quarta-feira, 16 de maio de 2018

APÓS DENÚNCIAS DE PRISCILA KRAUSE, UPE EMITE NOTA DE ESCLARECIMENTO

Deputada Priscila Krause em recente reunião com o Reitor da UPE, Professor
Pedro Falcão.

Em pronunciamento no plenário da ALEPE,  realizado na tarde desta terça feira (15), a deputada estadual Priscila Krause (DEM), denunciou que, a despeito das informações do Governo do Estado de Pernambuco de que a grave situação financeira vivenciada pela gestão impede a realização de obras, existe dinheiro em caixa suficiente para cumprir estas demandas e à disposição da administração de Pernambuco. Segundo a parlamentar, a verba origina-se de convênios firmados entre o governo de Pernambuco e o governo federal,  especificamente aqueles com dinheiro em caixa.

Na ocasião, a assessoria de Priscila publicou fotos da visita da deputada ao canteiro de obras do Habitacional Canal do Jordão, canteiro de obras do complexo prisional de Araçoiaba, canteiro de obras do habitacional Dancing Days, todas na capital Recife, além de anexar cópias dos extratos bancários que demonstram os valores disponíveis nas contas governamentais. Também se destacam, segundo a denúncia, verbas disponibilizadas,  R$ 3,04 milhões repassados pelo Ministério da Saúde para equipar com laboratórios de saúde os campus da Universidade de Pernambuco em Garanhuns, Serra Talhada, Arcoverde e Petrolina.

UPE RESPONDE

Em nota enviada à redação do Programa e Blog ‘Falando com o Agreste’, a respeito do pronunciamento e denúncias da Deputada Priscila Krause, a reitoria da Universidade de Pernambuco (UPE) esclareceu que o convênio Ministério da Saúde (MS) no 776568/2012, que objetiva a aquisição de equipamentos de laboratórios para os cursos de Medicina dos campi Garanhuns e Serra Talhada, Odontologia campus Arcoverde e Enfermagem, Fisioterapia, Ciências Biológicas e Nutrição do campus Petrolina, no valor de R$ 3.216.000,00, com vencimento em 28/02/2019, está aguardando a aprovação da reformulação do Plano de Trabalho pelo órgão concedente (MS) para dar continuidade a execução do mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário