quarta-feira, 28 de junho de 2017

PAULO CÂMARA TROCA SECRETÁRIO DE DEFESA SOCIAL DE PERNAMBUCO

Gioia fora do Governo Paulo Câmara
Depois de oito meses à frente da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS), Angelo Fernandes Gioia pediu desligamento do cargo nesta quarta-feira (28). De acordo com o governo do estado, ele deixou o posto alegando questões pessoais. O novo secretário escolhido pelo governador Paulo Câmara é Antônio de Pádua Vieira Cavalcanti, que ocupava a Corregedoria Geral da SDS desde janeiro deste ano.

Angelo Gioia alegou ter pedido para ser desligado do cargo para estar com a família e sai do posto com a "absoluta tranquilidade e satisfação do dever cumprido", segundo nota enviada pela Secretaria de Imprensa de Pernambuco . Assim como ele, o novo titular da SDS-PE também foi delegado da Polícia Federal (PF), atuando de 2003 até o último mês de janeiro.

Nesta quinta-feira (29), Paulo Câmara, Angelo Gioia e Antônio de Pádua participam da reunião semanal do comitê gestor do Programa Pacto Pela Vida. A cerimônia de posse acontece na sexta-feira (30), no Palácio do Campo das Princesas, no bairro de Santo Antônio, na área central do Recife.

PERFIL DO NOVO SECRETÁRIO

Antônio de Pádua assume Secretaria de Defesa Social de
Pernambuco na sexta (30) (Foto: Governo de PE/Divulgação
Natural do Recife, Antônio de Pádua nasceu em 27 de junho de 1977 e é bacharel em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Já integrou o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) como oficial de promotoria entre os anos de 2000 e 2003 e, em seguida, assumiu o cargo de delegado da PF.

No posto, ele exerceu cargos de chefia em locais como a Delegacia de Entorpecentes, na Coordenadoria de Operações de Erradicação de Maconha no Interior de Pernambuco, na Delegacia de Imigração em Pernambuco, na Delegacia de Polícia Marítima. Entre os anos de 2015 e 2016, Pádua foi chefe da regional da Interpol em Pernambuco e, entre 2016 e 2017, exerceu o mesmo cargo na Delegacia de Armas e Produtos Químicos.

CASO NÃO HAJA IMPREVISTO, CAMPEONATO PERNAMBUCANO TERMINA HOJE





E, finalmente será conhecido nesta quarta-feira,28, senão acontecer mais outro imprevisto, o campeão pernambucano de 2017.O último jogo do pernambucano foi no dia 7 de maio quando aconteceu, o primeiro jogo da final entre Sport e Salgueiro que terminou empatado em 1 x 1, na Ilha do Retiro em Recife.Por conta de um calendário apertado para o Sport que disputava quatro competições,e uma Federação Pernambucana sem força perante a CBF para remarcar uma outra data que não prejudicasse nenhuma das equipes, a data da grande final foi mudada por duas vezes.Na última data remarcada para o dia 18 de junho, o presidente do Salgueiro ficou irritado e ameaçõu que ia pôr um time reserva ou sub 20 e convocar a torcida para não ir ao estádio na final.

MAIOR PREJUDICADO

O Salgueiro, dono da melhor campanha do campeonato foi o maior prejudicado por essas mudanças.Vinha embalado, totalmente focado na final e com um clima de grande euforia por parte dos seus torcedores que viam no Salgueiro, a chance de pela primeira vez um time do interior de Pernambuco ser campeão.O time do sertão perdeu o seu principal jogador, Valdeir, negociado com um time de Portugal.

SALGUEIRO É LANTERNA DÁ SÉRIE C

Na Série C, o Salgueiro faz uma péssima campanha com apenas uma vitória, e amarga a lanterna da competição nacional.Diferentemente do pernambucano aonde foi líder absoluto do Hexagonal do Título com 23 pontos -  sete vitórias, dois empates e apenas uma derrota.Do outro lado pega um Sport embalado na série A, vindo de um empate contra o atlético mineiro em Belo Horizonte e uma vitória na Baixada Santista contra o Santos.

