sábado, 26 de agosto de 2017

NOVO BISPO QUE ATUARÁ NO PIAUÍ, É ORDENADO EM CLIMA DE FESTA EM GARANHUNS

Padre Francisco de Assis assume bispado no Piauí
(Foto: Divulgação)
 
Com a Igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em Garanhuns tomada por centenas de fiéis e dezenas de autoridades eclesiásticas de várias partes de Pernambuco, muitos fiéis, diáconos e membros de diversas comunidades católicas da região, aconteceu na tarde desse sábado (26) a Ordenação Episcopal do padre Francisco de Assis, que deve assumir como Bispo na Diocese de Campo Maior, no estado do Piauí.

O religioso, que atuou em Garanhuns, exatamente no templo no qual recebeu agora a Ordenação,  foi escolhido para o bispado pelo Papa Francisco.


A cerimônia desse sábado foi celebrada
Dom Antonio Muniz Fernandes, Arcebispo de Maceió (AL) conduziu
a celebração - Imagem: Reprodução Info TV Web 
pelo Arcebispo de Maceió, Dom Antonio Muniz Fernandes e foram co-ordenantes os Bispos de Pesqueira, José Luiz Ferreira Salles e de Garanhuns, Dom Paulo Jackson.

Já na próxima quarta feira (30), a partir das 18 horas,  acontecerá no Piauí, na Catedral de Santo Antonio, cidade de Campo Maior, a Posse Canônica do novo bispo católico. 



Padre Francisco agradece aos presentes Imagem: Reprodução Info TV Web 
Para quem não pôde assistir ao evento religioso presencialmente, a Info TV Web (www.infotvweb.com.br) transmitiu ao vivo toda a cerimônia.

O SACERDOTE

Nascido em 05 de fevereiro de 1968, em Esperança (PB), padre Francisco de Assis foi ordenado como sacerdote dia 22 de julho de 2000, em Esperança (PB). O religioso concluiu licenciatura em filosofia, em 1994, pelo Instituo Teológico e Pastoral e bacharelado em teologia, em 1999, pelo Instituto Teológico São Paulo, com diploma pelo Instituto Santo Anselmo, de Roma.
Padre Francisco também formou-se jornalista, em 2010, pela Universidade Católica de Pernambuco. O religioso produziu programas de rádio, entre eles, o “Caminhos da Fé”, da Rádio Olinda (PE) e a publicação Dom Helder Abrindo Caminhos.

A DIOCESE

A Diocese de Campo Maior, no Estado do Piauí, foi criada no dia 12 de junho de 1975 e instalada em 1976. É dedicada a Santo Antônio, como padroeiro, e a Nossa Senhora de Fátima, como co-padroeira. Sua área geográfica é de 28.541 Km2, distribuída em 26 municípios e quatro zonais. A população é de 346.823 habitantes, com 90,3% de católicos. As maiores cidades são: Campo Maior (45.180 hab.); Barras (44.850 hab.); Altos (38.822 hab.); e José de Freitas (37.085 hab.). Esses foram os seus bispos diocesanos: Dom Abel Alonso Nuñez (falecido em 2003) e Dom Eduardo Zielski, transferido para a Diocese de São Raimundo Nonato. A sede da diocese dista 81 Km de Teresina.

Fonte: PASCOM Garanhuns/CNBB
Com informações de Márcia Marques

PRÉ CANDIDATA AO GOVERNO PELO PT, MARÍLIA ARRAES AFIRMA NO FALANDO COM O AGRESTE QUE ALIANÇA COM PSB É INCOERENTE

Foto: Divulgação
Advogada e Vereadora do Recife, Marília Arraes é a primeira neta do Ex Governador Miguel Arraes de Alencar e, portanto, prima do também ex governador Eduardo Campos.

Em 2014, Marília protagonizou um ruído dentro do PSB ao deixar a legenda e na sequencia filiar-se ao Partido dos Trabalhadores. O momento não parecia  propício, em razão das graves denúncias que rondavam o partido do presidente Lula e em razão disso o PT não conseguiu eleger sequer um deputado federal pernambucano. 

Mesmo assim, a Vereadora conseguiu obter nas eleições de 2016 mais um mandato na Câmara Municipal do Recife com a expressiva marca de 11.782 votos, sua maior votação, ficando também entre os parlamentares mais votados do PT em todo o Brasil.

Recentemente, a parlamentar vem surgindo nas pesquisas como a terceira colocada em uma provável candidatura ao Governo do Estado, ficando atrás do Senador petebista Armando Monteiro e do Governador Paulo Câmara (PSB).

Por telefone, Marília Arraes concedeu uma entrevista ao Radiojornalista Marcelo Jorge, com exclusividade para o programa ‘Falando com o Agreste’, exibido nessa sexta feira (25) pela Rádio Marano FM de Garanhuns.


Clicando no Player abaixo, o internauta ouve a íntegra desta entrevista: