sexta-feira, 19 de outubro de 2018

PRESIDENTE DA COMPESA É CONDENADO POR IMPROBIDADE EM PIRAPAMA

Roberto Tavares, presidente da Compesa (Foto: André Nery/JC Imagem)

O presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Roberto Tavares, foi condenado por improbidade administrativa por supostas irregularidades em contrato para a construção do sistema Pirapama, que atende, além de bairros do Recife, Jaboatão dos Guararapes e Cabo de Santo Agostinho. Foram condenados também o ex-presidente da companhia João Bosco de Almeida e a ex-diretora de Engenharia Ana Maria Torres. As construtoras Odebrecht, Queiroz Galvão e OAS ainda foram penalizadas.

O juiz Rodrigo Vasconcelos Coelho de Araújo, da 35ª Vara Federal em Pernambuco, apontou superfaturamento por sobrepreço e impropriedades em processo licitatório. O contrato investigado foi no valor de R$ 430.092.831,23, do total de R$ 479.011.238,66 inicialmente destinados ao projeto. Cálculos do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) usados no processo apontam sobrepreço de R$ 110.759.338,94, o que foi refutado pelos acusados.

A decisão foi tomada no dia 27 de julho de 2018.

OPERAÇÃO ABISMO DA POLÍCIA FEDERAL PRENDEU LULA CABRAL, PREFEITO DO CABO DE SANTO AGOSTINHO

A Polícia Federal em Pernambuco deflagrou na manhã desta sexta-feira, 19/10/2018, a Operação Abismo visando reprimir e desarticular um esquema de fraudes no instituto de previdência dos servidores de um município da região metropolitana de Recife/PE. As investigações tiveram início em março/2018 e segundo os dados coletados na investigação, que ainda se encontra sob sigilo, foram transferidos mais de R$ 90 milhões de reais do instituto - que antes se encontravam investidos em instituições sólidas – para fundos de investimento compostos por ativos “podres”, isto é, sem lastro e com grande probabilidade de inadimplência futura, colocando em risco o pagamento da aposentadoria dos servidores do município.

As ordens judiciais de prisão e buscas estão assim distribuídas

Pernambuco: 18 MB, 02 MPT e 04 MPP; (Cabo, Sagueiro e Vitória)
São Paulo: 10 MB, 01 MPT e 05 MPP; (Jundaí e Guariba)
Rio de Janeiro: 10 MB, 06 MPT e 01 MPP; (Capital)
Paraíba: 01 MB; (Monteiro)
Distrito Federal: 01 MB;
Goiás: 01 MB, 01 MPT; (Goiânia e Anápolis)
Santa Catarina: 01 MB, 02 MPT;


MB: Mandado de Busca; MPT: Mandado de Prisão Temporária; MPP: Mandado de Prisão Preventiva;



No curso da investigação coletaram-se indícios de que a alteração na carteira de investimentos do Instituto de Previdência foi efetuada a mando do prefeito do aludido município, por meio de ingerência indevida na administração daquele órgão, em razão do oferecimento de vantagem indevida.


Ao todo, 220 policiais federais estão cumprindo 64 (sessenta e quatro) ordens judiciais sendo 42(quarenta e dois) mandados de busca e apreensão, 10 (dez) mandados de prisão preventiva e 12 (doze) mandados de prisão temporária, nos estados de Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Goiás, Santa Catarina e no Distrito Federal. Estão sendo presos, empresários, lobistas, advogados, políticos, religiosos e outras pessoas que de uma forma tem participação com o esquema criminoso. As medidas foram determinadas pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região, que ainda autorizou o sequestro e bloqueio de bens e valores depositados em contas em nome dos investigados.


Os crimes que estão sendo imputados aos suspeitos são Lavagem de Dinheiro, Associação Criminosa, Crimes Financeiros, Corrupção Ativa e Passiva, cujas penas ultrapassam os 30 anos de reclusão. Os presos serão levados até a sede da Polícia Federal onde serão interrogados e logo em seguida irão ser encaminhados para os respectivos sistemas prisionais. Os presos de outros estados ficarão reclusos em sistemas prisionais de seus estados onde ficarão à disposição do Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

DEPUTADO ELEITO FERNANDO RODOLFO, QUE ASSUMIRÁ CARGO EM 2019, JÁ MANTEVE CONTATOS POSITIVOS EM BRASÍLIA. GARANHUNS NA PAUTA.

Presidente da Câmara Rodrigo Maia (no centro à direita), recebeu na
residencia oficial o deputado eleito Fernando Rodolfo (PHS). 

Eleito com 52.824 votos , o jornalista garanhuense Fernando Rodolfo (PHS), parece empolgado com a atividade que deve assumir em Fevereiro de 2019. Na capital federal Brasília, desde o início desta semana, o futuro parlamentar que teve sua maior base eleitoral em Caruaru, onde obteve o maior percentual de votação mostra disposição para bater portas de gabinetes na Câmara Federal.

Inicialmente na quarta-feira (17), Fernando foi convidado para um almoço na residência oficial do presidente da Casa, Deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) O encontro serviu para uma boa conversa acerca da cena política e conjuntura nacional. Os parlamentares também destacaram os investimentos para Pernambuco.

