quinta-feira, 25 de maio de 2017

PASTOR CAIO FÁBIO É PRESO, ELE FOI O PIVÔ DO " DOSSIÊ CAYMAN" QUE CAUSOU GRANDE IMPACTO NA POLITICA BRASILEIRA EM 1998


Pastor Caio Fábio 
O reverendo Caio Fábio, foi preso nesta quinta-feira, 25, após uma decisão judicial sobre o chamado “Dossiê Cayman”, que foi divulgado em 1998, causando um grande impacto na política do país.O religioso foi apontado pelo Partido dos Trabalhadores (PT) como o criador de uma série de documentos que afirmavam que o então presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, e outros políticos do PSDB mantinham contas secretas nas Ilhas Cayman.
Acusado de calúnia, Caio Fábio foi condenado em 2011 na 1ª instância pela Justiça Eleitoral, a quatro anos de prisão, mesmo sendo inocentado pelos depoimentos das vítimas.No entanto tudo indica que o caso ou foi reaberto, ou passou para outras instâncias, e hoje Caio Fabio foi levado para a Papuda, onde cumprirá o regime semiaberto.
Segundo um áudio feito pelo próprio reverendo, ele mesmo se apresentou e seu advogado não entrou – até o momento do áudio – com nenhuma ação contra a decisão judicial.“Eu mesmo estava absolutamente certo de que este era um processo vencido há muito tempo e acabado. Então com muita tranquilidade eu gostaria que vocês informassem ao pessoal da igreja o que aconteceu”, disse ele que lidera a igreja Caminho da Graça.

Entenda o caso

O dossiê Cayman, como ficou conhecido, foi revelado em 1998, nas vésperas da eleição presidencial. Ele continha dados sobre uma empresa e de contas que supostamente eram controladas por Fernando Henrique Cardoso, candidato à reeleição.O conjunto de papéis também mostrava depósitos de US$ 368 milhões nessas contas, dinheiro arrecado por meio de propina recebida pela privatização de empresas do setor de telecomunicações.
Entre as pessoas que integram o inquérito estavam os adversários políticos de FHC: Luiz Inácio Lula da Silva, José Dirceu, Paulo Maluf, Ciro Gomes, Marta Suplicy, Marcio Thomaz Bastos, Leonel Brizola e Benedita da Silva.Em seu depoimento ao caso, Lula afirmou ter tido um encontro com o pastor Caio Fábio e outro com o ex-ministro Luiz Gushiken. Ao perceber que os documentos eram falsos o PT não continuou as negociações sobre o dossiê.

OAB ENTREGA Á CÂMARA PEDIDO DE IMPEACHMENT DE TEMER

OAB entrega pedido de impeachment de Temer - Foto de Bernard Caram do G1
Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entregou na tarde desta quinta-feira (25) à Câmara dos Deputados o pedido de impeachment do presidente Michel Temer. A entidade também pediu que Temer fique inabilitado de exercer cargo público por oito anos.
A entidade usa como base a delação premiada de executivos da J&F para argumentar que o presidente cometeu crime de responsabilidade e violou o decoro do cargo de presidente.
"O pedido da OAB leva em consideração as manifestações do presidente da República, que em dois momentos, em rede nacional de televisão, declara textualmente conhecimento com relação a todos os fatos. O presidente declara que escutou desse empresário, que ele nominou como fanfarrão e delinquente, todos aqueles crimes e nada fez com relação ao que escutou", disse o presidente da OAB, Claudio Lamachia, ao chegar à Câmara.
Antes de protocolar o pedido, Lamachia acrescentou que a entidade também pediu o impeachment de Dilma Rousseff, "o que demonstra que a OAB é uma instituição absolutamente e apartidária".
Além do pedido da Ordem, já há outras 16 solicitações de destituição de Temer protocoladas no Congresso Nacional.Desses pedidos, 13 foram apresentados desde a semana passada, após se tornar público o conteúdo da delação premiada dos donos da JBS, Joesley e Wesley Batista. As delações atingem, principalmente, o presidente Michel Temer e o senador Aécio Neves (PSDB-MG), afastado do mandato parlamentar por determinação do Supremo Tribunal Federal.

