quinta-feira, 23 de agosto de 2018

SECRETÁRIO MARCELINO GRANJA, RESPONSÁVEL PELO POLÊMICO FIG 2018, DEIXA PASTA E REVELA QUE GOVERNADOR “DEU TODO APOIO AO FESTIVAL”

Marcelino Granja já não é mais Secretário de Cultura de Pernambuco.
Foto: Rafael Furtado

Foi publicado nesta quinta feira (23) no Diário Oficial do Estado pelo governador Paulo Câmara (PSB), algumas mudanças em seu secretariado, mais especificamente remanejando servidores membros do PCdoB.

Um dos exonerados foi o secretário de Cultura, Marcelino Granja, e imediatamente nomeado como secretário executivo de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas).

Para substituir Granja na Secretaria de Cultura (Secult), foi escolhida a também comunista Antonieta Trindade, que ocupava a vice-presidência da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe).  Já o espaço anteriormente ocupado por Antonieta teve como sucessor o publicitário Guido Bianchi, também membro da direção do PCdoB em Pernambuco e que até então atuava como assessor de comunicação na Secult.

Durante a realização da vigésima oitava edição do Festival de Inverno de Garanhuns, encerrada no último mês de Julho, o então secretário de Cultura Marcelino Granja sofreu um imenso desgaste perante a população cristã quando protagonizou uma discussão com o prefeito de Garanhuns Izaías Régis (PTB), do deputado federal Pastor Eurico (PSB) e de diversos outros representantes de setores católicos, evangélicos e conservadores que se posicionaram contra a inclusão da peça "O Evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu" na grade do evento.

Segundo Marcelino, no entanto, sua exoneração da pasta foi através de consenso dentro do PCdoB, legenda a qual preside e em comum acordo com o governador Paulo Câmara. Ainda de acordo com Granja, em matéria divulgada na ‘Folha de Pernambuco’ "Jamais o governador considerou me retirar do cargo, nunca nem tocou nesse assunto. Pelo contrário, tivemos todo apoio ao FIG", deixando evidente que as decisões da programação tinham anuência de Paulo Câmara.

"Se isso tivesse acontecido, o mais provável seria que houvesse uma repercussão política na formação da própria chapa majoritária. E quem está concorrendo junto com Paulo é Luciana, a quem eu sou muito ligado", complementou Marcelino.

ORDEM DE EXIBIÇÃO PARA PROPAGANDA ELEITORAL É DEFINIDA

Foto: Jc Online

Foi definida em sorteio, na sede do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), no bairro das Graças, na Zona Norte do Recife, a ordem de exibição da propaganda no horário eleitoral gratuito em emissoras de TV e de rádio. O tribunal também divulgou o tempo de duração dos programas de cada uma das coligações que estão na disputa de 2018.

A propaganda eleitoral vai ao ar entre os dias 31 de agosto e 4 de outubro. Os programas dos candidatos a governador, senador e deputado estadual serão veiculados às segundas, quartas e sextas-feiras, às 7h e às 12h, nas emissoras de rádio, e às 13h e às 20h30, na TV.

As propagandas dos candidatos a presidente da República e a deputado federal vão ao ar às terças, quintas e sábados, nos mesmos horários.

O desembargador Stênio Neiva, coordenador da Comissão de Desembargadores Auxiliares (CDAUX), conduziu o sorteio, conforme determina a portaria nº 743 do TRE-PE, de 7 de agosto de 2018. O sorteio definiu a ordem em que as coligações aparecerão no primeiro dia do programa. Nos dias seguintes, o primeiro programa exibido no dia anterior passa a ser o último e assim sucessivamente.

Confira abaixo como ficaram definidos os horários:

Governador:
A Esperança Não Tem Medo (PCB, PSOL) - 00’ 13’’
Rede Sustentabilidade (Rede) - 00’ 09’’
Pernambuco Vai Mudar (DC, DEM, PHS, PMB, PODE, PPS, PRB, PRTB, PSC, PSDB, PSL, PTB, PV) - 02’ 40’’
O Pernambuco que Você Quer (Avante, PDT, PROS) - 00’ 40’’
Partido da Causa Operária (PCO) - 00’ 07’’
Frente Popular de Pernambuco (MDB, Patriota, PC do B, PMN, PP, PPL, PR, PRP, PSB, PSD, PT, PTC, Solidariedade) - 05’ 00’’
Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado - (PSTU) 00’ 07’’

Senador:
O Pernambuco que Você Quer (Avante, PDT, PROS) - 00’ 31’’
Rede Sustentabilidade (Rede) - 00’ 07’’
A Esperança Não Tem Medo (PCB, PSOL) - 00’ 10’’
Pernambuco Vai Mudar (DC, DEM, PHS, PMB, PODE, PPS, PRB, PRTB, PSC, PSDB, PSL, PTB, PV) - 02’ 04’’
Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) - 00’ 06’’
Partido da Causa Operária (PCO) - 00’ 06’’
Frente Popular de Pernambuco (MDB, Patriota, PC do B, PMN, PP, PPL, PR, PRP, PSB, PSD, PT, PTC, Solidariedade) - 03’ 53’’

