quarta-feira, 1 de agosto de 2018

MARTELO BATIDO: MARÍLIA ARRAES NÃO SERÁ PRÉ CANDIDATA DO PT AO GOVERNO DE PERNAMBUCO.

Marília em entrevista ao programa 'Falando com o Agreste', exibido pela
Rádio Marano FM - Foto: Arthur Marrocos
Após idas e vindas do Partido dos Trabalhadores em Pernambuco, cuja divisão ficou evidente após ser noticiada uma possível aliança com o PSB do atual Governador e pré candidato à reeleição Paulo Câmara, parece que agora os rumos da campanha devem tomar outros contornos.

É que Marília Arraes, 34 anos, advogada, vereadora em Recife por três mandatos consecutivos e que pertenceu aos quadros do próprio PSB que hoje no combate – sendo inclusive prima em primeiro grau do ex governador já falecido Eduardo Campos -, e que vinha tentando viabilizar uma candidatura ao Governo do Estado pelo PT, NÃO conseguiu concretizar o seu objetivo. Pelo menos com o apoio do seu partido.

Mesmo impedido de participar de campanhas, em razão da sua
prisão em Curitiba, Lula é apoiador de Marília.
Marília, que mesmo sem a confirmação da pré candidatura por parte da sua legenda, já vinha pontuando bem nas pesquisas recentes com aparições  destacadas, estando empatada tecnicamente com os dois prováveis oponentes, o Senador Armando Monteiro Neto (PTB) e o já citado Paulo Câmara.
.
Após diversas declarações no início da tarde DESTA QUARTA FEIRA (01/8), divulgados em alguns órgãos de imprensa, inclusive com direito a nota da Deputada Estadual Teresa Leitão (PT) na qual desmentiu ser autora da notícia mesma, por 17 votos a favor e 8 contra a Executiva Nacional do PT decidiu retirar a candidatura da vereadora Marília Arraes (PT) ao governo de Pernambuco. 

Esta decisão ocorreu após o PSB optar pela neutralidade no 1º turno das eleições 2018, em detrimento de apoio a Ciro Gomes (PDT). O PT portanto deve apoiar o PSB nos estados de Pernambuco, Paraíba, Amapá e Amazonas. A legenda também indicará o senador Humberto Costa para ser candidato à reeleição na chapa de Paulo Câmara.

A até então pré candidata Marília Arraes e o grupo que defende a candidatura própria do PT no Estado estão concedendo uma entrevista coletiva neste início de noite (01/8) na sede da CUT-PE.

A água mole não perfurou a pedra dura...   

Nenhum comentário:

Postar um comentário