.

.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

GOVERNADOR PAULO CÂMARA EMITE NOTA NEGANDO RECEBIMENTO DE PROPINA DA JBS

O governador Paulo Câmara repudiou, através de nota, o que ele chama de exploração política de uma delação de um diretor da JBS. Segundo publicação do JC, Ricardo Saud, em sua delação afirmou que pagou propina a Câmara, Geraldo Júlio e ao senador Fernando Bezerra.

Confira a íntegra da nota do governador

Venho repudiar, veementemente, a exploração política do depoimento  do delator Ricardo Saud, que, já antecipo, não corresponde à verdade. Não recebi doação da JBS de nenhuma forma. Nunca solicitei e nem recebi recursos de qualquer empresa em troca de favores.  Tenho uma vida dedicada ao serviço público. Sou um homem de classe média, que vivo do meu salário.

Como comprovará quem se der ao trabalho de ler o documento que sintetiza a delação, o próprio delator afirma (no anexo 36, folhas 72 e 73) que nas doações feitas ao PSB Nacional "não houve negociação nem promessa de ato de ofício", o que significa que jamais houve qualquer compromisso de troca de favores ou benefícios. Desta forma, é completamente descabido o uso de expressões como "propina" ou “pagamento”.
Reafirmo a Pernambuco e ao Brasil que todas as doações para a minha campanha foram feitas na forma da lei, registradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral".

Paulo Câmara

Governador de Pernambuco

MAIS BOMBA: OUÇA ÁUDIO DE SENADOR QUE REVELA MAIS UM CRIME COMETIDO POR TEMER.

Em uma gravação que circula nas redes sociais, com um áudio que supostamente é atribuído ao Senador Randolfe Rodrigues (REDE - AP), o parlamentar natural de Garanhuns – PE, mas que tem domicílio eleitoral no Amapá e que é responsável por protocolar um dos pedidos de impeachment do Presidente Michel Temer, faz comentários escabrosos sobre um suposto crime praticado por Temer.

De forma clara, no áudio, Randolfe acusa o presidente de antecipar para a empresa JBS, informações privilegiadas sobre a taxa Selic, antes da reunião do COPOM do Banco Central. De posse dessa informação a JBS faturou bilhões. A JBS é a empresa cujo sócio proprietário gravou conversa mantida com Temer, o que gerou desde quarta feira (17), um clima de instabilidade no país.

Clique e ouça o áudio abaixo



Nota do Editor:  Após publicação dessa matéria com o áudio em anexo, o Senador Randolfe Rodrigues se pronunciou, alegando a trata-se de um FALSO ÁUDIO, e que a voz ouvida na gravação não tem seu timbre. O parlamentar disse ainda que vai acionar o Ministério Público e a Polícia Federal para detectar a origem desse áudio.








PAULO CÂMARA, GERALDO JÚLIO E FERNANDO BEZERRA RECEBERAM DINHEIRO DA JBS, DIZ DELATOR

De acordo com o diretor da JBS, o delator Ricardo Saud, foi negociado pagamento de propina na campanha eleitoral de 2014 com o governador de Pernambuco Paulo Câmara e com o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, ambos do PSB.

A afirmação foi feita por Saud à força tarefa da Operação Lavajato. Ainda de acordo com ele, o início de tudo foi um acerto de R$ 15 milhões para campanha presidencial do Ex Governador Eduardo Campos , falecido em acidente aéreo em agosto de 2014.

Assista o vídeo com a delação de Saud



A delação ainda envolve o Senador Fernando Bezerra Coelho. 

LULA E DILMA TINHAM US$ 150 MILHÕES EM " CONTA CORRENTE" DE PROPINA DA JBS, DIZ JOESLEY



O termo de colaboração 1 do empresário Joesley Batista, do Grupo JBS, descreve o fluxo de duas ‘contas-correntes’ de propina no exterior, cujos beneficiários seriam os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. O empresário informou à Procuradoria-Geral da República que o saldo das duas contas bateu em US$ 150 milhões em 2014. Ele disse que o ex-ministro Guido Mantega (Fazenda/Governos Lula e Dilma) operava as contas.