LUXEMBURGO PODE SER CAMPEÃO COM APENAS UM JOGO

O treinador Vanderlei Luxemburgo que não ganha um título há seis anos, pode com uma partida ser campeão pela equipe que dirige a pouco tempo.Neste jogo não haverá vantagem para os donos da casa que empataram a primeira partida com um um gol fora de casa.Quem ganhar leva. Um empate com ou sem gols a decisão vai para os pênaltis.O jogo está marcado para ás 21h:45 no Estádio Cornélio de Barros em Salgueiro.A arbitragem será de Wilton Pereira de Sampaio de Goiás.

COMO JOGAM AS EQUIPES

SALGUEIRO - 

Mondragon,Tamandaré, Ranieri,Luis Eduardo e Daniel Nazaré,Rodolfo Potiguar e Moreilândia,Toty e Dadá Belmonte (Jean Carlos),Álvaro e Willian Lira.Técnico : Evandro Guimarães. O esquema do Salgueiro costuma ser um 4-4-2.

SPORT -

Magrão, Samuel Xavier,Ronaldo Alves, Durval,Raul Prata, Rithelly, Tallyson e Everton Felipe,Diego Sousa, Lenis e André.Técnico: Vanderley Luxemburgo.O esquema 4-3-3.





Por Marcos Antônio

BANCÁRIOS DECIDEM ADERIR GREVE GERAL NESTA SEXTA-FEIRA (30)

Em uma assembleia que aconteceu na noite desta terça-feira (27), O Sindicato dos Bancários de Pernambuco decidiu aderir à greve geral programada para esta sexta-feira (30). A paralisação vai durar apenas 24h e piquetes poderão ser montados em frente às agências para evitar que bancários "furem a greve".

De acordo com o Sindicato os presentes na assembleia votaram a favor da greve. Os ativistas que convocaram a paralisação afirmam ser contra o governo do presidente Michel Temer.


Ainda de acordo com o sindicato, os caixas de autoatendimento funcionarão normalmente.

EM ENTREVISTA COLETIVA, DELEGADO DIVULGA RESULTADO DA OPERAÇÃO FORÇA NO FOCO EM GARANHUNS


Foto: Falando com o Agreste
Aconteceu na última terça-feira (27) uma coletiva de imprensa, convocada pelo delegado da 18ª Delegacia Seccional de Garanhuns, Luiz Bernardo, na intenção de esclarecer e divulgar os resultados da Operação Força no Foco, que aconteceu nos dias 21 e 22 de junho, aqui em Garanhuns. Representantes das Polícias Civil e Militar, Conselho Tutelar, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária, Guarda Municipal e Receita Federal marcaram presença.

Logo de início, o delegado afirmou que a operação não era de caráter sigiloso e que tinha como objetivo prevenir as práticas de ilícitos criminais, administrativo e repressão aos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) na região, que são homicídios e latrocínios. Sobre as prisões, Dr. Luiz Bernardo destacou que 15 pessoas foram detidas.

Com relação ao trabalho da Polícia Militar, o Major Albuquerque, destacou o sucesso das ações, e que cerca de 64 policiais em cada turno das 48h realizaram diversas blitz. Além disso, foram realizadas ações integradas em bares e restaurantes que resultou em notificações e fechamento de estabelecimentos comerciais que funcionavam irregularmente. Já o Corpo de Bombeiros fiscalizou oito estabelecimentos comerciais, sendo três deles notificados e três interditados por apresentarem irregularidades.

A Dr. Catarina, representante da Vigilância Sanitária disse que fiscalizações foram realizadas para verificação de irregularidades nos bares, similares e outros estabelecimentos comercias na cidade, com objetivo de diminuir o risco de agravo a saúde da população local. Ela afirma que oito bares foram inspecionados, desses, quatro foram interditados. Os estabelecimentos apresentavam vários tipos de irregularidades que traziam agravo a saúde, inclusive com risco de morte, uma vez que fossem ingeridos por crianças e idosos por apresentarem imunidades baixas.


