domingo, 27 de maio de 2018

EM PRONUNCIAMENTO AO VIVO, TEMER ATENDE REINVINDICAÇÕES DE CAMINHONEIROS

Visivelmente contrariado, Presidente Temer fez seu primeiro pronunciamento à
Nação, mas direcionado à categoria dos caminhoneiros em greve.

O presidente Michel Temer fez na noite deste domingo (27) uma declaração à nação, com direcionamento específico à categoria dos caminhoneiros que a sete dias estão paralisados nas rodovias nacionais, reivindicando uma série de ações do governo em prol da categoria, dentre elas a redução do preço dos combustíveis, demanda esta que também beneficiaria os demais consumidores, proprietários de veículos.

No seu pronunciamento, que interrompeu a programação normal das principais emissoras de TV do país e suas afiliadas, Temer detalhou a resposta, segundo ele, positiva para as reivindicações dos profissionais da estrada, começando com a redução em 46 centavos por litro no preço do óleo diesel por 60 dias, principal combustível propulsor da frota de caminhões pelo país. O chefe do executivo federal também.

A primeira reivindicação dos caminhoneiros, o preço do diesel, terá um desconto de 46 centavos por litro. Essa redução corresponde aos valores do PIS/Cofins e do CIDE somados”, afirmou Temer. Depois desse prazo, o reajuste dos preços do diesel acontecerá mensalmente. Segundo o presidente, a redução será arcada pelo Tesouro Nacional e não afetará a Petrobras.

Temer também anunciou que vai editar uma medida provisória isentando de pagamento de pedágio os eixos suspensos de caminhões vazios em rodovias federais e estaduais. O governo também vai estabelecer uma tabela mínima de frete.


Nenhum comentário:

Postar um comentário