A prefeita de Caruaru Raquel Lyra, visitou a liderança do PHS
na Câmara.
A agenda seguiu em Brasília na sede da liderança do PHS, quando Rodolfo recebeu a prefeita de Caruaru Raquel Lyra (PSDB). O deputado eleito se colocou à disposição da prefeita para como parceiro na busca por recursos para o município do Agreste. “Estamos conseguindo emendas com alguns deputados que estão saindo. O momento é de arregaçar as mangas e trabalhar por Caruaru independente de quem está na prefeitura. Foi pra isso que o povo me elegeu “, disse.

Em conversa com o Ministro Kassab e o deputado federal André
de Paula (PSD)
Após o encontro com Raquel Lyra, Fernando Rodolfo foi recebido pelo deputado alagoano João Henrique Caldas (PSB/AL), que preside a Comissão do Fundef. Na pauta, a realização de uma audiência pública em Caruaru sobre a polêmica relacionada ao pagamento dos precatórios do antigo Fundef aos professores.

Em meio à visitas, uma parada no DNIT. Rodolfo foi recebido
pelo Diretor Geral do Órgão, José da Silva Tiago.
No começo da noite, Fernando Rodolfo foi ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, acompanhado do deputado federal André de Paula (PSD/PE) onde foi recebido pelo ministro Gilberto Kassab (PSD/SP). “Foi um dia muito produtivo. Não vou esperar fevereiro chegar pra tomar posse. Eu já estou com as mãos na massa e ansioso para devolver a confiança as pessoas”, finalizou Fernando.

PASSARELA PARA GARANHUNS

Em meio à visitas a parlamentares e ministro em Brasília, Fernando Rodolfo foi recebido também pelo Diretor Geral do DNIT, José da Silva Tiago. 

Na oportunidade, o deputado eleito protocolou e entregou em mãos um documento no qual solicita a construção de uma passarela no bairro de Manoel Chéu, obra que, se construída, certamente irá melhorar a acessibilidade e a segurança de transeuntes naquele setor.

Com informações da Assessoria do deputado Eleito. Fotos: Divulgação

PRISCILA KRAUSE PROTESTA CONTRA MANOBRA PARA AVALIAÇÃO DE METAS FISCAIS DO GOVERNO DO ESTADO


A democrata Priscila Krause continua realizando um intenso
trabalho de fiscalização das contas públicas do Governo do
Estado. (Fotos: Mariana Carvalho) 
A Comissão de Finanças, Orçamento e Tributação da Assembleia Legislativa de Pernambuco reuniu-se extraordinariamente na manhã desta quinta-feira, com a presença do secretário da Fazenda, Marcelo Barros, para avaliar o cumprimento das metas fiscais do governo de Pernambuco no segundo quadrimestre deste ano. Na sessão ordinária, instantes antes, a deputada estadual Priscila Krause (DEM) protestou contra a convocação às pressas, já que os deputados que compõem a Comissão, como ela, foram avisados da pauta, via e-mail, às 17h37 da quarta enquanto a ata da reunião de Finanças, que acontece ordinariamente às quartas, só foi publicada na edição do Diário Oficial do Legislativo desta quinta.

De acordo com a parlamentar, a apresentação do Relatório de Gestão Fiscal em audiência pública na Assembleia Legislativa é determinada pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e deve seguir os ritos de transparência e publicidade para que, enfim, a sociedade tenha conhecimento e possa se programar para acompanhar momento tão importante do cumprimento do dever constitucional do Legislativo. “Isso afronta o que estabelece a Lei, que preconiza a publicidade dos números e o diálogo entre sociedade, Governo do Estado e Poder Legislativo”, registrou. Ela lembrou, por exemplo, que além de não ter tempo hábil de preparar os questionamentos mais específicos direcionados ao secretário, a participação da imprensa fica limitada, visto que não há divulgação antecipada da agenda.
No colegiado, Priscila solicitou questão de ordem antes da fala do secretário e protestou novamente contra a falta de programação prévia para a realização de agendas como aquela, “absolutamente previsíveis e cuja garantia de oportunizar a participação de todos é fundamental”.

Em relação aos dados apresentados, a deputada estadual questionou o secretário da Fazenda a respeito da perspectiva para o encerramento do ano quanto ao comprometimento das despesas com pessoal do Poder Executivo em relação à Receita Corrente Líquida (RCL). De acordo com ela, no segundo quadrimestre de 2017 esse índice era de 47,09%, enquanto esse ano, no mesmo período, a relação alcançou o índice de 47,38%.

Em 2017, o último quadrimestre – quando é pago o 13º salários aos servidores – registrou evolução desse parâmetro para 48,97%, o que levaria a uma preocupação real de, ao final desse ano, o índice ultrapassar o limite total, que é de 49,00%. “O ano passado nós tivemos, no último quadrimestre, um aumento de receita por conta da arrecadação extra do programa de financiamento da dívida, o PERC, que não se repete esse ano. Então é preciso ficar alerta porque a arrecadação normal precisa de um crescimento muito significativo, ao contrário a tendência é de ultrapassarmos o limite total de comprometimento da receita com a folha”, registrou Priscila.

A parlamentar também anunciou que nos últimos dois meses da atual administração, seu gabinete estará atento para o cumprimento das normas fiscais determinadas em lei para a conclusão dos mandatos. As normas fiscais que delimitam questões como caixa líquido à disposição para a nova gestão independem de quem será o governador a partir de janeiro, sendo consideradas exatamente da mesma forma para casos de reeleição.

DANIEL DA SILVA SERÁ O NOVO PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE GARANHUNS

Daniel assumirá em Janeiro de 2019 o cargo ora ocupado
pela Vereadora Carla de Zé de Vilaço (PTB) 
Com dez votos dos seus pares na Câmara Municipal de Garanhuns, o veterano vereador Daniel da Silva (PSC), foi eleito o novo presidente daquela casa legislativa, que deve assumir para o Biênio 2019/2020.

Daniel substituirá a Vereadora Carla de Zé de Vilaço (PTB) e assim com a atual presidente pertence à base aliada do Prefeito Izaías Régis, ao qual mesmo antes da eleição já prometia lealdade porém com a independência que a sua função exige.

A partir de 1º de janeiro de portanto a mesa diretora da Câmara Municipal de Garanhuns terá a seguinte configuração:  PRESIDENTE: DANIEL DA SAÚDE;  VICE-PRESIDENTE; GIL PM; 1º SECRETÁRIO LUZIA DA SAÚDE;  E 2º SECRETÁRIO PROFESSOR MÁRCIO.
Os demais candidatos que concorreram foram: Alcindo Correia, Gersinho Filho e Audálio Filho.

COMO O CANDIDATO BOLSONARO JÁ MEXE NA ECONOMIA DE MUITOS BRASILEIROS

As camisetas tornaram-se uma marca da campanha do presidenciável e
e vem sendo solicitadas pelos simpatizantes do político.

A economia no país já vem sentindo algumas sutis mudanças com o encaminhamento da campanha presidencial. Alta na bolsa e queda no dólar por exemplo, já vem fazendo diferença no dia a dia de quem lida com a moeda estrangeira por exemplo, como agencias de viagens e comerciantes de produtos cuja importação é matéria prima necessária. 

e nesta reta final de campanha, os militantes voluntários do Deputado Federal Jair Messias Bolsonaro (PSL) se mobilizam em todo o país para garantir uma chegada vitoriosa do candidato, como prenunciam as pesquisas recentes que apontam o capitão reformado do exército como líder absoluto nos levantamentos, enfrentando o candidato petista Fernando Haddad , ex prefeito de São Paulo.

Em Garanhuns, cidade emblemática por ser berço do ex presidente Lula, - que atualmente cumpre pena em Curitiba - , a campanha ‘bolsonarista’ desde o 1º turno vem tomando grandes proporções e proporcionando aquecimento econômico em alguns setores, como combustíveis e malharias.

A produtora de moda, atuante no segmento de estamparia, Aryanne Paes, por exemplo, que trabalha produzindo camisetas exclusivas sob encomenda na sua grife
Aryanne comemora o aquecimento das vendas da
sua griffe, com a campanha eleitoral
Damanu T-Shirt’, declarou que os pedidos do produtos com imagem alusivas ao candidato Bolsonaro cresceram muito, principalmente às vésperas da eleição no 1º turno e após o atentado em Minas Gerais, que quase tira a vida do mesmo. 
A profissional frisou que foi obrigada a cancelar muitos pedidos por não existir tempo hábil para produção e pela escassez da malha na cor amarela - preferida pelos eleitores -.

Mesmo após o 1o turno das eleições, Aryanne acrescentou que ainda existem pedidos para o segundo turno e que muitos simpatizantes do político ainda solicitam o material com novas estampas, utilizando novos 'memes' que surgiram já nesse período.

Ela ainda salientou que não tem preferencia política,e que a sua marca está aberta a impressão de estampas de quaisquer viés ideológico, mas que outros eleitores não manifestaram interesse na produção das camisetas. Alguns poucos pedidos feitos de camisetas para o candidato Haddad, por exemplo, chegaram a ser produzidos mas, inexplicavelmente os clientes não foram buscá-las e nem efetuaram o devido pagamento, o que causou pequenos prejuízos à produtora.

Em um ambiente de alta rejeição aos políticos, detectado nas pesquisas que antecederam os embates desse pleito, o fato das pessoas estarem literalmente 'investindo' na campanha, comprando camisetas, 'queimando' combustível em carreatas e manifestações de um político, já torna-se por sí só, uma atitude inusitada, . 

CARREATA


E o movimento pró Bolsonaro em Garanhuns também está preparando mais uma Carreata voluntária. Semelhantemente ao evento realizado para o 1º turno, a movomentação terá concentração nas proximidades da desativada casa de eventos Metroplaza, neste sábado 20 de Outubro, a partir das 15 horas. Segundo o apelo dos organizadores, os simpatizanetes devem participar do evento “de carro, motocicleta, bicicleta, carrinho de rolimã, patinete, skate ou à pé”.