JUIZ SÉRGIO MORO ABSOLVE ESPOSA DE EDUARDO CUNHA

Cláudia Cruz foi absolvida dos crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas
O juiz federal Sérgio Moro absolveu nesta quinta-feira, 25, a mulher do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Cláudia Cruz, dos crimes de lavagem de dinheiro e de evasão fraudulenta de divisas, em processo na Operação Lava Jato. O magistrado apontou ‘falta de prova suficiente de que (Cláudia Cruz) agiu com dolo’ ao manter conta na Suíça com mais de US$ 1 milhão, dinheiro supostamente oriundo de propina recebida pelo marido.
A Procuradoria da República apontou na denúncia contra Cláudia que a elevada quantia abrigada na conta secreta na Suíça lhe garantia uma vida de esplendor no exterior. O rastreamento de seu cartão de crédito revelou gastos com roupas de grife, sapatos e despesas em restaurante suntuosos de Paris, Roma e Lisboa.
Esta ação teve origem em contrato de aquisição pela Petrobrás dos direitos de participação na exploração de campo de petróleo na República do Benin, país africano, da Compagnie Beninoise des Hydrocarbures Sarl – CBH. 
Segundo a denúncia, Cláudia Cruz era ‘a única controladora da conta em nome da offshore Köpek, na Suíça, por meio da qual pagou despesas de cartão de crédito no exterior em montante superior a US$ 1 milhão num prazo de sete anos (2008 a 2014)’.

DEFESA CIVIL DE GARANHUNS REALIZA MONITORAMENTO NA CIDADE, DEVIDO A CHUVA

Fotos: Defesa Civil

Diante da alta precipitação de chuvas registrada nos últimos dias, desde o início da manhã desta quinta-feira (25) a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) de Garanhuns está realizando visitas sistemáticas de monitoramento em 14 pontos da cidade,  além de locais passíveis de alagamento. Entre as comunidades que estão sendo monitoradas estão os bairros da Liberdade, Francisco Figueira (Cohab 2), Dom Helder Câmara (Cohab 3), Parque Fênix e Heliópolis. De acordo com o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), das 18h de ontem (24), até a manhã de hoje, choveu cerca de 79.1 mm. A previsão da Agência Pernambucana de Águas e Clima é de continuidade da chuva nos próximos dias, porém abaixo da média histórica.

Um dos locais vistoriados foi a Rua Miguel Arraes, no Francisco Figueira, uma área que possuía uma voçoroca próximo a algumas residências. O presidente da Compdec, Thiago Amorim, informou que não há perigo para a estrutura destas casas no momento atual.   

As imagens de satélite do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais mostram Garanhuns bem no centro de uma área com grande precipitação pluviométrica nos últimos dias. Porém, de acordo com a Coordenadoria, as chuvas registradas no município ainda estão 30% abaixo da média histórica registrada no mês de maio.


Ainda devido as chuvas, a Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil (Compdec) de Garanhuns, junto à Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes e a Secretaria de Obras e Serviços Públicos interditaram parte da Rua Serra Branca, localizada no bairro Magano. A via, que  apresentou uma erosão da calçada para a rua que apresentava riscos a transeuntes e veículos que passavam pelo local e está localizada em frente ao Condomínio Floriano Madeiros. O local será sinalizado e tão logo cesse a chuva, o Governo Municipal efetuará o conserto.

HUMBERTO COSTA AFIRMA QUE GOVERNO DE TEMER É UMA ESPÉCIE DE ELENCO DE OS TRAPALHÕES

Foto: Senado Federal
O líder da oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE) afirmou que a decisão de revogar o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) em menos de 24 horas da instituição dele “demonstra o despreparo e o desequilíbrio” do governo. A medida levou as Forças Armadas para às ruas de Brasília após um grupo de manifestantes quebrarem vidraças e incendiarem algumas sedes dos ministérios. A parcela de pessoas que participava da manifestação que pedia o adiantamento das eleições gerais e a renúncia do presidente Michel Temer. 

Humberto considerou a ação como “desastrosa” e disse que o governo não sabe lidar com um tema dessa gravidade. "Foi um erro colossal, que denunciamos desde a primeira hora, estabelecer um estado de exceção em Brasília por conta de uma manifestação contra o governo. Temer se mostrou um tresloucado e seu ministro da Defesa, Raul Jungmann (PPS-PE), um completo irresponsável", criticou.

