quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

CANIBAIS QUE ATUARAM EM GARANHUNS, TEM NOVA DATA DE JULGAMENTO

Foto: Blog do Carlos Eugênio
Mais uma vez a história dos canibais, presos em Garanhuns está sendo relembrada pela população. Dessa vez, porque o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) definiu a data do novo júri popular para o trio que ficou conhecido em todo o estado e porque não dizer, em todo o país. Jorge Beltrão Negromonte da Silveira, Isabel Cristina Torreão Pires e Bruna Cristina Oliveira da Silva serão julgados no dia 26 de abril. Essa é a segunda vez em que o trio irá a júri popular. Agora, eles serão julgados pelas mortes de Alexandra Falcão, de 20 anos, e Giselly Helena, 31. Os crimes aconteceram há quase quatro anos.

Relembrando a história, as vítimas foram atraídas com promessas de emprego de babá, foram assassinadas a facadas, depois tiveram os corpos esquartejados. Em depoimento à polícia o trio ainda confirmou que praticava canibalismo e uma das acusadas ainda disse que os restos mortais teriam sido usados em salgados, como coxinhas e empadas, vendidos na cidade.

Os acusados alegaram que os crimes faziam parte da proposta de uma seita chamada Cartel, que tinha por objetivo diminuir a densidade demográfica. Para isso, deveriam exterminar mulheres que tivessem filhos, mas sem condições de criá-los. A seita foi criada por Jorge.

Os Canibais foram presos em 2012, após a polícia descobrir que eles estavam usando os cartões de crédito de uma das vítimas. Quando chegaram à casa deles, uma criança – filha de Jéssica – apontou para o quintal e disse que ali estavam os corpos das vítimas.

Atualmente, Jorge Negromonte está preso na Penitenciária Professor Barreto Campelo, em Itamaracá. Bruna Cristina e Izabel Pires estão presas na Colônia Penal Feminina de Buíque

A sessão será presidida, a partir das 8h, no Fórum Ministro Eraldo Gueiros pela juíza Pollyanna Maria Barbosa Pirauá Cotrim, da 1ª Vara Criminal de Garanhuns.

Nenhum comentário:

Postar um comentário