Foto: Falando com o Agreste
A coletiva aconteceu no auditório da CODEAM, e ao final, o delegado parabenizou pelo trabalho de todos e afirmou que outras ações do mesmo tipo podem acontecer.

TADEU ALENCAR DECLARA-SE A FAVOR DA ABERTURA DE PROCESSO CONTRA TEMER

Membro titular da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, por onde começará a tramitar a denúncia feita pela Procuradoria Regional da República (PGR), e encaminhada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), contra o Presidente Michel Temer, o deputado federal Tadeu Alencar (PSB-PE) diz que seu voto será favorável à abertura da investigação, tanto na CCJ quanto numa provável votação no plenário da Casa.
Salientando que ao Presidente está sendo oferecido o amplo direito de defesa, Tadeu aponta que as provas reunidas até o momento e que motivaram o oferecimento da denúncia por si só justificam a abertura da investigação.

"Em sintonia com o PSB e com a sociedade brasileira, sou a favor da abertura do processo e do afastamento do Presidente, por entender que desde o surgimento de diálogos de teor nada republicano, ele perdeu as condições éticas e políticas para permanecer à frente do cargo máximo do País", comenta Tadeu. O deputado pernambucano também tem se posicionado firmemente a favor da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que sugere a realização de eleições diretas, após o afastamento de Temer.

Para Tadeu, o Congresso Nacional deve exercer plenamente o seu papel e encaminhar, com rigor e responsabilidade, o debate sobre as denúncias contra o Presidente da República. "O Congresso deve garantir à população brasileira que este grave momento político será superado com a maior brevidade possível. Para que isto aconteça, o melhor caminho é votarmos favoravelmente pela abertura do processo pelo STF", defende Tadeu Alencar.


Foto: Sérgio Francês/PSB.

TEMER CONSIDERA DENÚNCIA DE JANOT FRÁGIL E AFIRMA QUE SUA PREOCUPAÇÃO É MÍNIMA

O presidente Michel Temer destacou em seu pronunciamento na tarde desta terça-feira (27) que a denúncia feita pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, é frágil, sem fundamentos jurídicos e sem provas, por isso sua preocupação é mínima. Disse também que o procurador está reinventando o código penal.

Temer levantou dúvidas sobre a relação entre o advogado Marcelo Miller e Rodrigo Janot. Miller era assessor do procurador-geral da República e após deixar o Ministério Público passou a atuar no escritório de advogacia que negociou a delação premiada de Joesley Batista com o MP.

Mais de 30 deputados federais acompanharam o pronunciamento do presidente no Palácio do Planalto. Temer começou sua fala agradecendo a demonstração de apoio, segundo ele, espontânea. Na saída, o deputado Carlos Marun, do PMDB, vice-líder do governo na Câmara, afirmou que a oposição não terá os votos necessários para dar seguimento à denúncia contra Temer.

Mas os deputados também avaliaram que, com toda atenção do Congresso voltada para a denúncia, a reforma da Previdência deve ficar parada.

As críticas do presidente ao procurador Janot foram além. Temer disse que ao deixar outras acusações serem objeto de novas denúncias, o que chamou de fatiamento da denúncia, Janot quer criar fatos semanais para parar o governo. O presidente disse ainda que as gravações feitas por Joesley são ilegais.


Janot, respondeu em nota às afirmações feitas pelo presidente. Ele disse que a denúncia contra Temer é baseada em fartos elementos de prova, tais como laudos da Polícia Federal, registro de voos, contratos, depoimentos, gravações ambientais, imagens e certidões, entre outros documentos, que não deixam dúvida quanto à materialidade e a autoria do crime de corrupção passiva. Sobre o ex-procurador Marcelo Miller, a procuradoria diz que ele não participou das negociações do acordo de colaboração premiada dos executivos da JBS.