segunda-feira, 12 de novembro de 2018

MORO: “ESTOU INDO CONSOLIDAR A LAVA JATO EM BRASÍLIA”

Moro concedeu entrevista ao programa 'Fantásctico' exibido pela Rede Globo
Foto: Reprodução TV
Neste domingo (11), o futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, participou do programa Fantástico e defendeu que só aceitou o cargo por saber que não colocaria sua reputação em risco. Ele afirmou que “está indo pra consolidar os avanços da Operação Lava-Jato em Brasília”.

– O grande motivador dessa aceitação do convite foi a oportunidade de ir a Brasília numa posição de poder elevada de ministro da Justiça e poder implementar com essa posição uma agenda anticorrupção e uma agenda anticrime organizado que não se encontram ao alcance de um juiz de Curitiba, mas podem estar no alcance de um ministro em Brasília – defendeu.

Ele afirmou à apresentadora Poliana Abritta que conversou com a família e com colegas antes de tomar a decisão. Moro revelou que chegou a pensar em negar.

– Uma semana antes do segundo turno, dia 23 de outubro, eu fui procurado pelo futuro ministro da Economia, o senhor Paulo Guedes, com uma sondagem. Confesso que eu vi essa sondagem e fiquei tentado (a dizer não) – revelou.

LULA

Ao ser perguntado sobre as críticas que recebeu do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Ayres Britto, defendeu que seu novo cargo não irá comprometer a independência dos Três Poderes. No momento, também lembrou do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

– Existe essa fantasia de que o ex-presidente Lula, que foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, teria sido excluído arbitrariamente das eleições por conta do processo criminal. Mas o fato é que ele está condenado e preso porque ele cometeu um crime – apontou Moro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário