sexta-feira, 6 de abril de 2018

IZAÍAS RÉGIS ANUNCIA APOIO À PRÉ-CANDIDATURA DE ALVARO PORTO À REELEIÇÃO

Ao lado de oposicionistas ao Governo Paulo Câmara, Álvaro Porto (de camisa branca, ao centro), é o é saudado por correligionários e simpatizantes durante evento de sua  filiação ao PTB
Costurado há quase um ano, o apoio do prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB) à reeleição do deputado estadual Álvaro Porto foi anunciado na noite desta quinta-feira (05.04) durante a filiação que oficializou o retorno do parlamentar ao PTB, no Hotel Tavares Correia, na “cidade das flores”. A confirmação contou com a “bênção” do senador e pré-candidato ao governo estadual Armando Monteiro, que marcou presença no evento. O ato, que reuniu prefeitos, vereadores, lideranças e cidadãos do Agreste Meridional e Mata Sul, somando cerca de 2 mil pessoas, tornou-se um  chamamento à região para derrotar o governador Paulo Câmara (PSB), pré-candidato à reeleição, em outubro. 
Prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (de azul) declarou seu apoio à reeleição
do parlamentar.

Auditório do Hotel Tavares Correia lotado para evento de filiação do novo
petebista.
No discurso, diante de cerca de duas mil pessoas, Izaías afirmou que tem candidato a deputado e que esperava contar com o respaldo do povo de Garanhuns. “Eu nunca falei sobre isso em entrevista, em rádio, mas vou falar agora: o apoio de Garanhuns, do prefeito de Garanhuns e de alguns secretários do município para deputado estadual é de Álvaro Porto, representante da região, que se empenha pela região. Quero pedir empenho de todos e afirmar que seremos parceiros políticos", disse. 

O prefeito fez questão se posicionar sobre o questionamento que tem surgido nos debates pré-eleitorais de Garanhuns a respeito da naturalidade de Porto. "O deputado não é de Garanhuns, mas é daqui do lado, a 30 quilômetros. E tem uma relação com a cidade, teve votos aqui", destacou, se referindo ao fato de Porto, nascido em Canhotinho, ter residido em Garanhuns quando estudante e de ter somando 4,8 mil votos no município em 2014. 

Izaías, que é natural de Terezinha, citou o próprio exemplo para ressaltar que o local onde se nasce não determina competência nem impede que gestores públicos originários de uma cidade possa se dedicar e amar outra. "Álvaro, vamos juntos, vamos à luta. A minha luta é para derrotar não só o governador, mas todos da equipe desse governo. De cabo a rabo, como se diz", afirmou.

Na reta final do primeiro mandato, Álvaro Porto somou 44.622 votos e foi o deputado mais votado do Agreste Meridional (33.988 votos), há quatro anos. Naquela disputa, foi também o único representante da região eleito para o Legislativo estadual. Diante deste contexto, o deputado salientou, em seu discurso, que, se antes a sua responsabilidade era grande, agora, com o apoio de Izaías, passa a ser infinitamente maior. "Merecer a confiança do maior e melhor prefeito da história de Garanhuns é um privilégio e uma responsabilidade", disse. Dirigindo-se ao prefeito, o deputado prosseguiu: "Izaías, você não se arrepender por nos confiar o apoio". 

Porto destacou que tem trabalhado diariamente para atender os anseios do Agreste Meridional e de áreas da Mata onde tem bases. Lembrou que por meio do trabalho do deputado federal Bruno Araújo (PSDB) à frente do Ministério das Cidades, viabilizou a liberação de R$ 1 milhão para obras de infraestrutura em Garanhuns, além de ter conseguido R$ 300 mil para a saúde do município. Destacou ainda que prefeitos de cidades que integram sua base eleitoral sabem do seu empenho para conseguir recursos por meio de emendas, para atrair investimentos e solucionar demandas da região. 

O deputado voltou a lembrar que por ter feito oposição e cobrado resultados do governo, mesmo no tempo que passou no PSD, foi rechaçado pelo  Palácio do Campo das Princesas. Disse que quando aderiu à base governista, alertou a Paulo Câmara que era necessário o governo honrar o que cumpria. "Olhando no olho, disse a ele que o povo que o havia me colocado na Assembleia, poderia também me tirar lá", frisou. "Mas em pouco tempo vi que era tudo mentira. O povo já não aguenta a insegurança, as pessoas estão trancadas em casa. Falta saúde, prefeitos estão à míngua. Com a ajuda de vocês vamos varrer esse governador de Pernambuco e começar nova história no nosso estado", completou. Porto esteve no PSD por um período de um ano e meio, mas jamais deixou de denunciar limitações e pressionar o governo por soluções para problemas do Agreste Meridional.

Último a discursar, Armando Monteiro disse que "ninguém se perde no caminho da volta" e que a grandiosidade do evento dava bem a dimensão do apreço da população da região por Porto. O senador elencou características do deputado que, segundo ele, explicam o reconhecimento do Agreste Meridional ao deputado. "Alvaro é correto, afirmativo, corajoso e tem compromisso e amor pela a sua terra, sua região". Armando destacou ainda a "imensa importância" de Garanhuns como polo de serviços e de comércio e como "presença decisiva" para o desenvolvimento que repercute em todos os municípios que a cercam.

O senador disse que a volta de Porto ao PTB fortalece o projeto das oposições que hoje constroem uma alternativa politica para o estado. Ressaltou que, ao se firmar na oposição, o deputado fez o caminho mais difícil, que muitos resistem a fazer por preferirem ficar na sombra do governo. "Você dá um belo exemplo", enfatizou. Armando afirmou que Pernambuco será levado a fazer uma reflexão sobre o futuro e vai buscar novo rumo e novos caminhos.    

O retorno de Porto ao PTB foi saudado oficialmente pelo presidente estadual da legenda, deputado José Humberto. O ato reuniu deputados do PTB e de outros partidos de oposição. Estiveram presentes o ex-governador João Lyra (PSDB) e o deputado federal e presidente estadual do PSDB, Bruno Araújo. Compareceram ainda os deputados estaduais Augusto César (PTB), Julio Cavalcanti (PTB), Socorro Pimentel (PSL) e Silvio Costa Filho (PRB) e os federais Jorge Corte Real (PTB), Silvio Costa ( Avante) e Zeca Cavalcanti (PTB). 

A presidente da Câmara de Garanhuns, Carla Patrícia (PTB), falou em nome dos vereadores presentes. Já prefeito de Lajedo, Rossine Blesmany (PSD) discursou representando os prefeitos. As mais de duas mil pessoas que compareceram lotaram auditório e mais três espaços (equipados com telões) do hotel. Garanhuns é o maior colégio eleitoral do Agreste Meridional e está entre os dez maiores do estado, com cerca de 88 mil eleitores.


Fotos: Flávio Japa/divulgação

Por Josué Nogueira - assessoria do gabinete do deputado Álvaro Porto - 99979.7305

Ministro do STJ nega novo habeas corpus da defesa de Lula para evitar prisão, diz assessoria

O ministro Félix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou na tarde desta sexta-feira (6) um novo habeas corpus apresentado de manhã pela defesa de Luiz Inácio Lula da Silva que tinha o objetivo de evitar a prisão do ex-presidente.
No pedido de decisão liminar (provisória) apresentado ao STJ, os advogados de Lula contestam ofício enviado nesta quinta (5) pela Oitava Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) ao juiz Sergio Moro, de Curitiba, permitindo a decretação da ordem de prisão.
O ofício do TRF-4 foi enviado a Moro depois de decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que, em julgamento na última quarta-feira (4), rejeitou por 6 votos a 5 o pedido de habeas corpus preventivo da defesa e com isso autorizou a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
A defesa alegou ao STJ que ainda não havia se encerrado o prazo para apresentação de um novo e segundo recurso – chamado embargos de declaração – ao próprio TRF-4. Esse prazo termina na próxima terça (10), mesma data na qual a defesa também poderia apresentar outro recurso contra a condenação ao próprio STJ, instância superior.
Por isso, os advogados de Lula dizem que ainda não havia ocorrido o “exaurimento” do processo na segunda instância, de modo a permitir a prisão. 
"Verificada a inexistência do esgotamento da jurisdição do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, mostra-se total e completamente injustificada e ilegal a determinação exarada pelos Desembargadores da 8ª Turma daquela Corte de que se proceda à execução prematura da pena", diz a defesa.
Após a ordem de prisão, Lula passou a noite desta quinta-feira (5) e a madrugada desta sexta (6) na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, com lideranças do PT. 
Segundo a determinação de Sérgio Moro, Lula deve se entregar até as 17h desta sexta à Polícia Federal em Curitiba. O juiz vetou o uso de algemas "em qualquer hipótese

LULA NÃO VAI SE ENTREGAR: FONTE DO PT AFIRMA QUE LULA DECIDE ESPERAR DECISÃO DO STJ SOBRE HABEAS CORPUS

Foto: Instituto Lula

De acordo com a agência Reuters, uma fonte ligada ao PT informou, nesta sexta-feira (06) que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu que não se apresentará às autoridades, até que o STJ tome uma decisão sobre um pedido de habeas corpus feito por sua defesa, após o juiz Sérgio Moro determinar sua prisão no caso do tríplex no Guarujá.

Lula deve permanecer no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, onde passou a noite acompanhado por aliados e simpatizantes.

Mais cedo, advogados do ex-presidente apresentaram pedido de habeas corpus junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) para evitar que ele seja preso até o final da tarde de hoje, como determinou Moro, informou a defesa do petista por meio da assessoria de imprensa.

O pedido de habeas corpus argumenta que ainda existem recursos a serem apresentados junto ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) e que, por isso, Moro não poderia determinar o início do cumprimento da pena de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso sobre o tríplex no Guarujá, litoral de São Paulo.

O pedido de habeas corpus deverá ser analisado pelo ministro Félix Fischer, relator dos casos envolvendo a operação Lava Jato no STJ. Fischer é membro da 5ª Turma do STJ, que recentemente negou por unanimidade pedido de habeas corpus preventivo da defesa de Lula.

O petista, que passou a maior parte da quinta-feira reunido com aliados na sede do Instituto Lula na zona sul de São Paulo, foi para o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC após a expedição do mandado de prisão por Moro. Ainda na noite de quinta, um grande ato de apoio ao petista foi realizado em frente ao sindicato, mas Lula não discursou.

A quantidade de pessoas em frente ao sindicato diminuiu durante a madrugada, mas voltou a crescer pela manhã. O petista é acusado de receber o imóvel como propina paga pela empreiteira OAS em troca de contratos na Petrobras.

Ele nega ser dono do tríplex, assim como quaisquer irregularidades. Lula, que é réu em outros seis processos, afirma ser alvo de uma perseguição política promovida por setores do Ministério Público, do Judiciário e da Polícia Federal com o objetivo de impedi-lo de ser candidato.

EMISSÃO DE TÍTULO DE ELEITOR SEGUE ATÉ DIA 9 DE MAIO


Foto: Abacus Liquid
As pessoas que têm interesse em votar nas próximas eleições têm até o dia 9 de maio para tirar o título de eleitor ou transferir o domicílio eleitoral. Também vence no mesmo dia o prazo para o eleitor com deficiência pedir mudança para seção eleitoral com acessibilidade.

O título é emitido pelo cartório eleitoral mais próximo da região onde o eleitor mora. Para tirar o documento é necessário apresentar uma identificação oficial, que tenha nome, filiação, data de nascimento e nacionalidade, como o RG, e comprovante de residência.

Homens devem apresentar também o certificado de alistamento militar. O título é obrigatório para maiores de 18 anos e facultativo para brasileiros a partir dos 16 anos. O atendimento pode ser agendado online no site: tse.jus.br.

ESTRADAS EM PERNAMBUCOS FORAM BLOQUEADAS

Foto: PRF

O Movimento Sem Terra (MST) começou a sexta-feira (06) bloqueando algumas estradas. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o grupo fechou vias no km 12, em Escada e também na BR 428, em Santa Maria da Boa Vista, no sertão de Pernambuco.

A PRF ainda informou que, em Santa Maria o ato começou às 6h50, já em Escada teve início às 7h20. Em Moreno, manifestantes protestam no km 34 da BR 232. Além disso, há informações que a vias fechadas no  km 109 da BR101 em Mata Redonda, na Paraíba. A localidade fica a 20 quilômetros da divisa com Pernambuco.

A ideia do MST é bloquear 50 BRs em 24 estados do país, em forma de protesto contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

ÔNIBUS DA SÃO CRISTOVÃO NÃO CUMPRE COM LEI DE PASSE LIVRE

Foto: Uol

Um grupo representando o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Garanhuns (COMUD), levou a 1ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania do município a abrir um inquérito civil público para apurar porque a Empresa São Cristóvão estaria negando gratuidade no transporte coletivo no veículo denominado “Garoinha” a idosos e a portadores de deficiência, em Garanhuns.

A abertura do inquérito foi publicada no Diário Oficial. Após a denúncia a São Cristóvão assegurou que estaria atuando dessa forma com o aval da Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transporte – AMSTT, mas a autarquia disse desconhecer tal autorização, já que a lei municipal nº 3943/2013, que assegura as gratuidades, não comportaria exceções.

 A AMSTT disse ainda, em resposta ao MPPE, que oficiaria a empresa São Cristóvão para prestar esclarecimentos. Não há data para a conclusão do inquérito, que é de responsabilidade do promotor Domingos Sávio.