sexta-feira, 8 de junho de 2018

JUPI TEM MOTIVOS PARA SORRIR: POPULAÇÃO GANHA SEU ‘CENTRO DE ESPECIALIDADES ODONTOLÓGICAS’

Foto: Guilherme JG

O Brasil tem 11% da sua população sem nenhum dente, o que corresponde a um montante de 16 milhões de pessoas. Entre as mulheres, essa porcentagem sobe para 13,3% e, entre os homens, cai para 8,4%. Das pessoas com 60 anos ou mais, 41,5% já perderam todos os dentes. E 22,8% dos brasileiros sem nenhuma instrução ou sem ensino fundamental concluído estão completamente desdentados Além disso, 23% dos brasileiros perderam 13 dentes ou mais, e 33% usam algum tipo de prótese dentária.

Para minimizar o problema e proporcionar a população jupiense uma melhor estrutura para cuidar da saúde bucal da sua população, o Governo de Jupi, no Agreste de Pernambuco, entregou a sua população nesta quinta feira (07) o Centro de Especialidades Odontológicas Cecília Lopes de Mendonça. O espaço funciona no mesmo prédio que abrigava a antiga prefeitura.

Prefeito Marcos Patriota se disse satisfeito com mais essa
conquista da sua população. Foto: Maurício Pais
Segundo o prefeito Marcos Patriota (DEM), esse tipo de tratamento dá continuidade ao trabalho realizado pela rede de atenção básica. Ele enalteceu o trabalho dos profissionais e desejou que a população usufruísse dos serviços ofertados, acrescentando que apesar do mau momento vivenciado pelos municípios, o empreendimento é só o início de muitas outras conquistas que estão sendo planejadas para o município.  
Na solenidade, acompanhando o gestor, estavam presentes a primeira dama e secretária de Assistência Social, Sra. Fabiana Quintino, a vice Prefeita Rivanda Freire, vereadores, diretores de órgãos municipais, secretários, médicos, dentistas, equipes de saúde, além de representantes de diversos segmentos da sociedade local.

PT VAI LANÇAR CANDIDATURA DE LULA MESMO PRESO, AFIRMA GLEISI HOFFMAN

Foto: Divulgação

O PT recorreu à Justiça Federal em Curitiba para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Operação Lava Jato, dê entrevistas e faça pronunciamentos como candidato a presidente da República mesmo preso. 
Além disso, a presidente nacional do partido, senadora Gleisi Hoffmann (PR), afirmou nesta sexta-feira (08) que Lula será candidato ainda que a Justiça Eleitoral negue o registro de sua candidatura.

"Lula está com seus direitos políticos em exercício. Ele tem direito a falar, a se manifestar", disse Gleisi, ao justificar o pedido feito à Vara de Execuções Penais da Justiça Federal. A presidente da legenda concedeu uma entrevista coletiva em Contagem (MG), onde o partido promove nesta sexta-feira um ato de "lançamento oficial" da pré-candidatura de Lula ao Planalto.

Mesmo se a Justiça negar a possibilidade, disse Gleisi, a campanha continuará. "Vamos fazer campanha independentemente das falas do presidente, ele vai escrever e todas as lideranças vão falar por ele."

A senadora disse que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não poderia negar o registro de Lula, mesmo com o petista condenado em segunda instância e podendo ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa. "Enquanto tem recursos fundamentados nas instâncias superiores, teria que ser feita a candidatura. Nós poderíamos definir inclusive que ele faça a disputa sem o registro", disse.

Na tese de Gleisi, Lula poderia ir para a urna, ser eleito e diplomado enquanto seus recursos não são julgados pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O PT, afirmou a presidente, está formulando um parecer levantando casos de outros políticos que tiveram suas situações jurídicas revertidas após a eleição e tomaram posse.

Negando qualquer alternativa à candidatura de Lula, Gleisi diz que o PT conversa com outros partidos do campo da esquerda e que a articulação pode levar a uma composição eleitoral. Mesmo não admitindo que Lula pode não ser candidato, a dirigente afirmou que, "em qualquer circunstância", a palavra final sobre a movimentação do PT será dada pelo ex-presidente.

