domingo, 26 de agosto de 2018

PAULO GOMES: MAIS QUE UM VEREADOR, UM SERVIDOR!

Paulo Gomes nunca deixou de acompanhar
a cena politica local e nacional.
Foto: Arquivos da família
No Brasil existem 5.570 municípios e se multiplicarmos este número pelo de vereadores que ‘servem’ ao país, chegamos a incrível marca de 57.941. Sem querer subestimar a capacidade do nosso leitor/internauta, me atrevo a escrever por extenso, para dar a real dimensão do número: cinquenta e sete mil, novecentos e quarenta e um vereadores.

Creio que a grande maioria dos vereadores – o ente político mais próximo do povo – serve como canal dos anseios da população perante os prefeitos e deputados e muitos conseguem resolver problemas pontuais da sociedade, ganham prestígio popular e politico e seguem o caminho natural deste segmento, tornando-se a partir desse cargo, prefeitos, governadores e parlamentares de câmaras altas. Os demais, infelizmente, conduzem mandatos medíocres, ficando aquém da expectativa do eleitor e são banidos do cargo e até mesmo da política.

Bom, fiz esse resumo da situação do legislativo municipal no país para, de forma muito humana e honesta, homenagear um conterrâneo de Garanhuns e que por três vezes desempenhou de forma muito eficiente, honesta e presente o seu papel político de representante popular. Com sua morte por causas naturais, ocorrida na noite deste sábado (25) em Recife, a política de Garanhuns e do estado ficam de luto.

Paulo Gomes era um dos mais nobres representantes da população na Câmara Municipal durante suas três passagens por aquela casa popular: 1988, 1992 e 1996. Profundo conhecedor do regimento interno daquela casa e das necessidades da população, foi inclusive presidente da Câmara no biênio 89-90, sendo interlocutor dos seus colegas e mais ainda, das demandas sociais dos eleitores garanhuenses perante os governos da época, mas sempre mantendo a cordialidade e boas relações com estes e o alto nível de educação com todos, aliados ou adversários, atitude essa que se espera de um parlamentar, postura infelizmente tão ausente nos dias atuais.  

Meu último encontro e conversa com Paulo Gomes se deu a alguns meses, em um almoço com o amigo e deputado federal Silvio Costa, aqui mesmo em Garanhuns. Paulo, que se declarou ouvinte do nosso programa ‘Falando com o Agreste’ pela Marano FM – bairro onde sempre morou -,  contou-me no curto espaço de tempo que durou nossa conversa, parte da história de Garanhuns. Com uma memória prodigiosa, me deu detalhes da localização em Heliópolis da casa de um dos ex prefeitos de Garanhuns e ainda como seu deu seus primeiros contatos com a política do município.

Paulo Gomes ainda participou na última sexta feira (24), véspera da sua morte, de um comício do candidato a deputado Federal Fernando Rodolfo, em Garanhuns onde inclusive fez uso da palavra.  

À família enlutada, nossas sinceras condolências. Que Deus lhes dê conforto e consolo pela grande perda. Para família e para Pernambuco.

Até breve, amigo Paulo Gomes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário