terça-feira, 10 de julho de 2018

LULA CONTINUA AFIRMANDO QUE VAI SE CANDIDATAR

Foto: Estadão

Desde que o ex-presidente Lula foi preso, em abril deste ano, as redes sociais dele têm sido um meio de divulgação das cartas e mensagens encaminhadas por ele. Nesta terça-feira (10), um novo “recado de Lula” foi exposto pelo partido. Na mensagem, o ex-presidente reafirma que será candidato e crítica a política.

Em uma colocação curta e sem citar a quais patrimônios se referia especificamente, Lula também reforçou: “Podem ter certeza, vou ser candidato para, entre outras coisas, recuperar a soberania do povo brasileiro”.

A postura do ex-presidente foi exposta dois dias depois que uma confusão jurídica se formou em torna da sua eventual soltura. No último domingo (8), um pedido de habeas corpus favorável a ele foi concedido pelo plantonista do Tribunal Regional Federal da 4ª região (TRF4), desembargador Rogério Favreto.

Lula não chegou a deixar a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba porque o juiz Sérgio Moro, que está de férias, responsável pela Lava Jato em primeira instância, reivindicou da decisão ao relator dos processos do caso no TRF4, João Pedro Gebran Neto. Apesar disso, Favreto insistiu na soltura e o presidente do tribunal, desembargador Thompson Flores, precisou intervir para pôr um fim à questão.

ABRIGO SÃO VICENTE DE PAULO VAI MUDAR DE NOME

Foto: VeC Garanhuns

Agora, o abrigo vai se chamar Lar São Vicente de Paulo. De acordo com a Irmã Rita, que está à frente do abrigo, a mudança se deve porque o termo “abrigo” remete a algo pesado, dando uma ideia de local improvisado. A documentação para a mudança já está sendo providenciada e deve acontecer até março de 2019, quando a instituição completará 60 anos de serviços prestados ao município.

De acordo com a gestora, a situação do abrigo hoje é de pedir apoio por conta de uma exigência da Vigilância Sanitária em relação às enfermarias. Ela firma que antes haviam grandes salões como enfermarias, porém hoje não é mais permitido. A orientação são cômodos pequenos para no máximo quatro idosas, algo que dá mais privacidade a elas. A obra já está bem adiantada, mas ainda são necessários alguns recursos para a conclusão dos trabalhos.

Uma rifa está sendo vendida para arrecadar o restante do dinheiro que possibilitará às idosas um maior conforto. O dinheiro arrecadado também servirá para custear as despesas mensais.  A previsão para que as minis enfermarias estejam prontas é início de setembro.
Atualmente o local abriga 70 idosas.