Deputado Federal
Partido Novo (Novo) - 00’ 05’’
Democracia Cristã (DC) - 00’ 07’’
Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) - 00’ 05’’
Pernambuco em 1º Lugar (PMN, PP, PR, Solidariedade) - 02’ 03’’
Rede Sustentabilidade (Rede) - 00’ 07’’
Pernambuco por uma Pátria Livre (PPL, PRP, PTC) - 00’ 11’’
A Esperança Não tem Medo (PCB, PSOL) - 00’ 11’’
Pernambuco Vai Mudar com seus Deputados Federais (DEM, Podemos, PPS, PRB, PSC, PSDB, PTB) - 03’ 20’’
Patriota (Patriota) - 00’ 07’’
Frente Popular de Pernambuco para Deputado Federal (MDB, PC do B, PSB, PSD) - 03’ 14’’
Partido da Causa Operária (PCO) - 00’ 05’’
Partido dos Trabalhadores (PT) - 01’ 36’’
Avança Pernambuco (PHS, PRTB, PSL, PV) - 00’ 25’’
O Pernambuco que Você Quer (Avante, PDT, PROS) - 00’ 46’’

Deputado Estadual
Avança Pernambuco (PHS, PRTB, PSL, PV) - 00’ 17’’
Frente Popular de Pernambuco para Deputado Estadual (MDB, PSB, PSD) - 02’ 11’’
Partido da Causa Operária (PCO) - 00’ 03’’
A Esperança Não Tem Medo (PCB, PSOL) - 00’ 08’’
O Pernambuco que Você Quer (Avante, PDT, Pros) - 00’ 32’’
Pernambuco por Uma Pátria Livre (PPL, PRP, PTC) - 00’ 08’’
Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) - 00’ 03’’
Rede Sustentabilidade (Rede) - 00’ 05’’
Pernambuco vai mudar com seus Deputados Estaduais (DEM, Podemos, PRB, PSDB, PTB) - 02’ 02’’
Partido Popular Socialista (PPS) - 00’ 13’’
Partido Comunista do Brasil (PC do B) - 00’ 12’’
Partido dos Trabalhadores (PT) - 01’ 08’’
Pernambuco em 1º Lugar (PMN, PP, PR, Solidariedade) - 01’ 28’’
Patriota (Patriota) - 00’ 05’’
Juntos por um Pernambuco Melhor para Deputado Estadual (DC, PMB, PSC) - 00’ 17’’

BOLSONARO NÃO VAI MAIS PARTICIPAR DE DEBATES TELEVISIVOS

Foto: Veja

Após ser alvo de confrontos diretos dos candidatos Guilherme Boulos (PSOL) e Marina Silva (Rede), nos dois primeiros embates entre os postulantes, o candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL-RJ) afirmou que seria mais produtivo investir em atos de campanha e não participar mais de debates televisivos e de rádio com os presidenciáveis.

Em entrevista ao UOL, o candidato disse que não deve estar no próximo encontro entre presidenciáveis, promovido pela Jovem Pan, na próxima segunda (27). “Não está previsto não, devo estar viajando”, pontuou. “Vários rádios, televisões [convidaram], eu fico honrado com isso, mas acredito que politicamente falando, tendo em vista a minha natureza, o que eu fiz ao longo de quatro anos, é mais produtivo para o nosso objetivo esse movimento que estamos fazendo aqui”, acrescentou o presidenciável.

A postura de reavaliação da presença nos encontros com os adversários também foi confirmada pelo presidente nacional em exercício do PSL, Gustavo Bebianno. Na ótica dele, os debates se transformaram em uma "farsa". “Não tem como se aprofundar em nada. Ali, todo mundo é dono da verdade. Fica um exercício de concisão que não tem sentido algum. O Bolsonaro é um candidato diferente. É tudo mentira. É ridículo. Por isso, infelizmente, tomamos essa decisão”, explicou.

SETE DE SETEMBRO NÃO VAI PARTICIPAR DO PERNAMBUCANO A2

Foto: NE10

A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) decidiu excluir de forma administrativa a equipe de Garanhuns, do Campeonato Pernambucano da Série A2. Os jogadores não foram inscritos pelo Clube após uma decisão do Conselho do Sete para não participar da Competição. O Clube enfrenta problemas financeiros, mesmo com a comercialização de parte do estacionamento do Estádio.

Um dos coordenadores do Sete, Samuel Guedes informou que essa não participação ocorreu, porque a equipe não tinha recursos. Foi estipulado um valor, mas esse recurso nunca chegou, por isso era inviável esta participação. Já o treinador do Guará do Agreste, Alexandre Lima discordou das alegações do Diretor e disse que o Clube deveria ter decidido com antecedência se iria ou não entrar no campeonato, já que houve custos durante a preparação para a competição.

De acordo com documento da FPF, serão adotados os procedimentos para que nos jogos de todas as rodadas da primeira fase envolvendo o Clube seja declarado e computado aos adversários o placar de 1x0. Ainda segundo a Federação, a exclusão do clube independe do julgamento pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Pernambuco (TJD-PE) e das penalidades impostas pelo Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). A primeira partida do Sete estava marcada para o próximo domingo (26), às 15h, no (Gigante do Agreste), aqui em Garanhuns, conta o Serrano.