terça-feira, 28 de novembro de 2017

GARANHUNS FAZ BONITO EM CAMPEONATO BRASILEIRO DE JUDÔ E CONQUISTA DIVERSAS MEDALHAS

Atletas de Garanhuns fizeram bonito no brasileiro de judô realizado na Arena Pernambuco

Atletas da Associação Carlos Tevano de Judô ( ACT), participaram esse fim de semana do campeonato brasileiro de judô que ocorreu na Arena Pernambuco em São Lourenço da Mata, e fez bonito, 17 medalhas no total, sendo : 10 de ouro, 02 de prata e 05 de bronze.O número de atletas de Garanhuns participantes da competição foi de 17, sendo que apenas um não conseguiu classificação, um outro competiu em 2  categorias, ganhando em ambas.

E, o resultado foi mais expressivo ainda quando se computa as outras associações afiliadas a ACT espalhadas em 10 cidades da região.Ou seja, participaram ao todo 81 atletas com saldo de 53 medalhas conquistadas, sendo 27 de ouro.



Mestre Sensei Carlos Tevano ao lado da assessoria da ACT- Sandra Carvalho 
O Sensei Carlos Tevano, é assim que os seus alunos o tratam, pois essa palavra japonesa tem o significado de tratamento honroso com respeito ao mestre que tanto fez e faz para o judô não só de Garanhuns , mas também do estado, e que há décadas passa seus conhecimentos do caminho suave introduzido pelo japonês Jigoro Kano e que se espalhou mundo afora.




É, bem verdade que os principais objetivos dessa arte marcial são : fortalecer o físico,a mente e o espírito, mas eu ouso acrescentar ainda que a união desses princípios é uma arma boa de inclusão social que todo governo tem para afastar nossos jovens das ruas e consequentemente afastado de uma futura vida criminosa.
Pois se o pequeno praticante não se tornar um campeão nos tatames, mas com certeza crescerá um cidadão com dignidade e que através do esporte no mínimo aprenderá a respeitar o espaço dos outros, e se tornará um cidadão melhor com a disciplina que este esporte ensina e educa através do conhecimento espiritual,controle da mente e respeito ao adversário.


Então estão de parabéns o abnegado Mestre Sensei Carlos Tevano que é um lutador literalmente, pois mesmo sem apoio de uma prefeitura que tem verbas destinadas ao esporte, mas talvez por disputas politicas tolas, não dá o aporte financeiro do qual os atletas precisam, afinal de contas é a bandeira de Garanhuns que foi hasteada 10 vezes na Arena Pernambuco, e finalmente aos 17 atletas de Garanhuns que com muita luta conseguiram seu lugar no pódio honrado uma escola de bons judocas que Garanhuns sempre teve.Lembrando que essas despesas foram custeadas por amigos, pais e pequenos apoiadores e família dos atletas.


EIS OS CAMPEÕES BRASILEIROS :


CAMPEÕES BRASILEIROS: (OURO)

Carlos Tevano Filho
Julia Maria Holanda
Marcos Vinícius Costa
Marina Bonifácio 
Marcílio Emanuel
Mayanne Vitória 
Larissa de Araújo 
Charles Gabriel Carvalho 
Carlos Magno Donato
Carlos Tevano Amaral


VICE CAMPEÕES: (PRATA)

Rafael D'LUCCA Amaral
Carlos Magno Donato 


TERCEIROS COLOCADOS (BRONZE)

Miguel Arcanjo Amaral 
Pedro Watanabe
Brenna Carolina 
Júlio César Vilela (Absoluto)
Dilermando Brasileiro (Absoluto)


5° COLOCADO 

Emerson Eduardo Vila Nova



Por Jornalista Marcos Antônio

PROJETO DE LEI ENVIADO À CÂMARA DE VEREADORES PRETENDE PRIVATIZAR CEAGA

Foto: VeC Garanhuns
Depois da polêmica sobre o Projeto de Lei que proíbe a inclusão de Ideologia de gêneros nas escolas, agora está circulando pela câmara de vereadores de Garanhuns um projeto de lei onde o Serviço Público da Central de Abastecimento de Garanhuns (CEAGA) mude para a Iniciativa Privada.

Uma mensagem enviada aos vereadores, diz que o objetivo dessa mudança é modernizar, requalificar, administrar, manter e explorar comercialmente as áreas e serviços do local.

De acordo com o projeto, a Empresa que assumir a CEAGA, será responsável pelas contratações de funcionários, bem como arcará com as responsabilidades trabalhistas. A concessão trará ainda benefícios ao município, já que a prefeitura deixará de arcar com os custos da manutenção e organização da Central de Abastecimento, ainda de acordo com o projeto.

O assunto já vem repercutindo entre os comerciantes e trazendo polêmica entre eles, mas a expectativa é que a câmara realize audiências públicas e reuniões para que o tema seja discutido com a sociedade local.


Leia abaixo o que diz no projeto:

NOVOS CÁLCULOS DO VALOR DAS APRESENTAÇÕES DE ANA CAROLINA E CAPITAL INICIAL, NO FIG 2015, SÃO SOLICITADOS PELO MPPE

Através da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Garanhuns, o Ministério Público convocou a secretária de cultura, do ano de 2015, ano em que houveram os shows de Capital Inicial e Ana Carolina, Cirlene Leite para uma nova audiência ministerial, tendo em vista a exclusão do processo, o áudio e os e-mails que foram anexados como provas pelos então vereadores: Cláudio Taveira, Nelma Carvalho, Paulo Leal e Sivaldo Albino, que na época da denúncia, faziam parte da Bancada de Oposição ao Governo do Prefeito Izaías Régis (PTB).

Depois que os áudios e e-mails foram retirados do processo, o Ministério Público pediu ao CAT Contábil (Assessoria Contábil Especializada), que refizesse os cálculos do valor de mercado dos shows, excluindo os constantes das propostas dos e-mails.

Foto: G1
Relembrando o caso: A denúncia aconteceu em agosto de 2015, quando os parlamentares registraram que, de acordo com orçamentos enviados pelos escritórios de Ana Carolina e de Capital Inicial, pode ter acontecido um superfaturamento em torno de R$ 100 mil na contratação dos artistas. O Governo Municipal também se pronunciou no período da denúncia e negou as irregularidades, apresentando uma documentação, que segundo a prefeitura, justificaria os investimentos de R$ 457 mil nas contratações das duas atrações do FIG 2015.

Em junho deste ano, o MPPE chegou a conclusão, a partir de relatório técnico, tendo como base a média dos valores de shows realizados no ano de 2015 pelas atrações, que ocorreram pagamentos acima do valor de mercado no montante de R$ 139.545,25. Para chegar a essa posição, os analistas levaram em consideração, também, as informações constantes nos e-mails e no áudio apresentados pelos Vereadores denunciantes, que agora foram desconsiderados do processo.


A ex-secretária voltará a ser ouvida pelo Ministério Público no dia 5 de dezembro.