quarta-feira, 4 de outubro de 2017

POLICIA COMEÇA A DIVULGAR NOMES DE PRESOS NA OPERAÇÃO " GARANHUNS VERDE ", DEFLAGRADA ONTEM

Presos pela Polícia Civil ontem na operação Garanhuns Verde - Foto Jornal Imprensa

A Polícia divulgou na manha desta quarta-feira,04, alguns nomes de pessoas que foram presas na operação denominada " Garanhuns Verde", que foi deflagrada ontem e cumpriu 26 mandados de prisão preventiva e 23 de busca e apreensão domiciliar.Segundo o chefe de Polícia Civil Joselito Kehle, as ações na região eram realizadas por três organizações criminosas diferentes, mas que atuavam juntas.

Os nomes divulgados hoje foram : 

Thiago da Silva Araçá 
Edgar Marques da Silva
Helder Marcílio Lopes ( O Advogado)
Antônio Jussimar Azevêdo
José Luciano da Silva Nascimento
Mauricio Balbino
Emerson da Silva ( O painho)
Demário Barbos dos Santos
José Antônio da Silva ( O Tonho do posto)
Giovana Lopes Vicente
José Rivaldo Gomes da Silva ( Neno)
Laiana Naiara Pinheiro dos Santos lima
Amanda Maria Santos Melo
Milena dos Santos Melo
Gonçalo Soares de Melo ( O coroa )
Cristiano de Souza Silva ( Perneta)
Cícero dos Santos Camilo ( Ciço Grude, esse foi preso na operação Sem Fronteiras e solto agora a pouco) e um menor idade com as iniciais A.L.C.L



Ainda segundo a polícia, o grupo é suspeito de homicídios, tráfico de drogas, associação para o tráfico, organização criminosa, roubo, adulteração de sinais identificadores de veículo automotor e receptação.A Polícia usou um efetivo de 158 policiais civis e 30 policiais militares.

Além dessas prisões foram apreendidos com os acusados R$ 7 mil em dinheiro,cinco quilos de crack,um quilo de cocaína,oito armas, quatro veículos e 30 placas de veículos.

Essas investigações foram realizadas pela 22 ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns com  a cooperação da 18ª Delegacia Seccional da cidade e assessoria do Núcleo de Inteligência da Polícia Cível no agreste, supervisionadas pela chefia da Polícia Civil.

Por Marcos Antônio 





ABSURDO : MAIS UMA MALANDRAGEM BRASILEIRA,PROJETO PRETENDE PERDOAR LADRÃO QUE DEVOLVER O QUE FOI ROUBADO

Sem alarde, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou substitutivo ao projeto 513/13, que pode abrir caminho para a impunidade de políticos envolvidos na Lava Jato, por exemplo. O projeto original foi assinado por Renan Calheiros (PMDB-AL), mas o substitutivo aprovado é do aliado Jader Barbalho (PMDB-PA) e dificulta a denúncia pelo Ministério Público de quem devolver o que surrupiou. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
O projeto beneficia acusado de crime sem violência contra a pessoa, o que incluirá políticos corruptos, em geral pessoas de “fino trato”.
Políticos serão beneficiados, avalia experiente magistrado, porque, “via de regra, corruptos são primários, boa conduta social, residência fixa”...
O projeto prevê: quem meter a mão no alheio, vive na maciota até ser pego. Mas é só devolver o que foi descoberto e ganha o perdão legal.
O presidente do Senado, Eunício Oliveira, já avisou: o projeto só vai à votação no plenário a pedido dos líderes partidários. Por escrito.