Segundo Marcelo Torreão, um dos apoiadores de 1ª hora do candidato do PSL em Garanhuns e que também pediu votos para os candidatos a deputado estadual Tiago Paes e Federal Fernando Rodolfo (este ultimo eleito com mais de 52 mil votos), o movimento Pró Bolsonaro quer mostrar ao Brasil que apesar de Garanhuns também ser conhecida como a terra de um ex presidente da República, não existe apoio da população aos atos danosos produzidos pelo gestor petista e que a esperança voltou a brilhar para o povo com a possibilidade de uma guinada ‘à direita’.     

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

CARTÃO DE CONFIRMAÇÃO DO ENEM SERÁ LIBERADO NO FINAL DE OUTUBRO


Mesmo com os comerciais informando que está disponível na Página do Participante, o Cartão de Inscrição do Enem será liberado apenas no dia 22 de outubro.

Além de confirmar a participação daqueles com inscrições confirmadas na avaliação, o documento também revela a todos os candidatos, número de inscrição; data e hora das provas; opção de língua estrangeira, atendimento especializado e/ou específico (se solicitado); além do local de prova com endereço completo da instituição, incluindo bloco e sala. Isso porque, durante o período de inscrições, os participantes podem apenas escolher o município em que farão o Enem, cabendo aos organizadores decidirem a localidade exata de aplicação.

A recomendação do Inep, é que o candidato leve o cartão de confirmação, nos dois dias de Enem. Que acontecem nos dias 4 e 11 de novembro. Este ano, pouco mais de 5 milhões, 513 mil pessoas se inscreveram. Desses, 307 mil 317 são de Pernambuco, sexto estado com mais candidatos.


terça-feira, 16 de outubro de 2018

POLÍCIA FEDERAL INDICIA TEMER E MAIS 10 EM INQUÉRITO SOBRE DECRETO DOS PORTOS

Entre os indiciados, estão o presidente, Michel Temer (na foto) e a sua filha,
Maristela Alan Santos / PR / Divulgação

A Polícia Federal indiciou o presidente da República, Michel Temer, e mais dez pessoas por corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa, no inquérito sobre o decreto dos portos.  lém disso, a PF também pediu a prisão do coronel Lima e de mais três pessoas: Carlos Alberto Costa, Maria Rita Fratezi e Almir Martins Ferreira, além do bloqueio de bens de todos os indiciados.

Entre os indiciados, estão a filha do presidente, Maristela Temer, e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures.

 O ministro responsável pelo inquérito no STF, Luís Roberto Barroso, aguardará manifestação do MP para decidir sobre bloqueio de bens e pedidos de prisão, mas proibiu os alvos de pedido de prisão de deixarem o país.

No despacho, o ministro Barroso cita que, de acordo com o Relatório, "foram produzidas, no âmbito do inquérito, provas de naturezas diversas, que incluíram colaborações premiadas, depoimentos, informações bancárias, fiscais, telemáticas e extratos de telefone, laudos periciais, informações e pronunciamentos do Tribunal de Contas da União, bem como foram apurados fatos envolvendo propinas em espécie, propinas dissimuladas em doações eleitorais, pagamentos de despesas pessoais por interpostas pessoas – físicas e jurídicas –, atuação de empresas de fachada e contratos fictícios de prestação de serviços, em meio a outros".

BOLSONARO COMPARA VIOLÊNCIA DO RIO DE JANEIRO COM A DA VENEZUELA

Foto: Metropoles.com

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, visitou nesta segunda-feira o quartel do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar do Rio de Janeiro e disse que a violência na cidade só se compara com a de países em decadência como a Venezuela, e foi aplaudido por agentes da corporação após prometer ser um deles no poder, se eleito.

O ex-capitão do Exército, que ainda está sob restrição dos médicos para atos de campanha em consequência de facada sofrida no mês passado em Juiz de Fora (MG), fez um breve discurso a membros do Bope no quartel do batalhão na zona sul do Rio de Janeiro, que teve um vídeo divulgado na conta oficial do candidato no Twitter.

Bolsonaro disse ainda que vai trabalhar para mudar a legislação de forma a garantir que os agentes das forças de segurança tenham “paz para trabalhar” por meio de um excludente de ilicitude. O candidato entrou e saiu do quartel do Bope sem conceder entrevistas aos jornalistas que o aguardavam do lado de fora.

A primeira pesquisa do instituto Datafolha para o segundo turno mostrou o presidenciável do PSL com 58 por cento dos votos válidos, contra 42 por cento de Haddad. A votação decisiva ocorrerá em 28 de outubro.

