domingo, 2 de setembro de 2018

PROCON PE VAI NOTIFICAR EMPRESA POR ESPALHAR BOATOS SOBRE FALTA DE COMBUSTÍVEL

A falsa noticia já vinha provocando filas nos postos do
Recife . foto: Cortesia WhatsApp

Uma mensagem que circula nas redes sociais, atribuída a um posto de gasolina na região Centro-Sul de Belo Horizonte supostamente alerta aos clientes sobre o retorno da greve dos caminhoneiros na segunda-feira (3). O texto assume não ter garantias da veracidade da informação, mas pede aos consumidores "que se preparem e abasteçam seus veículos". Além disso, novos áudios em circulação na internet confirmariam o comunicado.
No entanto, sindicatos da classe não reconhecem a decisão por uma nova paralisação. Questionado sobre o assunto, o gestor de comunicação do Sindicato dos Petroleiros de Minas Gerais (Sindipetro), Alexandre Sinamori, disse desconhecer o caso. A assessoria do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo do Estado de Minas Gerais (Minaspetro) também alegou não ter informações, acrescentando que tudo o que sabe é "por meio da imprensa" e, por isso, não tem comentários a fazer.

Em Pernambuco, o Procon vai notificar empresa por espalhar boatos sobre falta de combustível. Leia a nota abaixo:

Nota à imprensa - Combustíveis

A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) e o Procon/PE informam que na próxima segunda-feira (03/09) estarão notificando a empresa PetroMega a prestar esclarecimentos quanto a nota veiculada em suas redes sociais neste sábado. O informativo, sem qualquer fundamentação, alerta de forma irresponsável a população quanto à possibilidade de paralisação no abastecimento de combustíveis no estado.
A SJDH esclarece, ainda, que provocar alarme, anunciando perigo inexistente, ou praticar qualquer ato capaz de produzir pânico ou tumulto é crime previsto no Art. 41, da Lei de Contravenções Penais (LCP), sob pena de prisão simples, de quinze dias a seis meses, ou multa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário