quarta-feira, 11 de abril de 2018

COMEMORA GARANHUNS: PRESIDENTE TEMER SANCIONA LEI QUE CRIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO AGRESTE.


Vitória do Agreste de Pernambuco, desenvolvimento para Garanhuns e região!
Acaba de ser sancionada a lei federal que cria a Universidade Federal do Agreste (UFAPE), que será instalada em Garanhuns.

O projeto, nascido de uma demanda legítima da Unidade Acadêmica de Garanhuns (UAG - UFRPE), existente há 13 anos na capital do Agreste Meridional, foi tecnicamente definido pelo Ministério da Educação, na gestão do ex-ministro Mendonça Filho e também teve participação importante do senador Armando Monteiro Neto na tramitação na Casa Alta.

Depois seguiu para a Câmara e agora teve a sanção por parte do presidente da República.
Como deputada estadual, Priscila Krause participou ativamente das movimentações em nome dessa causa ao lado do diretor geral e acadêmico da UAG, professor Airon Silva de Melo.

A projeção de custo da implantação da UFAPE é de R$ 121 milhões e há previsão de contratação de 600 profissionais.

A partir de agora, cabe ao Ministério da Educação dar andamento à implantação do campus.

PRAZO PARA SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO PARA TAXA DE INSCRIÇÃO DO ENEM 2018 É PRORROGADO

Foto: EBC

O prazo para a solicitação de isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que encerraria nesta quarta-feira (11), foi ampliado até domingo (15).

A ampliação do prazo também vale para os que precisam justificar a ausência na edição de 2017, o que é obrigatório para quem teve direito à gratuidade na edição do ano passado, mas faltou aos dois dias de aplicação, e ainda quer solicitar a isenção deste ano.

De acordo com Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep), responsável pela prova, a ampliação do prazo tem como objetivo dar mais tempo para que os participantes possam se adequar às novidades desta edição, garantindo igualdade a todas as pessoas com direito à gratuidade da taxa de inscrição do Exame.

Para realizar a solicitação, o participante deve ir até o portal do inep e preencher os dados necessários. Lembrando que o participante deverá ter documentos que comprovem a condição declarada, sob pena de responder por crime contra a fé pública e de ser eliminado do exame. Se a solicitação for negada, ainda é possível recorrer da decisão, na Página do Participante, entre os dias 23 e 29 de abril.

Neste ano, os candidatos terão 30 minutos a mais para fazer a prova do segundo dia, que reúne conteúdos de ciências da natureza e matemática. O edital da prova no Diário Oficial da União.

Assim como em 2017, neste ano as provas do Enem serão realizadas em dois domingos seguidos: 4 e 11 de novembro. A estrutura do exame não mudou: no primeiro dia serão aplicadas as provas de Redação, Linguagens e ciências humanas, com duração de cinco horas e meia, e no segundo dia, ciências da natureza e matemática, com cinco horas de duração.

As inscrições deverão ser feitas das 10h do dia 7 de maio às 23h59 de 18 de maio deste ano. A taxa de inscrição foi mantida em R$ 82. O pagamento deve ser feito entre os dias 7 e 23 de maio.

OPOSIÇÕES ACHAM MAIS FÁCIL VENCER COM CANDIDATO ÚNICO

Mendonça Filho, Bruno Araújo, Armando Monteiro e Fernando Bezerra:
Todos estão no páreo da oposição para enfrentamento à Paulo Câmara
*Do Blog do Aldo Vilela

Está de pé o compromisso das Oposições de até o próximo dia 30 apresentarem aos pernambucanos a chapa que irá concorrer ao Governo do Estado e às duas vagas do Senado. O senador Armando Monteiro garante que nenhum nome está escolhido e que todos se encontram em igualdade de condições – ele próprio, o senador Fernando Bezerra, os deputados Bruno Araújo e Mendonça Filho e os ex-governadores João Lyra Neto e Joaquim Francisco.
Por lógico, o lançamento de três chapas – a do governador e outras duas de oposição – tornaria mais fácil o segundo turno, mas esse não é o entendimento dos líderes oposicionistas. Eles estão convencidos de que é melhor para a causa uma chapa única porque a unidade política do bloco repercute positivamente no eleitorado.
O petebista é o líder das intenções de voto nesse campo, mas ainda não se coloca como candidato, aguardando o entendimento, que certamente ocorrerá, com as outras forças da oposição, até o final deste mês. Ele não considera o senador Fernando Bezerra Coelho excluído do páreo, apesar de o partido a que pertence (MDB) encontrar-se no momento sob controle do vice-governador Raul Henry, que integra Frente Popular.
E não manifesta preocupação com um eventual apoio do PT à reeleição de Paulo Câmara dizendo que o povo é testemunha do que um disse do outro nas duas últimas eleições. Está convicto de que o “ciclo do PSB” está-se encerrando e que a maioria dos pernambucanos quer um novo projeto.
Por Inaldo Sampaio – Fogo Cruzado