Ironizando a atuação do ministro Raul Jungmann (PPS) à frente da pasta da Defesa, Humberto Costa disse que o auxiliar de Temer precisou “mentir” para justificar a medida. Ele lembrou que o ministro disse estar atendendo a um pedido do Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que negou a informação.

"Temer, mal assessorado por Jungmann, foi protagonista de mais um episódio patético. Seu governo é uma espécie de elenco de Os Trapalhões. Jungmann nunca teve atributo nem para chefe de Guarda Municipal, imagine para ministro da Defesa, Agora, vê-se que age com total despreparo. Deveria, a exemplo de Roberto Freire, pedir demissão do cargo."

A informação da revogação do decreto chegou quando a bancada de oposição no Senado estava em uma audiência com a presidenta do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, para dar entrada em uma mandado de segurança na Corte contra a decisão de Temer. Paralelamente, a oposição também havia apresentado um projeto de Decreto Legislativo para que o Congresso Nacional anulasse o decreto presidencial.

DISCUSSÃO ENTRE DEPUTADOS FAZ COM QUE AUDIÊNCIA SOBRE VIOLÊNCIA EM PE SEJA CANCELADA

Foto e Texto: G1

Uma discussão entre representantes das bancadas governista e de oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), nesta quinta-feira (25), provocou a suspensão de uma audiência pública convocada para discutir o "Pacto Pela Vida". O programa de combate à criminalidade em Pernambuco foi criado há 10 anos e vem sendo alvo de críticas. Este ano, o estado registra uma média de mais de 17 assassinatos por dia. A Secretaria de Defesa Social (SDS) também contabiliza uma média de 14 crimes violentos contra o patrimônio a cada hora.

A audiência tinha como tema “Pacto Pela Vida e o aumento da criminalidade". O encontro estava marcado para começar às 10h, no plenário da Alepe, na área central do Recife. Durante 45 minutos de sessão, no entanto, em vez de apresentar dados e debater os problemas relacionados à criminalidade, deputados passaram a discutir a formação da mesa que comandaria os trabalhos.

Tudo começou quando a Presidência da Alepe determinou a formação da mesa organizadora da audiência. O presidente do Legislativo, deputado Guilherme Uchoa (PDT), chamou três secretários de estado (Planejamento e Gestão, Defesa Social e Justiça) e os comandantes das Polícia Civil e Militar.


O encontro havia sido convocado a pedido do Fórum Popular de Segurança e homologado pela bancada de oposição. Entretanto, nenhum representante da sociedade civil teve a oportunidade de participar do grupo que presidiaria as discussões, por determinação da presidente da Alepe.

MP QUE PERMITE SAQUES DO FGTS É APROVADO PELO SENADO

Foto: Band Notícias
O plenário do Senado aprovou nesta quinta-feira (25) a Medida Provisória (MP) 763/2016, que permite o saque dos recursos das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) sem a carência de três anos exigida pela lei. Como não houve mudanças no texto já aprovado na Câmara, a MP será promulgada, sem necessidade de sanção presidencial.

O relator na comissão mista, senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO), destacou a importância de o Senado consagrar a continuidade dos saques do FGTS, que, segundo ele, já beneficiou mais de 15 milhões de trabalhadores e deve injetar, até o final do calendário de saques, mais de R$ 40 bilhões na economia.

A proposta dá a todo trabalhador que pediu demissão, ou teve o contrato de trabalho encerrado com justa causa até 31 de dezembro de 2015, o direito ao saque das contas inativas de FGTS. Até o último dia 16, a Caixa Econômica Federal pagou R$ 24,4 bilhões aos beneficiários nascidos entre janeiro e agosto.

O valor pago até então equivale a 84,3% do total previsto (R$ 29 bilhões) para as etapas já liberadas.


Com a iniciativa, o Poder Executivo pretende esvaziar o apelo de ações na Justiça que pleiteiam a correção da conta vinculada de cada trabalhador pelo índice da poupança, que paga 6% ao ano.

OAB PROTOCOLA MAIS UM PEDIDO DE IMPEACHMENT CONTRA TEMER

Foto: Pragmatismo Político
O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cláudio Lamachia, está na Câmara dos Deputados, na tarde desta quinta-feira (25), para protocolar o 13º pedido de impeachment contra o presidente Michel Temer (PMDB). Com 31 páginas, o documento afirma que o Temer cometeu crime de responsabilidade ao não negar, em pronunciamentos e entrevista ao jornal Folha de São Paulo, o teor da conversa com o dono da JBS, Joesley Batista.

Segundo Lamachia, o pedido leva em consideração “as manifestações do senhor presidente da República onde em dois momentos [entrevista e pronunciamento] ele declara conhecimento com relação a todos os fatos. Ele declara que escutou o empresário, que chama de fanfarrão, dizer que tinha um juiz de direito e um promotor comprados e nada fez”.

Em entrevista à imprensa antes de entregar o pedido na Secretaria da Mesa Diretora da Casa, o presidente disse que o áudio da conversa “pode até ter sofrido interferência”, mas a postura de Temer “torna este fato absolutamente controversos”. “Temos aqui presente o crime de responsabilidade do presidente da República”, declarou, ponderando que Temer também agiu com “falta de decoro”.

Sobre a postura do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, de não colocar em pauta um assunto que segundo ele “desestabiliza” o país, Lamachia disse que o democrata  “tem as suas prerrogativas e ele deve observar a responsabilidade do cargo que tem”. 


O presidente da OAB disse ainda que a “renúncia de Temer é um ato pessoal” e pontuou que era obrigação da Ordem já indicar testemunhas de acusação para o eventual processo.

CHUVA EM GARANHUNS AGRAVA EROSÃO NA RUA MIGUEL ARRAES


Foto: VeC Garanhuns
A chuva que era tão esperada pelos moradores de Garanhuns, agora é motivo de preocupação aos moradores da Rua Miguel Arraes. Pois há pelo menos sete anos uma grande voçoroca, provocada pela erosão, ameaça atingir algumas casas no local, e após a chuva das últimas 24 horas, a situação se agravou. 

Uma obra para a contenção do buraco foi iniciada pela Prefeitura de Garanhuns, mas foi interditada pelo Ministério Público por pendências ambientais sob a alegação de que, no futuro, poderia prejudicar à nascente do Rio Mundaú.

A Defesa Civil do Município foi acionada e agendou para esta quinta-feira (25) uma visita ao local para avaliar a situação.

BABÁ DE MICHELZINHO É NOMEADA PARA NOVO CARGO PÚBLICO


A babá de Michelzinho - Facebook Foto reprodução 

— A servidora Leandra Barbosa dos Santos Brito, apontada como babá de Michelzinho, filho de Michel Temer, foi nomeada a um novo cargo público: o de assessora técnica no gabinete pessoal do presidente. A indicação consta no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira.

A mulher ganhou notoriedade há duas semanas, quando o colunista do GLOBO Lauro Jardim informou que o Palácio do Planalto custeava a babá a Michelzinho, de 8 anos. Na época, ela ocupava posto de assessora técnica no Gabinete de Informação em Apoio à Decisão (Gaia), órgão responsável por auxiliar o presidente com dados em deliberações do governo.
O DOU desta quinta-feira não registra a exoneração da servidora do antigo cargo.Leandra negou ser babá de Michelzinho, mas disse apenas que deve assessorar o presidente e a primeira-dama, Marcela Temer, "em toda e qualquer situação". Recebia à época R$ 5.194 mensais, fora as diárias referentes às viagens.
Com a repercussão, Temer também negou que o filho tivesse babá, mas admitiu que uma assessora do Palácio do Planalto cuida da residência presidencial. O presidente afirmou que o Planalto iria avaliar se ela deveria mudar de órgão. Leandra trabalha no Palácio do Jaburu, residência oficial, e em viagens da família, como na Páscoa ou no Ano Novo.
— Babá do meu filho coisa nenhuma. Não vou deixar ele ficar sabendo disso, porque vai ficar ofendido — declarou Temer.

— Saí da vice (Presidência) para a estrutura da Presidência, e está havendo adequações. Estão vendo o fato de ela ser contratada por um órgão aqui interno, se pode ou não prestar serviços lá (Jaburu). Se não puder prestar serviços, evidentemente que haverá reformulação — completou.
Naquele momento, o Planalto informava que ela seria transferida do gabinete para o staff que serve à família presidencial, e alegava questões burocráticas para a demora.

O Globo

EXÉRCITO NAS RUAS DE MACEIÓ ASSUSTAM MORADORES DÁ CIDADE

Movimentação do Exército nas ruas de Maceió assustou alguns alagoanos.
Uma movimentação de militares do Exército ocorrida esta semana chamou a atenção de quem passava pela Avenida Fernandes Lima, no bairro do Farol, em Maceió. Um vídeo está sendo compartilhado nas redes sociais e alguns já questionavam se o episódio tinha alguma relação com a medida do presidente Michel Temer de convocar as Forças Armadas para fazer a segurança em Brasília, após protestos que geraram confrontos, nessa quarta.
As imagens gravadas por um cinegrafista amador mostram militares fardados e armados em frente ao 59º Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMtz) fazendo uma espécie de blitz.
No entanto, o Núcleo de Comunicação do Exército em Alagoas esclareceu que a movimentação se deu para escolta de caminhões-baú das Forças Armadas que estavam de passagem pelo Estado. Os veículos saíram do Rio de Janeiro e seguirão para outra unidade da Federação. Eles estariam transportando materiais de emprego do próprio Exército. Seria normal, segundo o setor, o comboio encontrar refúgio nos batalhões por onde passa.
O Núcleo nega, porém, que o material na carga seja bélico e descarta que a escolta seja uma estratégia que tenha ligação com a determinação do presidente da República. Uma viatura da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) também foi vista dando suporte aos militares do 59º BIMtz.
E, por falar na medida de Michel Temer, o Exército em Alagoas informou que não foi solicitado, pelo menos por enquanto, para enviar reforço militar para a capital federal. Ressaltou que há amparo de unidades mais próximas do Centro Oeste e que, por enquanto, o envio da tropa não havia sido requisitado.


SAIBA POR QUE É PERIGOSO RECARREGAR CELULAR EM LUGAR PÚBLICO


Crédito : Reprodução BBC Brasil
É uma situação bastante comum. A bateria do seu celular acaba e você, no aeroporto, café ou transporte público, coloca o aparelho para recarregar.Especialistas em segurança alertam, no entanto, que isso pode levar apuros - logo, demanda precauções."Quando você conecta seu telefone ou tablet (a pontos de recarga) em lugares públicos - um aeroporto, por exemplo -, se um hacker passou por ali antes, ele pode extrair informações do seu aparelho", explicou Samuel Burke, repórter de tecnologia da rede americana de TV CNN, em um programa especial sobre o assunto.Além disso, usar um cabo USB para recarregar o celular conectando-o a um computador ou tablet que você não conhece também está longe de ser a melhor opção.
Segundo a empresa de segurança cibernética russa Kaspersky Lab, os celulares deixam expostos um grande número de dados quando estão conectados a computadores, um processo que, no jargão técnico, os especialistas chamam de "aperto de mão".Durante o "aperto de mão", o telefone passa, pelo cabo, informações para o computador. Ele "conta" à máquina, por exemplo, como se chama, qual é seu fabricante, número de série, sistema operacional e até sua lista de arquivos.
A partir daí, seu celular pode ficar "infectado" e é possível que uma pessoa monitore as atividades do aparelho usando o ID (código de identificação) do dispositivo, explicam os especialistas da empresa.Entre as consequências mais comuns do "aperto de mão" está a possível invasão do dispositivo por um programa maléfico, malware em inglês, e que pode, por exemplo, bloquear seu acesso a arquivos.Para devolver esse acesso, muitos hackers tentam obrigar o usuário a pagar um "resgate".Outra possível consequência é que vírus podem infectar o aparelho e, disfarçados de páginas oficiais, obter informações pessoais do usuário, como dados bancários.

BBC Brasil

EM SALOÁ GOVERNO INVESTE NA ZONA RURAL E DA ASSISTÊNCIA AO HOMEM DO CAMPO

O governo de Saloá tem dado uma atenção especial à zona rural, são ações estruturantes levando melhorias ao homem do campo.

São 6 anos consecutivos de pouquíssimas chuvas, ou praticamente sem elas, isso tem feito com que o Prefeito Ricardo Alves (PMDB) tenha uma atenção especial e por isso tem investido em adutoras, limpeza de poços, barreiros e barragens. Hoje são cinco adutoras atendendo as mais de 25 comunidades, ou, mais de mil famílias alcançadas. Isso significa que cada residência destas localidades tem água encanada. De acordo com o Governo municipal, a meta é que toda zona rural seja atendida por adutoras e nenhuma casa fique sem receber este atendimento.