HADDAD AFIRMA QUE É PRECISO FAZER UM GOVERNO MIAS AMPLO, NÃO DE UM SÓ PARTIDO

Foto: Eshoje

O candidato do PT à presidência, Fernando Haddad, afirmou que a situação do país é tão grave que seu governo terá que ser muito mais amplo que o PT e abranger várias forças democráticas do país. Ele afirmou em entrevista à rádio Capital de São Paulo que neste momento de risco a democracia, não há condições de fazer um governo de um partido, é necessário um governo “ o mais amplo possível para conter as forças do atraso. ”

O petista acrescentou ainda que está aberto a todas as forças políticas que defendem a democracia e que acredita que todos “que têm responsabilidade com o país” não querem o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, seu rival no segundo turno, na Presidência da República.
A campanha de Haddad tem tentado atrair apoios para uma frente contra Bolsonaro e, até agora, conseguiu aglutinar apenas o PSOL e o PSB com apoios firmes e o PDT, que declarou um “apoio crítico” e não tem participado da campanha. Haddad também conseguiu a adesão de um grupo de integrantes do PSDB, da corrente “Esquerda para Valer”, mas até agora não conversou com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso que, em entrevista no final de semana, disse haver uma “porta” para Haddad.

O petista foi mais uma vez questionado sobre o que a população poderia esperar de diferente de mais um governo petista, e afirmou que existe a necessidade sim de admitir erros, mas não de colocar fora tudo que foi feito de bom.

HORÁRIO DE VERÃO NÃO SERÁ MAIS DEPOIS DO ENEM

Foto: Farol News

A assessoria de imprensa do Palácio do Planalto, informou que o presidente Michel Temer decidiu manter o início do horário de verão para o dia 4 de novembro, quando os relógios serão adiantados em uma hora em parte do País. Nenhuma justificativa foi apresentada.

Podemos lembrar que esse assunto vem sendo tratado desde o início do mês, quando o Governo anunciou que adiaria o horário de verão para o dia 18 de novembro a fim de atender a um pedido do Ministério da Educação por causa da realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que acontece nos dois primeiros domingos de novembro - 4 e 11. O MEC argumentou que candidatos podem perder o exame com a alteração do horário no mesmo dia da mudança dos relógios.

Desde então, o Governo passou a ser pressionado a retomar a data original principalmente pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), que representa as maiores empresas áreas do Brasil. A entidade argumentou que a mudança poderia afetar cerca de 42 mil voos. Um eventual adiamento para o dia 18 representaria a segunda mudança de data do horário de verão. A primeira por causa do segundo turno das eleições, que acontece no dia 28 desse mês.

AQUI AGORA: AOS 78 ANOS MORRE O JORNALISTA GIL GOMES, EM SÃO PAULO

Foto: Divulgação TV

O jornalista Gil Gomes morreu na manhã desta terça-feira (16/10), em São Paulo, após uma série de complicações de saúde. De acordo com informações do programa Balanço Geral, o comunicador de 78 anos estava internado e perdeu muito a vitalidade e as forças. Ele contava apenas com o apoio da família. Ainda não há informações sobre o velório e o sepultamento dele.

Uma das últimas aparições do profissional foi no programa Domingo Show, da Rede Record. O radialista sofria com o mal de Parkinson. Em uma declaração de 2016, quando voltou ao trabalho depois de 11 anos fora das telinhas, ele chegou a revelar que estava sofrendo. “Passei os últimos anos sentado em uma poltrona, esperando a morte, mas agora voltei e estou feliz”, contou ao programa Sensacional, da RedeTV, naquele ano.

Especialista em jornalismo policial no rádio, Gil Gomes disse em entrevistas que chegou a ser preso mais de 30 vezes durante o regime militar. “Terminava o programa e a viatura da Polícia Federal vinha me buscar”, contou.

RÁDIO E JORNALISMO POLICIAL

Paulistano nascido e criado na Mooca, Gil Gomes nasceu em 13 de junho de 1940. Além de jornalista era radialista e bacharel em Direito. Na juventude, ele sofria de gagueira e, para superar o problema, tentava imitar os locutores esportivos que ouvia pelo rádio. O método funcionou graças à própria força de vontade. Foi então convidado a ser locutor nas quermesses da igreja, quando descobriu que a comunicação era sua vocação. Abandonou assim a ideia de ser médico, como desejava o pai.

Na televisão, ele se destacou e foi bastante reconhecido pelo programa e pelo bordão ‘Aqui Agora’. O jornal diário era bastante popular no formato e na linguagem, onde Gil aparecia ao lado de Sônia Abrão, Celso Russomanno, Jacinto Figueira Júnior (o homem do sapato branco), Wagner Montes, entre outros.

No Aqui Agora, ele dava ênfase a reportagens sobre acidentes graves e crimes, onde teve um papel destacado: foi onde aprimorou o visual, a voz e o gestual que caíram no gosto do grande público e serviram de inspiração para os imitadores dos programas de humor.

Em 2005, o comunicador afastou-se de alguns familiares, dos amigos e da profissão que tanto amava. Os quase 50 anos de carreira foram encerrados pelo mal de Parkinson.

EM EVENTO DO PT, IRMÃO DE CIRO GOMES CRITICA LULA, CHAMA PETISTAS DE ‘BABACAS’ E DIZ QUE PARTIDO VAI PERDER FEIO A ELEIÇÃO


Foto: Divulgação
O irmão do candidato derrotado a presidente Ciro Gomes (PDT) e senador recém-eleito pelo Ceará, Cid Gomes (PDT), discutiu com manifestantes durante ato de lançamento da campanha de Fernando Haddad (PT), em Fortaleza, na noite desta segunda-feira (15). Ele disse que o PT vai "perder feio a eleição", e que isso é merecido pelos erros cometidos pelo partido à frente da Presidência.
"Tem que fazer um mea-culpa, tem pedir desculpa, ter humildade e reconhecer que fizeram muita besteira, é assim", disse, sendo xingado por um dos participantes.
"Pois tu vai perder a eleição, não admite o mea-culpa. Os erros que cometeram é para perder a eleição (...) porque fizeram muita besteira, porque aparelharam as repartições públicas, porque acharam que eram dono de um país, e o Brasil não aceita ter dono, é um país democrático", afirmou, sob vaias do público. 
Antes de se irritar com os militantes presentes ao hotel de luxo, Cid chegou a falar ao público e foi bastante aplaudido ao elogiar Haddad e dizer que vota nele "com muito prazer." O problema do irmão de Ciro Gomes com a plateia começou a ocorrer quando ele cobrou um pedido de desculpas do partido e reconhecimento pelos erros cometidos na Presidência.
Cid Gomes foi convidado para ser o primeiro a falar, mas acabou se irritando e "culpou" o PT pelo sucesso de Jair Bolsonaro (PSL)
"Quem criou Bolsonaro foram essas figuras, que se acham donos da verdade, que acham que podem fazer tudo, que acham que os fins justificam os meios. Muito bem, eu me calo numa boa. Não sei porque me pediram para falar antes", disse,
Após essa fala, a plateia puxou o tradicional grito de olê, olê, ole, olá, Lula, Lula. Nesse momento, Cid voltou a atacar um dos participantes do ato. "O Lula tá preso, babaca. E vai fazer o quê? Babaca, babaca! Isso é o PT, e o PT desse jeito merece perder, só pra rimar. É esse sentimento que vai perder a eleição", concluiu.


segunda-feira, 15 de outubro de 2018

PRIMEIRA PESQUISA IBOPE NO SEGUNDO TURNO: BOLSONARO LIDERANDO COM 59%. HADDAD TEM 41%

Arte: UOL

O Ibope divulgou nesta segunda, 15 de outubro (15/10), o resultado da primeira pesquisa do segundo turno das Eleições 2018, contratada pelo Jornal O Estado de S. Paulo e pela TV Globo. O resultado aponta Jair Bolsonaro (PSL) na liderança com 59% e Fernando Haddad (PT) com 41% dos votos válidos. A divulgação das pesquisas do 2º turno teve início no último dia 9 de outubro. O novo resultado revela tendência de alta nas intenções de votos do capitão da reserva, enquanto o petista não cresceu.

A pesquisa tem nível de confiança de 95% e conversou com cerca de 2.506 eleitores. A margem máxima de erros é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O registro da pesquisa solicitada pode ser encontrado no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pelo número de identificação BR-01112/2018.

No último levantamento feito pelo Ibope para o primeiro turno do processo eleitoral, Bolsonaro estava com 41% enquanto que Haddad com 25% dos votos válidos. A probabilidade de acertos dos resultados é de 95%. Já na primeira pesquisa do Datafolha para o 2º turno, divulgada na última quarta-feira, 10, Bolsonaro aparece com 58% e Haddad com 42%, dos votos válidos. Nos votos totais, Bolsonaro lidera com 59% e Haddad ficando com 36%.

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

SENADORA DEFENDE QUE HADDAD RENUNCIE À CAMPANHA, PARA DAR VEZ A CIRO GOMES

Foto: IstoÉ

Na última quarta-feira (10), a senadora Kátia Abreu (PDT-TO) defendeu, que o candidato do PT Fernando Haddad renuncie à campanha presidencial nas eleições 2018 "em nome da democracia".

A proposta de Kátia Abreu se baseia no artigo 77 da Constituição Federal, que no inciso 4º diz que "se, antes de realizado o segundo turno, ocorrer morte, desistência ou impedimento legal de candidato, convocar-se-á, dentre os remanescentes, o de maior votação". O objetivo é que Haddad dê espaço à Ciro Gomes no segundo turno, já que ele é o único que pode vencer Jair Bolsonaro (PSL).

Kátia Abreu disse também que não fará campanha para Haddad, apesar da decisão do partido de optar pelo "apoio crítico". "PDT só deu apoio crítico ao PT para não dar uma de Pôncio Pilatos, para não lavar as mãos diante da ameaça e fascismo que a outra candidatura representa. O PT que tinha uma causa lá atrás não existe mais, não vale a pena defender." A senadora afirmou ainda irá votar em "branco" ou "nulo" em 28 de outubro.

INSCRIÇÕES DO PROJETO PREPARANDO O FUTURO FORAM PRORROGADAS

Foto: Blog do Carlos Eugênio

Agora as inscrições estão sendo realizadas até a próxima quinta-feira, dia 18 de outubro. Para se inscrever, basta se dirigir a sede da Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer, que fica localizada no Parque Euclides Dourado e funciona das 8 às 14h, munido de cópias da Identidade; do CPF; do comprovante de residência e da Declaração Escolar de que está cursando o 3º ano ou o Certificado de Conclusão do Ensino Médio em Escola Pública, bem como do comprovante de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM 2018).

A ação vai disponibilizar, gratuitamente aulas para Jovens de Garanhuns, visando a preparação final para o ENEM 2018 oferta aulas semanais em dois sábados, nas disciplinas de Redação, Língua Portuguesa, Química e Física.

As atividades serão ministradas pelos professores Erivaldo Pinheiro (Português); Bruno Fernandes (Química); Joyce Cardoso (Redação) e Mário Bernardino (Física), todos que integram os quadros do Ensino Médio do Colégio Diocesano de Garanhuns.

As aulas acontecerão nos próximos dias 20 e 27 de outubro, das 14 às 18h, no Colégio Diocesano.

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

SIVALDO ALBINO DO PSB PODE HERDAR VAGA DE JOEL DA HARPA

Sivaldo entre a Gerente da GRE, Professora Adelma Elias e o Reitor da
UPE, Pedro Falcão. Foto: Blog do Anchieta

Segundo o blog do Edmar Lyra, na eventualidade dos votos do deputado estadual Joel da Harpa serem anulados, o recálculo das vagas seria realizado e o quociente eleitoral que foi de 92.070 seria diminuído para 91.121.

Na redistribuição de sobras, a coligação que ficaria com a maior sobra pra eleger um deputado seria a Frente Popular, pois ficaria com um quociente de 80.167, enquanto as demais coligações ficariam com números menores pra eleger outro deputado na sobra.

Portanto, Sivaldo Albino, que obteve 18.256 votos pelo PSB seria o décimo sexto eleito pela Frente Popular e a coligação liderada pelo PP ficaria com apenas 12 deputados.

PRIMEIRA PESQUISA: BOLSONARO, 54% . HADDAD, 46%

Os presenciáveis Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT)
Foto: Arte/Pleno.News

A primeira pesquisa eleitoral do segundo turno foi realizada pela consultoria Ideia Big Data e divulgada nesta quarta-feira (10). No levantamento, que foi encomendado pela Revista Veja, o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, aparece com 54% dos votos válidos e Fernando Haddad (PT) aparece com 46%.

Foram ouvidos 2.036 eleitores em todos os estados do Brasil entre os dias 8 e 10 de outubro.. O registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi feito com o número BR-09687/2018.

No total, Jair Bolsonaro tem 48% das intenções de votos. Fernando Haddad possui 41%. Brancos e nulos estão com 7%. Já os indecisos se encontram em 4%. A margem de erro é de 2,67 pontos percentuais.

VAI CONFUNDIR ELEITORES: NOVA MARCA DE HADDAD REDUZ LULA E COR VERMELHA NAS PEÇAS DA CAMPANHA

Uma nova versão do logotipo da campanha do candidato a presidente do PT, Fernando Haddad, já começou a ser usado por membros de sua equipe. A principal diferença é a ausência do nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).
Antes, aparecia a expressão "Haddad é Lula" e o nome da candidata a vice, Manuela D'Ávila (PCdoB), em menor escala. Com a ausência de Lula, Haddad vira o destaque da marca com o nome de Manuela em dimensão maior na comparação com a versão anterior.
A nova marca também perdeu a cor vermelha e ganhou tonalidades da bandeira brasileira, em azul, verde e amarelo. A semelhança entre as duas versões é a estrela saindo da letra A do nome de Haddad, que está junto a uma forma que lembra a faixa presidencial.
A mudança ainda não aparece nas redes sociais e na campanha do petista, mas acontece após o ex-presidente Lula ter pedido para que Haddad deixe de visitá-lo nas próximas semanas para se concentrar na campanha.
Nova imagem da campanha, no segundo turno, não traz mais imagem de Lula
(Foto: Divulgação)
Ao longo dos últimos dias, porém, petistas têm negado que haja uma tentativa de desvincular Haddad de Lula para conquistar os votos do antilulismo.
Na terça-feira (9), o senador eleito Jaques Wagner, que passou a integrar a equipe de campanha de Lula, disse que "não tem desvinculação" e que o projeto político é o mesmo. "Só que agora as pessoas querem saber mais da personalidade do próprio candidato. Então, é essa tarefa que a gente tem agora. Mostrar quem é o professor Haddad, o pai de família, o tocador de violão, o homem que é faixa preta de taekwondo. É só uma questão de mudança."

A decisão pela troca do logotipo foi decidida em reunião nesta quarta-feira (10) entre membros da coordenação de campanha de Haddad. Eles estiveram reunidos na manhã desta quarta no diretório nacional do partido, no centro de São Paulo. A troca de logotipo deve acontecer ao longo do dia.

AUGUSTO HELENO DIZ QUE GOVERNO DE BOLSONARO DEVE TER HUMILDADE DURANTE CAMPANHA ELEITORAL

Foto: Estadão

Um dos principais integrantes do núcleo duro da equipe do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), o general Augusto Heleno disse ontem que, a despeito do clima de favoritismo, é preciso manter o foco na campanha. A euforia na equipe e entre os apoiadores do capitão reformado, reforçada pelos índices positivos da Bolsa e pela queda do dólar, ocorre por dois motivos. O primeiro é mais óbvio, dado o resultado francamente favorável ao deputado federal, que obteve 46,06% dos votos válidos no último domingo. O segundo, é a baixa capacidade de reação entre os petistas, principalmente em relação ao anúncio de integrantes da equipe econômica de um eventual governo a partir do próximo ano.

Parte da equipe, formada pelos filhos de Bolsonaro e políticos do PSL, começa a definir o tom do programa eleitoral com marqueteiros consultados. Os primeiros nomes do time econômico e de postos-chaves, como o do Itamaraty, começam a ser sondados, inclusive com menor valor do ponto de vista orçamentário, mas não menos importante em relação à visibilidade, como o do Turismo.

A principal cadeira do Itamaraty, segundo o Correio apurou, deve ser ocupada pelo embaixador do Brasil em Seul, Luís Henrique Sobreira Lopes, ministro de primeira classe do Ministério das Relações Exteriores. Outro cotado seria o diplomata Ernesto Fraga Araújo. Diretor do Departamento de Estados Unidos, Canadá e Assuntos do Itamaraty, ele havia enviado à cúpula da campanha de Bolsonaro um artigo sobre Trump e o Ocidente, que deixou os responsáveis pelo programa de governo e análises bem impressionados.

Outro cotado é o empresário Roberto Medina, que ficaria responsável pela Secretaria de Turismo, vinculada ao Ministério de Indústria e Comércio num eventual governo Bolsonaro. Em recente entrevista à Rádio Jovem Pan, Bolsonaro disse que busca um nome que tenha autoridade para comandar o Ministério da Educação. “Estou procurando alguém para ser ministro da Educação que tenha autoridade, que expulse a filosofia de Paulo Freire, que mude os currículos escolares”, disse. E concluiu: “Para aprender química, matemática, português, e não sexo”. Completou.

PAPA FRANCISCO COMPARA REALIZAÇÃO DE ABORTO COM MATADOR DE ALUGUEL

Foto: Convento da Penha 

Na última quarta-feira, durante a audiência geral semanal do líder da Igreja Católica, celebrada na Praça São Pedro, no Vaticano, o Papa Francisco fez um novo apelo contra a interrupção da gravidez, afirmando que realizar um aborto é como contratar um "sicário", termo que significa matador de aluguel. Segundo o Pontífice, a "supressão da vida humana no ventre materno em nome da salvaguarda de outros direitos" é uma abordagem "contraditória".

"Como pode ser terapêutico, civil ou simplesmente humano um ato que suprime a vida inocente em seu desabrochar? Eu lhes pergunto: é justo tirar uma vida humana para resolver um problema? É como contratar um sicário", disse. O Papa ainda acrescentou que "a violência e a recusa da vida" nascem do "medo".

"Pensemos, por exemplo, em quando se descobre que uma vida nascente é portadora de deficiências. Os pais, nesses casos dramáticos, precisam de verdadeira solidariedade para enfrentar a realidade superando medos compreensíveis. Em vez disso, no entanto, recebem apressados conselhos para interromper a gravidez", completou.

INSCRIÇÕES PARA O VESTIBULAR IFPE COMEÇAM NESTA SEGUNDA-FEIRA (15)

Foto: Central de Notícias

Começam na próxima segunda-feira, dia 15, as inscrições para o vestibular do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE). São ofertadas 4.538 vagas. Desse total 2.222 são destinadas aos cursos técnicos subsequentes, ou seja, para quem já tem ensino médio e fará apenas a formação técnica. Há ainda 1.467 vagas para cursos técnicos integrados (Aqueles vão cursar ensino médio e técnico ao mesmo tempo) e 809 para cursos superiores. Além de 40 vagas para a modalidade Proeja.

São 65 cursos oferecidos neste vestibular, distribuídos nas 16 unidades acadêmicas em: Abreu e Lima, Afogados da Ingazeira, Barreiros, Belo Jardim, Cabo de Santo Agostinho, Caruaru, Garanhuns, Igarassu, e Ipojuca, além de Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Palmares, Paulista, Pesqueira, Recife e Vitória de Santo Antão.

A novidade desse vestibular é a ampliação da concessão de gratuidade para participar da seleção. A partir deste ano, poderão requerer a isenção candidatos indígenas, quilombolas e ou que estão passando por alguma situação de calamidade pública.

Deixando claro que a isenção continua sendo disponibilizada para candidatos com renda per capita inferior ou igual a 1,5 salário mínimo e meio que tenham cursado todo o ensino médio (ou que estejam no último ano) em escola pública ou como bolsistas integrais em escolas privadas. O mesmo vale para aqueles que concluíram ou estão concluindo o ensino fundamental. O benefício é concedido também para egressos dos programas Mulheres Mil e PROIFPE Acesso.

Os interessados devem requerer a isenção entre os dias 15 e 25 de outubro, através do portal do IFPE. Os documentos comprobatórios deverão ser entregues no campus em que cada candidato pretende concorrer à vaga, entre os dias 22 e 26 de outubro. A lista dos contemplados sai no dia 10 de novembro.

As inscrições para o vestibular seguem até o dia 12 de novembro e devem ser feitas também no site da comissão organizadora do processo seletivo. As provas serão realizadas no dia 16 de dezembro.