terça-feira, 5 de setembro de 2017

ATLETAS DO SETE DE SETEMBRO SE PREPARAM PARA AMISTOSO CONTRA O TIMBU

Foto: Gabrielle Sadi
O clube Sete de Setembro está de volta e para comemorar esse retorno e também os 67 anos de fundação da equipe, acontece nesta quinta-feira (07), dois amistosos no Estádio Gigante do Agreste, contra o Náutico. O primeiro jogo acontece às 14 horas pela categoria sub-17. A partir das 15 horas e 30, o segundo jogo contra o timbu será pela categoria sub-20. De acordo com o coordenador técnico, em entrevista ao programa Falando com o Agreste, esse amistoso também servirá para preparar e montar o time que disputará o Campeonato Pernambucano da Série A2, marcado para começar no dia 17 de setembro.

Desde que o time se reergueu, os atletas vêm treinando e se preparando fisicamente para os jogos. Nesta terça-feira (05), eles treinaram na cidade de Canhotinho, para poupar o gramado do Gigante, que está em preparação. Sob o comando do técnico Javier Diaz, o trabalho foi, principalmente, de bolas paradas e jogadas ensaiadas. Já nesta quarta-feira (06), o treino acontecerá no estádio Gigante do Agreste, a partir das 9h e será aberto ao público.

Os ingressos, no valor de R$ 5,00 estão à venda, até amanhã, no estádio e na Padaria Novo Paladar, localizada na Avenida Duque de Caxias. Na quinta-feira (7), dia do amistoso, a venda acontecerá apenas no estádio.

NOVAS CONTRATAÇÕES

Renato Maceió - Foto: Jornal Diário
Nesta quarta-feira (6), o clube vai apresentar oficialmente, através de uma coletiva de imprensa, mais dois jogadores para disputar o Pernambucano A2. O atacante Renato Maceió, que foi revelado pelo Internacional – RS, com passagens por clubes como Flamengo e Santos. Renato despertou interesse também, no início da carreira, em clubes como Barcelona e Real Madrid. 

Já a segunda contratação é o meia-atacante, Diogo Capela que passou pelo Remo, CRB, Campinense, Vitória da Conquista, entre outros times.

A coletiva, será aberta ao público e acontecerá no estádio 'Gigante Agreste', às 08 horas, antes do último treino da equipe, para o amistoso. 

Diogo Capela - Foto: Bruno Fernandes/Assessoria URT

MAIS UM SECRETÁRIO MUNICIPAL DEIXA O CARGO, EM GARANHUNS

Evilson (no centro, de óculos), deixa Governo - Foto: Blog do Carlos Eugênio
Através de uma nota oficial, o Governo Municipal de Garanhuns, por meio do Gabinete do Prefeito, informou à imprensa sobre a saída do secretário de Planejamento e Gestão, Evilson Rodrigues Rêgo.

A nota diz que o ex-secretário Evilson Rêgo entregou ao prefeito Izaías Regis uma carta com o pedido de demissão, por motivo de saúde e dedicação a família.  A portaria, que oficializa a saída do ex-titular da pasta, foi publicada no Diário Oficial dos Municípios de Pernambuco desta terça-feira (05). O secretário-executivo de Planejamento e Gestão, Wellington Xavier, passa a responder pelas demandas da Pasta. 
Evilson é homem de extrema confiança do senador Armando Monteiro (PTB), que abonou sua indicação para a pasta, já no início do governo de Izaías.

DIRETOR DO SINPRO-PE, DIVULGA UMA NOVA NOTA A RESPEITO DA GREVE DOS PROFESSORES

Foto: Blog do Carlos Eugênio
Na última segunda-feira (04), pela manhã, o diretor do SINPRO-PE (Sindicato dos Professores de Pernambuco) divulgou uma nota sobre a decisão do TJPE em considerar a greve dos profissionais da educação, ilegal. Nesta terça-feira (05), o diretor George Sanguineto, emitiu uma outra nota orientando esses professores da rede municipal a acatarem a decisão do juiz.

Na nota, George afirmou que foram orientados pelo Departamento Jurídico do sindicato, de que os professores precisam voltar às salas de aula ainda hoje, até que o SINPRO, dentro do prazo legal, apresente resposta oficial à ação.

Ainda de acordo com o diretor, “a Prefeitura usou de má fé quando deturpou o ofício 93/2017 alegando que os professores estavam entrando em um movimento paredista. Sanguineto reafirmou ainda que a luta dos professores seguirá forte, e que precisam dar este passo atrás para chegarem à vitória definitiva”.


Abaixo você pode conferir a nota completa:

NOTA DO SINPRO

"No final de expediente da última sexta feira 1/8, o SINPRO foi notificado sobre o procedimento Ordinário 0483081-9 imputado pelo Desembargador Francisco José dos Anjos Bandeira de Mello, concedendo liminar ao Município de Garanhuns com relação a "não prestação das aulas aos alunos da Rede pública municipal às terças feiras" sob pena de multa estabelecida no valor de R$ 30.000,00 por cada dia de descumprimento.

Sabemos que, claramente, a Prefeitura usou de má fé quanto deturpou nosso ofício 93/2017 alegando que estávamos ali, entrando em um movimento paredista, quando todos sabemos que estamos apenas cumprindo a jornada que nos é paga de acordo com o projeto de lei 028/2017 aprovado pela câmara de Vereadores.

No entanto, neste momento, orientados pelo nosso departamento jurídico na pessoa de Dra. Karina, precisamos voltar para as salas de aula às terças feiras até que o SINPRO, dentro do prazo legal, apresente resposta oficial à ação .

Não há porque desanimar, este é um trâmite normal, sempre que os trabalhadores começam sua luta, o poder público consegue liminares no intuito de barrar nosso ímpeto aquilo que falávamos nas assembleias, sempre que tomamos decisões desse porte corremos os riscos da mesma. Precisamos dar este passo atrás para chegarmos à vitória definitiva. Lembrem-se, não estamos desistindo de nada, apenas acatando "momentaneamente" uma ordem judicial. Continuemos firmes na luta!"

George Sanguineto
 Diretor do SINPRO PE".

GRAVAÇÃO COMPROMETE 4 MINISTROS, E STF DEVE LIBERAR GRAVAÇÃO PUBLICAMENTE NESTA-TERÇA,05

Joesley Batista ainda cita Dilma e Ex- Ministro Cardoso ( Foto Brasil Photo Press ) Vanessa Carvalho - AFP
A gravação de quatro horas que poderá levar à anulação da delação premiada dos executivos da JBS traz menções comprometedoras a quatro ministros do Supremo Tribunal Federal.
Uma dessas menções é considerada “gravíssima” pelos procuradores – embora as demais, nas palavras de quem as ouviu, também causem embaraços aos envolvidos.
Fontes com acesso ao áudio revelaram a VEJA que os ministros são citados pelos delatores Joesley Batista e Ricardo Saud em situações que denotam “diferentes níveis de gravidade”.
Algumas são consideradas até banais, mas “ruins” para a imagem dos ministros. Mas uma delas, em especial, se destaca por enredar um dos onze ministros da corte em um episódio que parece “mais comprometedor”.
A expectativa é de que o Supremo torne a gravação pública nesta terça-feira.
Joesley e Saud se gravaram durante o processo de negociação da delação premiada com a Procuradoria. Aparentemente, estavam aprendendo a operar um dos gravadores que usariam para registrar conversas com autoridades.

O áudio, diz uma fonte, indica que ambos estavam sob efeito de álcool durante a conversa – o que, de acordo com autoridades que trabalham no caso, não elimina a necessidade de investigação sobre o teor do diálogo.