sábado, 5 de maio de 2018

BONS EXEMPLOS DA EDUCAÇÃO QUE VEM DE JUCATI E DEVERIAM INFLUENCIAR O BRASIL


Segundo dados da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), sediada em Paris, o Brasil tem o segundo maior número de estudantes com baixa performance em matemática básica, ciências e leitura em uma lista de 64 países de todo o mundo. Cerca de 12,9 milhões de estudantes com 15 anos de idade – de um total de 15,1 milhões que compõem o universo do estudo – não têm capacidades elementares para compreender o que leem, nem conhecimentos essenciais de matemática e ciências. Destes, 1,1 milhão são brasileiros.

Em um país marcado por baixos índices de educação e altos de evasão escolar, o município de Jucati, localizada no agreste pernambucano é que mais se destaca na alfabetização dos estudantes. Segundo levantamento recente do Ministério da Educação, o desempenho do Município, que tem cerca de 11 mil habitantes, na Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA), realizada pelo MEC  chama a atenção pelos números positivos. Em Jucati, nove de cada 10 crianças tiveram aprendizado adequado em leitura e oito em escrita. Bem contrastante com o resultado do Estado, onde sete em cada grupo de 10 alunos ficaram nos níveis insuficientes de leitura e cinco em escrita.

Para o Prefeito Ednaldo, Jucati acredita na educação como
o único elemento modificador das demandas sociais.
Ainda segundo a ANA, aplicada em 2016, 95,18% dos alunos de Jucati estão nos dois melhores níveis de leitura (considerados adequado ou desejável) e 86,3% em escrita. No Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), outro indicador de qualidade calculado pelo MEC, o município ficou, em 2015, com média 6 nos anos iniciais do ensino fundamental (a meta era chegar a 4,8 somente em 2021) e 4,9 nas séries finais (a meta para 2021 era 4,5).

Segundo o prefeito de Jucati, Ednaldo Peixoto (PSB), esses resultados são frutos de um plantio anterior mas que vem sendo alicerçado de forma correta na atual gestão: “Nossa prioridade número um é, de fato, implementar novas ações na área da educação e fortalecer ainda mais essa certeza que damos à nossa população de que nossos esforços estão concentrados no investimentos nos jovens e no seu futuro.”.     

Nenhum comentário:

Postar um comentário