sábado, 8 de setembro de 2018

JORNALISMO PERNAMBUCANO MAIS POBRE COM A MORTE DE GRAÇA ARAÚJO

Reprodução: TV Jornal Recife
E toda a imprensa e sociedade pernambucana ainda perplexas com a morte da jornalista Graça Araújo, apresentadora da TV e Rádio Jornal Recife. O anúncio da morte de Graça, ocorrida no Recife, se deu no início da tarde deste sábado (08).

Graça Araújo, ou Maria Gracilane Araújo da Silva, natural de Itambé, Zona da Mata de Pernambuco. Ariana, atleta, jornalista prestigiada e querida pelos pernambucanos, pela frequência com a qual estava em todos os lares do estado que sintonizavam via TV ou Rádio, no seu criativo e bem conduzido ‘Consultório de Graça’.  

A jornalista que tinha 62 anos, sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico na quinta-feira (6) e, neste sábado, teve falência múltipla nos órgãos. A informação foi confirmada pelo Hospital Esperança, unidade de saúde em que ela estava internada.

Segundo a neurologista Silvia Laurentino, Graça estava em coma profundo e estava sendo monitorada para uma possível doação de órgãos, desejo sinalizado pela família. "Estávamos monitorando para entrar em contato com a central de transplantes e estava tudo ok", relata.

No entanto, o funcionamento irregular dos órgãos foi notado pela equipe do hospital. "O coração começou a bater muito fraquinho e a pressão caiu subitamente. Nessas condições não houve tempo de fazer o contato para todo preparo para doação [de órgãos", disse a médica. A morte ocorreu às 12h55, de acordo com a direção médica do hospital.

O velório está marcado para começar às 19h deste sábado (8), no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, no Grande Recife. A cremação acontece às 16h do domingo (9).

GRAÇA ARAÚJO NO FIG

Tive a oportunidade de conhecer pessoalmente a profissional no palco em uma das edições do ‘Festival de Inverno de Garanhuns’, quando ela participou comigo e com Marcos Cardoso da apresentação do evento na ainda Esplanada Guadalajara.

Naquele momento, eram exercidas muitas pressões da política local e estadual para a participação de profissionais da comunicação de Garanhuns no Festival e mesmo com bons profissionais locais, havia sempre a indicação por parte da Fundarpe de um apresentador ligado ao órgão estatal.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário