sábado, 20 de maio de 2017

MINISTRO FACHIN ACATA EM PARTE PEDIDO DE TEMER SOBRE GRAVAÇÃO DE EMPRESÁRIO

O Ministro Edson Fachin acatou em parte na noite desse sábado (20), a solicitação do presidente Michel Temer e vai solicitar à Polícia Federal uma perícia na fita entregue pelo empresário delator, Joesley Batista.

A gravação feita pelo por Batista, da JBS, da conversa que ele teve com o presidente Michel Temer no Palácio do Jaburu, no dia 7 de março, será um dos pontos mais discutidos durante a investigação autorizada pelo Supremo Tribunal Federal contra o presidente da República.

O áudio foi entregue pelo empresário à Procuradoria Geral da República dentro de um acordo de delação premiada. Os jornais "Folha de São Paulo" e "O Estado de São Paulo" deste sábado (20) trazem reportagens ouvindo peritos sobre o áudio da conversa do delator com o presidente.

Os peritos detectaram o que classificam de interrupções ou edições. Um deles diz que não é possível afirmar o que as provocou, se defeito no gravador ou outro motivo. Os peritos ressalvam que está íntegra tem a parte fundamental da gravação: quando Joesley diz que zerou suas pendências com Eduardo Cunha e ficou de bem com o ex-deputado preso em Curitiba.


O presidente Temer alega que o teor da gravação é duvidoso e alegou ter havido manipulação (edição) da gravação. A Polícia Federal será o órgão que deve investigar tecnicamente esse áudio. 

MAGNO MARTINS: PERNAMBUCO É NOTÍCIA EM QUALQUER PARTE

Estar participando de um evento como testemunha ocular de um dos fatos políticos de maior gravidade já gerados nessa República é uma grande oportunidade de aprendizado e sem dúvidas uma possibilidade de dar à sociedade uma real dimensão do problema.

Do ponto de vista profissional, é um privilégio poder aprender e conviver com quem já faz parte desse cenário e vem acompanhando a vida política pernambucana e nacional nas últimas tres décadas e meia.

Juntando esses ingredientes a nossa imensa fome de aprendizado e muito respeito a quem milita há muito no jornalismo político, sinto-me duplamente privilegiado ao encontrar o jornalista Magno Martins lado à lado com a notícia, seja  nas frias alamedas de Curitiba, cobrindo o depoimento de um ex presidente da república ou nas quentes ruas do  Agreste ou do alto Sertão pernambucano; Na Avenida paulista ou mesmo no Salão Verde da Câmara, em Brasília – ambiente com o qual sempre conviveu e cuja rotina, conhece como ninguém.

Estar aqui em Brasília, em meio a um dos mais tristes momentos causados pelo ‘Terremoto Político’ recente é de fato - indignação cidadã do jornalista à parte - , um privilégio para nossa atividade. Estar nesse ambiente, compartilhando as informações com grandes nomes do jornalismo brasileiro em todas as mídias e  ‘frente à frente’ com o nosso sertanejo Magno Martins, é poder aprender mais e sentir que Pernambuco tem de fato, um profissional cuja identificação com  a notícia imparcial é marca para quem o admira e o toma como referência profissional.

Parabéns amigo Magno, pelos seus 35 anos de profissionalismo e 11 do seu Blog, assim mesmo com “B” maiúsculo. Agora entendo a sua frase em um dos seus discursos ao receber uma das inúmeras homenagens da sociedade. Disse você: ““Porque o jornalismo é uma paixão insaciável.”


Para mim é uma honra poder estar aqui em Brasília, compartilhando esse momento histórico e tendo a sua referência e respeito profissional e pessoal.