Perguntada sobre uma aliança com o PSB em Minas Gerais, Gleisi Hoffmann disse que o PT conversa com a legenda e que as alianças locais vão ser definidas em razão de uma aliança nacional.

PADRE JOSÉ EMERSON RENUNCIA DIREÇÃO DO COLÉGIO DIOCESANO

Fotos: Blog do Carlos Eugênio

O padre José Emerson entregou ontem a carta de renúncia, ao Bispo Diocesano, Dom Paulo Jackson. O religioso deixará o cargo no final deste mês.

Na carta, ele afirma que foi tomado pelo cansaço do labor constante. Portanto, se sente neste momento necessitado voltar ao 'primeiro amor', ou seja, ao trabalho pastoral em uma Paróquia.

Em resposta a ação do Sacerdote, o Bispo Diocesano também emitiu uma nota informando esta decisão e nomeação do Padre Marcos André Ferreira Gomes (foto ao lado), que atualmente está na Paróquia de Lajedo, como novo diretor do Colégio.

Padre Émerson administrou o Colégio Diocesano de Garanhuns por cerca de dois anos. Enquanto esteve à frente do Diocesano, Émerson fortaleceu a Vocação católica daquela instituição de ensino e promoveu intervenções na estrutura do local. Ele também investiu em programas e projetos pedagógicos, entre outras ações. A Diocese de Garanhuns ainda não informou qual será o destino do Padre José Émerson.

DISCURSOS DÃO TOM POLITICO NO EVENTO DE FILIAÇÃO AO PSB EM GARANHUNS

Simpatizantes e partidários do PSB participaram do evento que filiou cerca
de 52 novos membros à sigla em Garanhuns. Foto: FCA
O ato de filiação de novos membros ao PSB de Garanhuns, realizado na noite dessa quinta feira (07) em um restaurante da cidade, convocado pelo Diretório local da legenda e reforçado pelo ex vereador, ex Gerente da Casa Civil do Governo do Estado e pré candidato à Deputado Estadual pela legenda socialista, Sivaldo Albino, terminou se transformando em um ato político.

Com a mesa composta pelo Governador Paulo Câmara; o Reitor da UPE, Professor Pedro Falcão; a Diretora da Gerencia Regional de Educação, Professora Adelma Elias; o empresário e Vice-Presidente Administrativo  da AVIPE, Edival Veras; o presidente do Diretório do PSB em Garanhuns, Dorgival Figueiredo; o ex chefe de gabinete do Governador e pré candidato a Deputado Federal , João Campos; o vereador Tonho de Belo do Cal; o Assessor da Casa Civil, Marcelo Canuto e o próprio Sivaldo Albino , o evento ainda contou com a presença de alguns prefeitos e ex prefeitos do agreste, à exemplo de Marcelo Neves, de Palmeirina; Neide Reino, de Capoeiras; Débora Almeida, de São Bento do Una, Ednaldo Peixoto, de Jucati; Beta Cadengue, de Brejão; Douglas Duarte, de Angelim e o ex prefeito de Brejão Sandoval Cadengue e de Capoeiras, Maurílio Rodolfo 'Nenen'. Ainda presentes o deputado estadual Claudiano Filho e Federal, Gonzaga Patriota , comerciantes, comerciários, estudantes e populares.

Os discursos foram marcados pelo enaltecimento à gestão do governador Paulo Câmara e críticas à oposição, acusando esta de ‘torcer contra Pernambuco’. A trajetória de Miguel Arraes, Eduardo Campos e as supostas qualidades  de João Campos foram destacadas por muitos dos oradores.

Em clara referência à recente pesquisa - não registrada -, que aponta Câmara em terceira colocação na corrida para reeleição e com uma rejeição de 72% do eleitorado, o pré candidato Sivaldo disse que os números não eram confiáveis e que a gestão é produtiva.   
Cerca de 52 novas filiações ao PSB foram registradas ao final do evento.