolfo (PHS).

O deputado eleito Fernando Rodolfo (PHS) acompanhado do prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira (PR), esteve pela quarta vez desde a sua eleição em Brasília, capital federal e mesmo sem ter tomado posse, ato previsto para 1º Fevereiro de 2019, o garanhuense já vem mostrando bons resultados para os seus eleitores.

Após uma recente visita ao prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), na qual anunciou uma emenda parlamentar de cerca de um milhão de reais, (de autoria do ex ministro da educação e Deputado federal não foi reeleito Mendonça Filho – DEM ) que, segundo Régis, deve ser utilizada para aquisição de insumos e construção de um Posto de Saúde na Várzea, agora a agenda foi no setor de infra estrutura e transportes e também se mostrou frutífera.

Em reunião nesta terça (13) com o Ministro dos Transportes Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro, foi apresentada uma demanda antiga dos moradores do bairro Manoel Xéu, que é a construção de uma passarela na BR 424 e também uma obra similar na BR 104, em Caruaru.

Na obra em Garanhuns, que quando concluída levará mais segurança para transeuntes daquela localidade com a redução do número de atropelamentos,   a previsão é de um investimento em torno de um milhão de reais por parte da União. Uma visita para observação e determinação do local exato onde a obra deve ser erigida foi marcada para a semana que vem. Após a execução do projeto, a licitação deve ser aberta ainda esse ano, segundo o deputado eleito.

Veja no player o vídeo produzido na reunião com o ministro:


Utilizando na campanha o slogan “Coragem e fé”, Fernando Rodolfo sempre se mostrou aguerrido e foi a grande surpresa das recentes eleições. O jornalista-parlamentar agora se mostra ansioso para complementar sua missão utilizando uma outra citação, também bíblica - esta atribuída ao apóstolo Thiago -, o qual afirma que ‘a Fé sem obras é morta’.