Joesley revelou que em dezembro de 2009, o BNDES adquiriu de debêntures da JBS, convertidas em ações, no valor de US$ 2 bilhões, ‘para apoio do plano de expansão’ naquele ano.Segundo o empresário, em reunião com Mantega, no final de 2010, o petista pediu a ele ‘que abrisse uma nova conta, que se destinaria a Dilma.Joesley disse que em outubro de 2014 no Instituto Lula, encontrou-se com Lula e relatou ao petista que as doações oficiais da JBS já tinham ultrapassado R$ 300 milhões.
Em outra ocasião, em novembro de 2014, Joesley disse que ‘depois de receber solicitações insistentes para o pagamento de R$ 30 milhões para Fernando Pimentel, governador eleito de Minas Gerais, veiculadas por Edinho Silva (tesoureiro da campanha de Dilma em 2014), e de receber de Guido Mantega a informação de que “isso é com ela”, solicitou audiência com Dilma’.
Joesley afirma que, no mesmo dia, encontrou-se com Pimentel no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, e disse ao petista ‘que havia conversado com Dilma e que ela havia indicado que os 30 milhões deveriam ser pagos’.
Fonte: Estadão


TIRIRICA - HUMORISTA TRAZ A GARANHUNS ESPETÁCULO AUTOBIOGRÁFICO NESTA SEXTA-FEIRA,19





Se perguntarem por uma tal deputado Everardo Oliveira Silva, poucos saberão responder quem é.Mas se perguntarem pelo comediante Tiririca, aí sim, haverá quase que unanimidade.E,em um turbilhão de coisas negativas acontecendo em Brasília o parlamentar deixa gravata e terno de lado e encarna um dos mais carismáticos artistas do país.Tiririca se apresenta logo mais ás 21hs no salão da AGA em Garanhuns, trazendo seu show " Tiririca - Minha História".O espetáculo que está sendo apresentado em diversas cidades do Brasil, terá piadas,músicas,brincadeiras e interatividade com o público.

Tiririca, nasceu em Itapipoca, interior do Ceará, e iniciou sua carreira  aos 8 anos no circo.Foi trapezista,malabarista e mágico, até que faltou um palhaço e ele o substituiu.O povo gostou e ele alcançou sucesso nacional.Gravou seu primeiro disco que foi sucesso nacional, graças á música " Florentina",  que virou hit e vendeu mais de 1,5 milhão de cópias, tocava em todas emissoras de rádio pelo Brasil  e o levou  a  diversos programas de televisão.

DEPUTADO TIRIRICA - PIOR NÃO FICA

Está em seu segundo mandato como deputado federal que tinha como slogan de campanha " vote em Tiririca, pois pior não fica"..Na primeira eleição foi eleito com mais de um milhão de votos, tornando-se , o mais votado do Brasil, e o terceiro mais bem votado em todo história politica do país, perdendo apenas para  Enéas Carneiro e Celso Russomano. Pertence ao PR, Partido da República ,e se elegeu pelo estado de São Paulo.

Portanto, se o país ficou pior com ele ou não e sendo você um abestado ou não, vá dá boas gargalhadas com o palhaço mais engraçado,carismático e conhecido do país, pois rir ainda é o melhor remédio, principalmente em tempos de tanta coisas ruim acontecendo no país.

Por Marcos Antônio - 

SECRETARIA DE SAÚDE REALIZA AUDIÊNCIA PÚBLICA NA PRÓXIMA SEGUNDA (22)

Foto: Secom Garanhuns
O Governo Municipal de Garanhuns, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realiza na próxima segunda-feira (22), a apresentação do relatório da gestão referente ao primeiro quadrimestre de 2017. A apresentação acontece através de uma audiência pública na Câmara de Vereadores, a partir das 9h. O momento é aberto ao público, sendo essencial a adesão da população por tratar-se de uma prestação de contas para os munícipes, fomentando o debate e a participação popular dentro da administração pública.

Na oportunidade serão disponibilizadas informações sobre todos os setores da Secretaria de Saúde. Ao fim da apresentação, os presentes poderão solicitar esclarecimentos e debater temas do relatório, oferecendo sugestões para fortalecer os serviços na área.


A audiência vai considerar os seguintes itens para análise: montante e fonte de recursos aplicados, auditorias realizadas e a fase de execução, a oferta e produção de serviços públicos e indicadores de saúde da população. 

CENA POLÍTICA NO BRASIL SERÁ MONITORADA PELA FMI

chefe do Departamento de Hemisfério Ocidental do FMI, Alejandro Werner // Foto: Abril.com

O chefe do Departamento de Hemisfério Ocidental do FMI, Alejandro Werner afirmou nesta sexta-feira (19) que o Fundo Monetário Internacional (FMI) acompanhará a turbulência política no Brasil para decidir se vai mudar suas perspectivas para a maior economia da América Latina.