Agora com a chegada mesmo que inibidamente das chuvas a secretaria de agricultura tem disponibilizado tratores que tem percorrido toda zona rural preparando as terras dos agricultores para o plantio do feijão e do milho. Ao todo são seis tratores que atendem as comunidades de domingo a domingo, além dos tratores, máquinas retro escavadeiras atendem os mais diversos pedidos de limpeza de poços, barreiros e barragens. O objetivo segundo a assessoria é juntar de alguma forma água para o sustento dos animais e irrigação, se necessário.
Outro ponto importante é a atenção dada pela secretaria de transportes recuperando estradas e rodagens, já são quase 100% recuperados ofertando uma melhor trafegabilidade para quem vem da zona rural e cidades vizinhas para a sede do município fazendo até com que os proprietários de veículos economizem com reposição de peças, já que as estradas do município estão sendo conservadas.


Segundo o Prefeito Ricardo Alves, em breve estará anunciando novas ações na zona rural inclusive construção de novas adutoras.

CONVOCAÇÃO DAS FORÇAS ARMADAS INTENSIFICA CLIMA DE TENSÃO ENTRE PARLAMENTARES

Imediatamente após o anúncio do governo sobre a atuação das Forças Armadas, houve um tumulto com empurrões e bate-boca entre os parlamentares da base aliada e da oposição no plenário da Câmara dos Deputados. O presidente da Casa, Rodrigo Maia suspendeu a sessão.

À imprensa, Maia negou que tenha pedido intervenção das Forças Armadas. Segundo o presidente da Casa ele solicitou reforço da Força Nacional.
Mas, o clima no plenário já havia esquentado bem antes dessa confusão. No inicio da tarde, a oposição invadiu a mesa diretora gritando palavras de ordem contra o governo e em apoio às manifestações do lado de fora do Congresso.

À noite, os partidos PT, Psol, Rede, PcdoB, PSB e PDT convocaram os deputados e fizeram mais um ato, desta vez no Salão Verde da casa. Os parlamentares deixaram o plenário em protesto contra o decreto presidencial.
As bancadas do PT e Psol na Câmara e senadores da oposição protocolaram decretos legislativos parar anular o ato do presidente.

No Senado, os parlamentares da oposição usaram a tribuna para criticar o ato do governo. As acusações foram rebatidas pelos senadores da base.
O senador Randolfe Rodrigues da Rede protocolou no Supremo Tribunal Federal um mandado de segurança contra o decreto.

SPORT PERDE COPA DO NORDESTE PARA O BAHIA E DEMITE TÉCNICO NEY FRANCO



Diego Nigro - JC imagem

Jogando um futebol para lá de horroroso o Sport foi presa fácil para o Bahia na noite dessa quarta-feira,24, jogando na Arena Fonte Nova em Salvador.A derrota custou o cargo do técnico Ney Franco que usou uma formação com 3 zagueiros que só treinou uma só vez.O resultado foi um time apático e graças ao goleiro Magrão, escapou de uma goleada histórica.O placar foi construído ainda no primeiro tempo com um gol de Edigar Junio, numa bela jogada em cima do lerdo zagueiro Durval.Aos 32 minutos numa simulação de pênalti, o atacante rubro-negro Rogério foi expulso deixando o time pernambucano  ainda mais desnorteado.

O segundo tempo continuou sendo um massacre do time baiano em cima dos rubro-negros com várias chances desperdiçadas e belas defesas de Magrão que mais uma vez foi o melhor jogador do leão. O Bahia apoiado por mais de 40 mil torcedores chegou ao seu terceiro título dá copa do Nordeste se igualando ao próprio Sport e de quebra ainda ajudou a derrubar o técnico Ney Franco.O técnico chegou ao clube em março e disputou 17 partidas, sendo seis vitórias, quatro empates e sete derrotas.

O Sport que ainda tem outra decisão a fazer contra o Salgueiro em junho não terá muito tempo para lamentar essa derrota, pois já entrará em campo no próximo domingo contra o Grêmio pela série A do campeonato brasileiro na Ilha do retiro.O técnico será o interino Daniel paulista que já treinou o time principal antes dá chegada de Ney Franco.

Por Marcos Antônio