segunda-feira, 6 de agosto de 2018

‘FALANDO COM O AGRESTE’ ESTÁ NOVAMENTE EM BRASÍLIA EM MAIS UMA PAUTA A FAVOR DOS MUNICÍPIOS.


O ‘Falando com o Agreste Itinerante’ está de volta à Brasília. Até a próxima quinta feira, (09) o programa que é exibido diariamente pela Rádio Marano FM de Garanhuns realiza a cobertura da Mobilização Municipalista - Gestores em Brasília pela Aprovação de Pautas Prioritárias. Diversos prefeitos pernambucanos e de todo o país já estão em Brasilia desde esta segunda feira (06) e devem estar na sede da Confederação Nacional de Municípios (CNM) às 8h da manhã desta terça-feira (07), para o registro de presença do encontro.

Segundo o setor de comunicação da CNM, logo após o credenciamento, o presidente da Confederação, Glademir Aroldi, vai alinhar com os participantes as estratégias do movimento municipalista no Congresso Nacional.

Marcelo Jorge, âncora do FCA em Brasília, na cobertura de mais uma pauta
municipalista. Veiculação pela Rádio Marano FM de Garanhuns.
Ainda de acordo com o órgão municipalista, a orientação para os gestores que vão participar da mobilização é de que promovam inscrição online o quanto antes. Na ocasião, o movimento municipalista vai cobrar dos parlamentares a aprovação de propostas que estão na pauta prioritária dos Municípios. Dentre elas, a Nova Lei de Licitações, definida nos Projetos de Lei 1.292/1995, 6.814/2017 e outros 230 apensados e o Projeto de Lei Complementar 461/2017, que define quem são os tomadores dos serviços para recolhimento do Imposto Sobre Serviços (ISS).

Do agreste pernambucano, estão confirmadas as presenças dos prefeitos de Jucati, Ednaldo Peixoto; de Caetés, Armando Duarte; de Calçado, Expedito Nogueira; de Capoeiras, Neide Reino; de Palmeirina, Marcelo Neves, entre outros.

BOLSONARO AFIRMA QUE HAVERÁ MILITARES NOS MINISTÉRIOS

Foto: Investing.com

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, afirmou nesta segunda-feira, que pretende abrir os arquivos da Petrobras e do BNDES se for eleito, e declarou que a escolha do general Hamilton Mourão como seu vice o diferencia de adversários que escolherem mulheres para compor a chapa exclusivamente de olho em votos na eleição de outubro.

Ao falar sobre a política de financiamento do BNDES durante palestra para empresários na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), o candidato lembrou uma suspeita em torno de um empréstimo do banco à JBS que foi alvo de investigação da PF. Bolsonaro disse que se fala muito no Brasil sobre a necessidade da abertura dos arquivos da ditadura militar, mas que outros arquivos, como o do BNDES, também deveriam se tornar mais transparentes.

Em seu discurso, que foi seguido de uma sessão de perguntas e respostas com empresários presentes ao evento, Bolsonaro justificou a escolha do general da reserva Hamilton Mourão como vice em sua chapa presidencial. Bolsonaro afirmou que, diferentemente de seus adversários, a escolha do vice não foi feita com base no potencial de votos que poderia render. Segundo o candidato do PSL, a escolha levou em conta a competência e a futura governabilidade.

Ao ser questionado sobre o risco que poderia representar para ele uma chapa formada por dois militares da reserva, Bolsonaro declarou que seu eventual futuro governo terá vários militares ocupando ministérios “para que não haja dúvida” sobre a linha que quer adotar.

Foto: Veja Rio
O candidato do PSL afirmou que os militares são menos corruptíveis que os civis. “Acho difícil corromper um general. Não é incorruptível, mas é muito mais difícil do que esses últimos ministros que passaram aí. O que o povo quer é que o governo funcione. Não importa se vai ser militar, homem, gay”, afirmou.

PEDIDO DE LIBERDADE DE LULA PODE SER JULGADO DIA 9

Foto: Veja

O Supremo Tribunal Federal (STF) pode julgar nesta quinta-feira (09), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele aguarde em liberdade o julgamento de recursos contra sua condenação na Operação Lava Jato.

Se o julgamento ocorrer nesta data, será antes de o PT registrar a candidatura de Lula na Justiça Eleitoral para concorrer à Presidência da República, fato que deve ocorrer no dia 15 de agosto, último dia previsto pela legislação eleitoral.

Na semana passada, após o relator do caso, o ministro Edson Fachin, defender celeridade para definir a situação jurídica de Lula antes das eleições, a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, responsável pela pauta do plenário, indicou nos bastidores que pode pautar a questão nesta semana.

No entanto, diante da possibilidade de o caso ser julgado pelo plenário, e não pela Segunda Turma, como deseja a defesa do ex-presidente, os advogados podem desistir do recurso e o julgamento poderá ser adiado. De acordo com dois ministros do STF ouvidos reservadamente pela Agência Brasil, o tribunal deverá aceitar o recuo, caso a defesa confirme a desistência.

Caso a defesa consiga suspender temporariamente a condenação e a soltura de Lula, o ex-presidente poderá concorrer livremente às eleições sem precisar de uma decisão que avalie sua inelegibilidade. Com a confirmação da condenação na Lava Jato na segunda instância da Justiça Federal, o ex-presidente pode ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa, que impede a candidatura de condenados pelos órgãos colegiados da Justiça.

Se a decisão do Supremo for contrária à pretensão de Lula, o STF pode confirmar a inelegibilidade e levar o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a negar o registro de candidatura.

GARANHUNS VAI SEDIAR 1º OPEN DE BASQUETE

Foto: Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer

O evento, organizado pela Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer, e a Associação Garanhuense de Basquete, além do apoio do SESC Garanhuns e Duo Academia, acontece nos dias 25 e 26 de agosto, e será disputado por equipes de Garanhuns; Caruaru; Pesqueira; e Recife, além da cidade de Itambé.

O Open de Basquete, será disputado no ginásio do Sesc, no sábado a partir das 13h e domingo, a partir das 8 da manhã.

Confira abaixo a tabela de jogos: