segunda-feira, 16 de outubro de 2017

GOLEIRO MORRE AO SE CHOCAR COM JOGADOR DO PRÓPRIO TIME

Crédito: Reprodução / Onefootball)
Choirul Huda, goleiro e ídolo do Persela Lamongan da Indonésia, morreu após se chocar contra um jogador do seu próprio time. O goleiro que defendia o Persela desde 1999 correu para rebater a bola, em lance dentro da área, e colidiu contra o brasileiro Ramon Rodrigues, que tentava afastar a bola do gol. 
Apesar do lance normal de jogo, o goleiro precisou de um rápido atendimento dentro de campo, com o jogo sendo paralisado imediatamente. A partida, transmitida ao vivo pela "TV One" que captou as imagens do choque. 
Huda chegou a levantar a cabeça após o choque, mas levou as mãos à boca e novamente caiu no gramado. Os paramédicos correram para colocá-lo em uma maca e levá-lo ao hospital de ambulância.
De acordo com um dos paramédicos, o arqueiro de 38 anos estava consciente e reclamava de dores no peito, mas a caminho da unidade de saúde acabou desmaiando, entrando em situação crítica. 
No Hospital Regional Geral de Lamongan, Huda recebeu os cuidados médicos, mas não resistiu. Ele foi declarado morto por volta de 17h (8h no horário de Brasília). Após o apito final, vários jogadores das duas equipes seguiram para o hospital, mas pouco depois o técnico Aji Santoso confirmou a morte que segundo o médico responsável, ocorreu em decorrência de traumas na cabeça e no pesçoco. 
"A morte de Choirul Huda nos afetou com força", destacou o treinador. O clube decretou luto e homenageou o jogador no Twitter.

POLÍCIA FEDERAL FAZ BUSCAS NA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Foto: Marcelo Jorge/Falando com o Agreste
A Polícia Federal faz buscas na Câmara nesta segunda-feira, 16. O alvo é o gabinete do deputado Lucio Vieira Lima (PMDB-BA), irmão do ex-ministro Geddel Vieira Lima.

A ação ocorre por ordem do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF). O pedido é da Procuradoria-Geral da República, que investiga a ligação do parlamentar com os R$ 51 milhões – R$ 42.643.500,00 e US$ 2.688.000,00 – encontrados, no início de setembro, em um apartamento em Salvador na Operação Tesouro Perdido.