quinta-feira, 23 de agosto de 2018

BOLSONARO NÃO VAI MAIS PARTICIPAR DE DEBATES TELEVISIVOS

Foto: Veja

Após ser alvo de confrontos diretos dos candidatos Guilherme Boulos (PSOL) e Marina Silva (Rede), nos dois primeiros embates entre os postulantes, o candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL-RJ) afirmou que seria mais produtivo investir em atos de campanha e não participar mais de debates televisivos e de rádio com os presidenciáveis.

Em entrevista ao UOL, o candidato disse que não deve estar no próximo encontro entre presidenciáveis, promovido pela Jovem Pan, na próxima segunda (27). “Não está previsto não, devo estar viajando”, pontuou. “Vários rádios, televisões [convidaram], eu fico honrado com isso, mas acredito que politicamente falando, tendo em vista a minha natureza, o que eu fiz ao longo de quatro anos, é mais produtivo para o nosso objetivo esse movimento que estamos fazendo aqui”, acrescentou o presidenciável.

A postura de reavaliação da presença nos encontros com os adversários também foi confirmada pelo presidente nacional em exercício do PSL, Gustavo Bebianno. Na ótica dele, os debates se transformaram em uma "farsa". “Não tem como se aprofundar em nada. Ali, todo mundo é dono da verdade. Fica um exercício de concisão que não tem sentido algum. O Bolsonaro é um candidato diferente. É tudo mentira. É ridículo. Por isso, infelizmente, tomamos essa decisão”, explicou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário