segunda-feira, 5 de junho de 2017

NÓS, PARLAMENTARISTAS, TÍNHAMOS RAZÃO!

*Por Sílvio Costa

Em 21 de abril de 1993, o Brasil foi às urnas para decidir – em plebiscito – se continuaria com o sistema de governo presidencialista ou se nós iríamos implantar o parlamentarismo republicano ou monárquico. Fui às ruas e defendi o parlamentarismo. Por convicção, defendo o parlamentarismo republicano. Porém, o Brasil decidiu continuar com o sistema presidencialista.

Passados 24 anos, o Brasil tem uma democracia consolidada, entretanto, submersa em uma crise política que se prolonga há mais de dois anos, que acaba de se agravar nas mãos de um presidente ilegítimo, sob graves denúncias e sem uma perspectiva de saída que traga pacificação e normalidade política e econômica ao País. Uma situação política de difícil solução em razão de um sistema presidencialista deformado. No Brasil, temos o chamado presidencialismo de coalização, sistema que, por sua natureza, já é imperfeito.
Hoje temos um presidente da República flagrado em prática de crimes graves e passível de imediata perda do cargo. No entanto, resiste e não aceita renunciar ao mandato. Um presidente que ameaça, com essa postura, prolongar uma crise política sem precedentes na história do País.

O Brasil vive um dilema angustiante e que preocupa uma população debilitada pela crise econômica e amargurada pela postergação da crise política. O presidente Michel Temer (PMDB) conspira explicitamente, com uma parte da sua base aliada no Congresso Nacional, contra outros poderes e instituições como o STF, TSE, o Ministério Público Federal e a Polícia Federal, a partir dos quais se sente ameaçado.

Se denunciado pela Procuradoria da República e virar réu no STF, terá de ser afastado por 180 dias para a investigação, mas condicionado o afastamento à autorização da Câmara Federal; no TSE, a cassação da chapa Dilma-Temer corre o risco da postergação por um pedido de vista; o impeachment seria a solução política, mas de longo prazo, e o País não suportaria a crise se estendendo por, no mínimo, mais oito meses.

O parlamentarismo permitiria a solução mais democrática e rápida na situação política que vivemos hoje. Se estivéssemos sob uma democracia parlamentarista, a solução teria sido objetiva e já estaria sacramentada. Bastaria um voto de desconfiança e o governo e seu primeiro-ministro já teriam caído e a crise estaria contornada.

Defendo a República Parlamentarista como o melhor sistema e forma de governo. Se o País fosse parlamentarista, teríamos os grandes quadros políticos, as melhores cabeças do pensamento nacional, candidatando-se a um cargo de deputado federal porque teriam condições de ser um primeiro-ministro. Chegou a hora de recomeçar o debate sobre nosso sistema de governo. O Brasil precisa aprender a conviver e superar crises políticas sem colocar sob ameaça a sua economia.

* Sílvio Costa é deputado federal e vice-líder da oposição na Câmara dos Deputados.

PRESIDENTE DO DIRETÓRIO DO PSB EM GARANHUNS DEVE ENTREGAR O CARGO E PEDIR DESFILIAÇÃO


*Por Marcelo Jorge

Conhecido na região por sua postura ética, sempre pronto à servir a quem o procura e desde sua assunção em 2015 como Presidente do Diretório do Partido Socialista Brasileiro - PSB -  em Garanhuns, o Dr. Nivaldo Azevedo sempre se portou como um bom soldado do Partido, disposto a inclusive se expor como pré candidato sempre que solicitado pela legenda.

Mas, o 'exército socialista' está prestes a perder esse bom soldado.

É que o Dr. Nivaldo deve protocolar em alguns dias, junto ao Diretório Estadual, seu pedido formal de desligamento da presidência e do PSB em Garanhuns.

Nivaldo chegou a ser apontado como pré candidato à prefeito de Garanhuns nas eleições de 2012 e também como pré-candidato a Deputado Federal em outra ocasião, mas por motivos outros, essa candidatura não saiu dos planos – se é que haviam de fato entrado nos planos do PSB Estadual.