O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou abertura de inquérito contra o presidente Michel Temer em consequência da denúncia de que Temer teria dado aval ao empresário Joesley Batista para manter pagamentos ao ex-deputado Eduardo Cunha em troca de silêncio sobre denúncias contra o governo.


Na conversa gravada, Joesley confessou ter pago propina a um procurador da República para ter acesso antecipado a investigações que o envolvia, reclamou de nomeações para cargos importantes no governo, defendeu queda mais acentuada da Selic e disse que "zerou" as pendências com o ex-deputado Eduardo Cunha.

DJAVAN FAZ SHOW NESTA SEXTA-FEIRA (19) EM MACEIÓ







Após ter recebido em novembro passado, em Las Vegas, o prêmio de “Melhor Canção de Língua Portuguesa” no Grammy Latino, Djavan retorna a Maceió com apresentação única do show da turnê homônima no dia 19 de maio (sexta-feira), no Acrópole Hall, no Bairro do Jaraguá.     Com ingressos individuais entre R$ 60 e R$ 80, a turnê Vidas Para Contar já percorreu mais de 40 cidades no Brasil (incluindo Maceió, em abril do ano passado), além de apresentações em destinos internacionais como Santiago, Buenos Aires, Lisboa, Porto e Estoril.  


De acordo com a organização, o setlist do show inclui não apenas canções como “Não é um Bolero” e “Encontrar-te”, do último álbum, como sucessos de álbuns passados como “Oceano”, “Outono”, “Boa Noite”, “Eu te Devoro”, entre outras. 
De Maceió, o cantor e compositor segue para uma apresentação em Recife no Sábado, no Clássico Hall. 



Mais informações: 82 3235-5301 

TERMINA NESTA SEXTA(19) PRAZO PARA INSCRIÇÃO NO ENEM


Foto : Reprodução Globo News
O prazo para inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 encerra nesta sexta-feira (19). O candidato tem até as 23h59 desta sexta para realizar a sua inscrição do exame no site da Enem. A taxa de inscrição é de R$ 82 para ser pago até o dia 24 de maio.
Um balanço divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) na última terça-feira (16) aponta que, dentre os estados da Região Norte, o Pará é o que tem a maior quantidade de estudantes participando Enem em 2017: até a última segunda (15) foram 169.359 inscritos, que representam 4,6% dos 3.8 milhões estudantes de todo o Brasil habilitados para o exame.
Com seus quase 170 mil inscritos, o Pará tem quase duas vezes mais candidatos que o Amazonas, segundo estado da região norte em quantidade de inscritos no Enem, com 88.918. Em terceiro está Rondônia, com 42.651; seguido pelo Tocantins (33.361); Acre (27.588); Amapá (24.796) e Roraima (10.968).
Provas e resultados: o Enem 2017 será realizado em dois domingos consecutivos: 5 e 12 de novembro. No ano passado, a prova foi aplicada em um único fim de semana, nos dias 5 e 6 de novembro.
No primeiro dia de provas de 2017, as questões serão de linguagens, ciências humanas e redação, com cinco horas e meia de prova; no segundo, de matemática e ciências da natureza, com quatro horas e meia de duração.
Os resultados do Enem 2017 serão divulgados em 19 de janeiro de 2018. Os candidatos continuarão podendo acessar o resultado por área de conhecimento e o desempenho individual.

JORNALISTA DO ESTADÃO DIZ QUE OS IRMÃOS DA JBS VÃO IMPLODIR LULA,DILMA,RENAN CALHEIROS E JOSÉ SERRA



Lula, Dilma,Calheiros e Serra

Depois das graves denúncias feitas pelos irmãos friboi que balançaram o governo Temer, levaram duas pessoas para prisão, irmã e primo do senador Aécio Neves e pode trazer ainda consequências avassaladoras para o senador mineiro e outras figuras públicas.Agora a expectativa é o que virá dos irmãos empresários, que em delação premiada, dizem que tem muito mais a contar.

Indo numa corrente contrária a outros delatores que ficaram só no campo do disse-me-disse, os donos da JBS já se preparam para colocar  o ex-presidente Lula, o senador Renan Calheiros, o ex-chanceler José Serra e até a ex-presidente Dilma,em suas delações com provas fartas, segundo o Estadão. A conhecida jornalista Eliane Castanhêde disse ontem em sua coluna que a JBS implodirá Lula, Dilma, Renan e Serra. Segundo ela, os valores são de tirar o fôlego e surgirão nomes que até então vinham passando ilesos.

