terça-feira, 26 de junho de 2018

SÍLVIO COSTA DECLARA QUE MARÍLIA PODERÁ SER CANDIDATA EM PERNAMBUCO PORQUE “O PT ESCUTA A POPULAÇÃO”

Marília apresentou Sílvio Costa como pré candidato em uma ainda
indefinida candidatura da petista ao Governo do Estado. Foto: Robério Sá

Apresentado pela Vereadora Marília Arraes (PT) na semana passada em Recife, como pré candidato a uma das vagas ao Senado, o Deputado Federal Silvio Costa (Avante) declarou ao Blog do Jamildo e ao Portal Brasil 247 que acredita que a petista será mesmo a candidata da legenda nas eleições vindouras. Nas palavras de Costa, “O povo tem dito queremos mudar Pernambuco. A decisão será do PT, e eu respeito. Mas, o PT sempre escuta e atende ao povo. É uma marca do partido. Acredito que Marília será candidata”. Silvio Costa visitou Caruaru, no Agreste pernambucano nesse domingo (24).

Em nível nacional o PT disputa com o PDT o apoio do PSB. Pelas negociações, os pessolistas não lançariam candidatura própria em Minas, onde apoiariam a reeleição do governador Fernando Pimentel (PT) e, em troca, o Partido dos Trabalhadores rifaria a candidatura de Marília em Pernambuco e apoiaria a reeleição de Paulo Câmara.

Neste final de semana, Marília Arraes criticou a ausência de chefe do executivo pernambucano dos pólos juninos no Estado. “A ausência significa um descompromisso com as tradições populares. Para governar Pernambuco, tem que prestigiar sua cultura, valorizar e estar presente nas manifestações do povo”, disse Marília.

Um dia antes (23), Paulo Câmara (PSB) esteve em Carpina, na Zona da Mata e durante uma aparição no palco do forró instalado em praça pública. Na ocasião, após ser citado pelo prefeito Manuel Botafogo (PDT), Câmara foi saudado com uma vaia por parte do público e saiu do local sem se pronunciar.  

PAULO CÂMARA PERDE MAIS UM PREFEITO ALIADO: DESTA VEZ FOI O DE GOIANA

O Prefeito de Goiana, Oswaldo Rabelo Filho (MDB), não é mais aliado do Palácio.

Licenciado da prefeitura há 1 ano e 2 meses para tratamento de saúde em São Paulo e nos EUA, o prefeito do município de Goiana, Osvaldo Rabelo Filho, eleito pelo MDB com apoio do vice-governador Raul Henry, anunciou ontem segunda feira (25),  o seu rompimento com o Palácio do Campo das Princesas. 

A briga teve início com o então secretário de Turismo, Felipe Carreras, pela posse do Paço Municipal, um dos prédios do município tombados pelo Patrimônio Histórico. 
Carreras o restaurou para dar-lhe outra finalidade mas o prefeito foi à Justiça e obteve uma liminar reconhecendo o direito da prefeitura de ocupá-lo. 

O prefeito acusa o governador Paulo Câmara de estar prejudicando a cidade por causa desta briga, dizendo que Goiana está isolada no litoral norte em razão da “buraqueira” nas rodovias estaduais e da “assustadora onda de violência” que atemoriza a população. 
Disse também que desde que derrotou o candidato do PSB em 2016, o governador “vem praticando absurdos no município, esvaziando o Hospital Regional e até impedindo que o prefeito tenha acesso ao Paço Municipal, através de recursos protelatórios na Justiça, visando a apossar-se de um imóvel que pertence ao município há mais de um século”. 

Por último, declarou que Carreras pôs os pés em Goiana, “com interesse eleitoral”, e que o governador, se não conhece ainda o município, “irá conhecê-los nas próximas eleições”.