Nos comentários políticos, fala-se da desatenção das hostes socialistas na capital e principalmente do desprestígio da Casa Civil do Governo Paulo Câmara para com o seu “fiel soldado” e com os demais membros do diretório garanhuense, como os principais motivos que o levam a essa decisão de afastamento.

Essa ausência de uma maior atenção com a legenda na Suissa Pernambucana, certamente fragiliza ainda mais o PSB em nível local e vem colocando o presidente como mera ‘figura decorativa’ do partido em Garanhuns.

No entanto, para quem conhece a posição ética, inteligência e disposição de Azevedo, que chegou a se afastar da Diretoria na Clínica de Bovinos da Universidade Federal Rural de Pernambuco para se dispor a colaborar com esse partido e cuja filiação socialista é histórica, essa sua decisão não surpreende.

Por enquanto, para alegria do Prefeito Izaías Régis, na terra governada pelo seu PTB, o PSB só encolhe...

*Consultor Político, radiojornalista e Graduando em Ciência Política pela UNINTER

RESULTADO DO SISU E INSCRIÇÕES PARA LISTA DE ESPERA JÁ ESTÃO DISPONÍVEIS

O resultado da chamada regular do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2017 já está disponível para consulta na página do programa na internet. O estudante pode consultar o boletim e, caso não tenha sido selecionado, se inscrever para participar da lista de espera.

O Sisu oferece vagas no ensino superior público com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Ao todo, são ofertadas 51.913 vagas em 1.462 cursos de 63 instituições de ensino, entre universidades federais e estaduais, institutos federais e instituições estaduais.

As matrículas serão do dia 9 ao dia 13 de junho. O candidato selecionado pelo Sisu deve verificar, na instituição de ensino em que foi aprovado, o local, horário e procedimentos para a matrícula.


O Sisu terá uma única chamada, e a inscrição para a lista de espera permanecerá disponível até 19 de junho. A convocação da lista de espera será feita a partir do próximo dia 26.

EX-DEPUTADO FEDERAL PEDRO CORRÊA DEPÕE CONTRA LULA

Testemunha de acusação da Operação Lava Jato, o ex-deputado Pedro Corrêa depôs nesta segunda-feira (05), por meio de videoconferência no Recife, contra o ex-presidente Lula.

O ex-presidente é acusado por crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro em contratos firmados entre a Petrobras e a Odebrecht. São citados nesta ação o empresário Marcelo Odebrecht, acusado da prática dos crimes de corrupção ativa e lavagem de dinheiro, Antonio Palocci e Branislav Kontic, denunciados pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro e Paulo Melo, Demerval Gusmão, Glaucos da Costamarques e Roberto Teixeira, acusados da prática do crime de lavagem de dinheiro.

Segundo a defesa do ex-presidente, diante da manifesta fragilidade de sua versão sobre encontros com Lula, Corrêa mostrou fotos - com a presença do ex presidente - de reuniões do Conselho Político, que participou como presidente do PP. 

VIOLÊNCIA NO BRASIL MATA MAIS QUE ATAQUES TERRORISTAS

Foto: Instituto Avante
Um levantamento realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, todos os atentados terroristas do mundo nos cinco primeiros meses de 2017 não conseguiram superar o número de homicídios registrado no Brasil em três semanas do ano de 2015. De acordo com o Esri Story Maps e da PeaceTech Lab, em 498 ataques, 3.314 pessoas morreram no mundo. Segundo o Sistema de Informação sobre Mortalidade do Ministério da Saúde, cerca de 3,4 mil pessoas foram assassinadas no Brasil a cada três semanas em 2015.

A comparação foi divulgada no último domingo (4) no Atlas da Violência 2017. O estudo registra 59.080 assassinatos no país em 2015, e os pesquisadores consideram que o resultado consolida uma mudança de patamar, em que as mortes violentas permanecem perto dos 60 mil homicídios registrados em 2014.

Os registros permitem calcular uma taxa de 28,9 assassinatos para cada 100 mil brasileiros. Apesar de ser 3,1% menor que a de 2014, a proporção é 10,6% maior que a registrada em 2005.