Quem teve informações sobre o material informa que os tentáculos do grupo JBS não ficam a dever nada aos da Odebrechet , mas com uma diferença : o dono e os executivos da empreiteira fizeram delação premiada depois de presos, sem chances de produzir novas provas tão contundentes. Diferentemente dos irmãos Batista, que estão há meses gravando seus interlocutores e pautando os monitoramentos da Policia Federal

Ainda segundo ela, isso trará devastação ainda maior  no mundo político e arrasta para o fundo do poço não apenas o presidente Temer e Aécio Neves, mas figuras como Lula, Dilma, Serra e Renan Calheiros.Eliane castanhêde encerrou sua coluna de ontem, dizendo que esta sexta-feira(19) será mais um dia para nunca ser esquecido na história. Portanto o dia de hoje, poderá ser mais um dia tumultuado no já podre mundo politico e que deixa o país na expectativa do que virá nas novas denúncias dos irmão friboi.

REVISTA ÉPOCA

Outra informação dessa vez, vindo da revista Época dessa quinta-feira também está deixando apreensivo os ex-presidentes Lula e Dilma e toda cúpula do PT. Segundo a matéria : a JBS depositou cerca de R$300 milhões em propina devida ao PT numa conta secreta controlada por Joesley Batista na Suíça, cuja empresa de fachada, titular oficial da conta , era sediada no Panamá. Era uma conta corrente de propina dividida nas planilhas da JBS, entre Lula e Dilma. As informações foram encaminhadas por Joesley á Procuradoria-Geral da República. Segundo  disse Joesley , o dinheiro era sacado no Brasil,em nome de Lula, e por ordem de Lula, ás vezes por meio de Guido Mantega - e também em campanhas do PT em 2010 e 2014 .Os recursos eram entregues em especie, depositados em contas de laranjas indicados pelo partido e pelo ex-presidente, e também transferidos oficialmente para contas de campanhas.parte expressiva desse bolo foi usado para comparar apoio de pequenos partidos.

UM SOCO DE DIREITA DO GOVERNO, PODE SE TRANSFORMAR EM DIRETAS JÁ

*De Brasília, por Marcelo Jorge

Em meio à turbulência em Brasília, o país já começa a sentir os efeitos nefastos desse novo episódio que, em meados de Maio, abala a república. A economia, que parecia se recuperar do baque anterior, volta a declinar com queda nas ações de companhias brasileiras, como a VALE e outras. O dólar, teve a sua maior alta em 18 anos, em razão do nervosismo pelo cenário político.

Em pronunciamento na quinta (18), o Presidente Temer, que se supunha anunciar sua renúncia, surpreendeu a todos ao colocar sua versão dos fatos de forma a deixar transparecer inocência em um fato que não  foi delação e sim confissão. Fez 'caras e bocas' , como se nada tivesse a ver com essa história. Logo após, disse que não renuncia e ponto.

A partir de uma gravação intencional, Joesley Batista, o delator da JBS, deu o “start” para um novo processo vivido pelo país. O empresário disse que era o maior doador também na campanha do Senador Aécio Neves e que ao final da campanha chegou a  vender um imóvel por R$ 17 mi para uma  pessoa indicada por Aécio e cujo valor seria revertido para o próprio Senador.

A base aliada, que no início parecia sólida, começou a desmoronar e hoje Temer deve sentir o peso do isolamento político, além de arcar com o longo e tortuoso caminho dos processos e os enormes prejuízos que sua atitude certamente lhe trará 

A pesada atmosfera no Distrito Federal já leva às ruas milhares de pessoas que ao final dos seus expedientes batem panelas na porta no palácio do Governo, entoando gritos de guerra e palavras de ordem, independentemente de terem colorações partidárias ou não, já chamam a atenção da imprensa nacional para o grave momento no intuito de quem sabe, levantar o restante da população brasileira para que, de forma pacífica e ordeira, possam também sair às ruas em busca da Democracia Perdida.

Mais uma vez o grito ecoa: DIRETAS JÁ!


*Marcelo Jorge é RadioJornalista, Publicitário, Consultor Político e nessa crise política, correspondente em Brasília para a imprensa de Pernambuco.