A variação da taxa de homicídios se deu de forma desigual no país entre 2005 e 2015. Em seis estados do Norte e Nordeste, a taxa cresceu mais de 100%, enquanto em todo o Sudeste o indicador caiu. No Rio Grande do Norte, a taxa de homicídios cresceu 232%. Em São Paulo, houve uma queda de 44,3%.

CAMPANHA DE VACINAÇÃO SEGUE ATÉ DIA 9 DE JUNHO

Foto: Cidade Verde
Seguindo as recomendações da secretaria Estadual de Saúde (SES), a Secretaria de Saúde de Garanhuns estende a Campanha de Vacinação Contra a Gripe apenas para o público alvo definido anteriormente: crianças entre 06 meses a menores de 5 anos, gestantes, mulheres que tenham realizado parto há menos de 45 dias, idosos maiores de 60 anos, doentes crônicos (mediante prescrição médica), profissionais de saúde, indígenas e professores dos ensinos básico e superior. Portanto, a população em geral que não se encaixa nestes grupos só deve comparecer às Unidades Básicas de Súde (UBS’s) após determinação do órgão estadual.


A medida deve-se ao fato de que a ampliação da oferta de vacina da gripe para a população em geral depende do envio de novas doses pelo Ministério da Saúde, já que o quantitativo disponível no momento não é o suficiente para atender toda a população pernambucana. Até o momento, Pernambuco já vacinou 85,5% das pessoas que fazem parte dos grupos prioritários, Garanhuns atingiu 80% deste total. A campanha segue até a próxima sexta-feira (09) e tem como meta imunizar, no mínimo 90% desta população.

ANGELIM CELEBRA EMANCIPAÇÃO NESSA TERÇA (06) E PREFEITO CONVIDA REGIÃO

Prefeito de Angelim, Douglas Duarte (PSB)
Nessa Terça Feira (06), o município de Angelim, localizado a cerca de 225 quilômetros da Capital Recife celebra os seus 86 anos de emancipação política. O prefeito local, Douglas Duarte (PSB) esteve concedendo entrevista ao programa ‘Falando com o Agreste’, veiculado pela Rádio Marano FM de Garanhuns e deu detalhes do evento.

O gestor também fez um breve balanço da sua administração nesses seis meses, quando assumiu o município. Na opinião de Douglas, as chuvas que vem caindo na região devem atenuar a situação crítica que exigia altos investimentos de tempo e de recursos dos governos, no combate a estiagem.

O prefeito também detalhou as ações nas áreas de educação e de saúde e apesar de não querer adiantar, revelou boas agendas com o governo federal que devem gerar ações positivas nos próximos meses para o seu município.


O áudio da entrevista concedida à Rádio Marano e que foi retransmitida também pelas Web Rádios Supapo e Angelim, você escuta na íntegra clicando o player abaixo. 

MUNICÍPIOS MAIS ATINGIDOS PELAS CHUVAS TERÃO CONTAS DE ÁGUA DO MÊS DE MAIO ABONADAS

Foto: G1
No último sábado (3), o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), visitou as cidades de São Benedito do Sul e Cortês, na Zona da Mata Sul e Barra de Guabiraba, no Agreste, que foram atingidas pelas fortes chuvas no último final de semana.

Após as visitas, Câmara afirmou que uma comitiva irá coordenar as ações dos serviços de assistência às vítimas. Além disso, após conversas com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), o pagamento da conta de água para o mês de maio foi abonado nas cidades mais atingidas pelas chuvas.

Vale lembrar que no último domingo (04) o governo decretou estado de emergência em mais três cidades. Entraram na lista: São José da Coroa Grande e Escada,  na Zona da Mata Sul, e Bonito, no Agreste.


Confira as cidades em estado de emergência clicando no link

NESSA TERÇA, INICIA-SE JULGAMENTO DA CHAPA DILMA-TEMER: TUDO PODE ACONTECER.

Temer e Dilma.  Foto: Agência Brasil
Do Blog da Folha PE

Considerado o divisor de águas para o futuro da crise que abateu o Governo Temer, o julgamento da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está envolto por uma fumaça de incertezas que tornam imprevisível o seu desfecho amanhã, terça-feira. A possibilidade do processo se estender com um pedido de vistas ou recursos da defesa podem procrastinar a decisão e a hipótese de recursos ou embargos de declaração ao Supremo Tribunal Federal (STF) podem estender os desdobramentos além da Corte Eleitoral.

Em jogo, a inelegibilidade e perda dos direitos políticos da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e do atual chefe do Executivo Michel Temer (PMDB), que terá como consequência a perda do seu mandato. O processo teve início a partir de ação do PSDB que apontava suspeitas de irregularidade nos repasses a gráficas que prestaram serviços para a campanha eleitoral de Dilma e Temer. Desde então, novas acusações da Lava Jato só fizeram complicar , ainda mais, a situação dos réus do processo, com a inclusão de delações de ex-executivos da Odebrecht.

O relator Herman Benjamin decidiu incluir no processo o depoimento de ex-executivos da Odebrecht indicando repasses ilegais para a campanha presidencial. Os marqueteiros da campanha João Santana e Mônica Moura também prestaram depoimento à Corte, após extraordinária reabertura da fase de coleta de provas da ação.

Após se estender por quase três anos, o presidente do TSE, Gilmar Mendes, convocou quatro sessões para a análise da ação. O julgamento começa com a leitura do relatório de Herman Benjamin, onde ele resume informações, provas e depoimentos colhidos no processo, mas sem manifestar voto.

Em seguida, advogados de defesa e acusação fazem sustentação oral. O procurador-geral eleitoral, Nicolao Dino, que é favorável a cassação da chapa, deverá falar em seguida. Após as manifestações, o relator pronunciará seu voto e os demais ministros deverão afirmar se seguem ou não o parecer do relator.

No entanto, o caminho pode não ser tão simples como dita o rito do processo. Qualquer ministro poderá pedir vista do processo e não há prazo determinado para que o caso volte ao plenário. Estratégias da defesa ainda podem atrapalhar o andamento do caso. Na última quinta-feira, a defesa de Dilma Rousseff entrou com pedido para que o TSE desconsidere os depoimentos do empresário Marcelo Odebrecht e do casal de publicitários Mônica Moura e João Santana no julgamento.

Além disso, ministros passaram a considerar a possibilidade de excluir do processo as delações da Odebrecht sobre doações ilegais, o que jogaria fora investigações da corregedoria do tribunal. Após a votação, as partes ainda podem recorrer do resultado ao próprio TSE e ao STF, o que poderá protelar ainda.

MAIS DE DOIS MILHÕES DE PESSOAS DEVEM PARTICIPAR DO SÃO JOÃO DE CARUARU


Desde sábado, em Caruaru, município do Agreste de Pernambuco, já é São João. A cidade deu início à maior festa junina do Brasil, título dividido com o evento de Campina Grande, na Paraíba. A abertura do evento teve a participação dos shows com a  Orquestra de Pífanos, 'Fulô' de Mandacaru e os paraibanos Elba Ramalho e Alcymar Monteiro

A programação vai até o dia 29 de junho, com mais de 400 atrações. E apesar de abrir espaço também para artistas de ritmos de fora como o sertanejo, a festa de Caruaru tem um espaço dedicado à cultura popular tradicional dessa época do ano.

A área da Estação Ferroviária reúne essas expressões culturais construídas pelo povo, em festanças originadas na roça, com a criatividade dos próprios moradores. A música pode vir como um lamento emocionado ou em um forró animado de encher o salão.
A quadrilha dança junto. Neste sábado tinha até uma com os dançarinos usando pernas de pau! A novidade encantou as crianças, assim como a apresentação de mamulengo, fantoches típicos de estados do nordeste.  

Já os adultos se divertiam mesmo com os repentistas, os poetas do improviso e da sátira.
Ao todo, são 17 polos com programação. O presidente da Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru, Lúcio Omena, afirma que uma das prioridades deste ano foi multiplicar os pontos da festa na cidade.

É tempo também de brincar com fogos, comer canjica, milho cozido... e um dos costumes preferidos da criançada: se vestir de matuto.

Até o dia 29 de junho a expectativa é que o público do São João de Caruaru chegue a 2 milhões e meio de pessoas.