segunda-feira, 17 de abril de 2017

GARANHUNS ENTRA NO RANKING DE CIDADES DO INTERIOR COM MAIOR NÚMERO DE ESTUPROS, EM 2017

Além da onda de homicídios, Pernambuco soma 497 casos de estupro entre janeiro e março deste ano.

Um total de 497 casos de estupro foram registrados em Pernambuco de janeiro a março deste ano. Só no mês de março, foram 165 casos, outros 155 em fevereiro e 177 em janeiro.

Na Região Metropolitana do Recife (RMR) a polícia soma 160 crimes do tipo, sendo 54 em março, 49 em fevereiro e 66  em janeiro. A capital, Recife, teve os maiores registros: 82 nos três primeiros meses do ano, 22 em março, 26 em fevereiro e 34 em janeiro.

No interior do estado, um total de 246 estupros já aconteceram, sendo 89 em março, 80 em fevereiro e 77 em janeiro. Caruaru, Agreste de Pernambuco, foi o município com maior registro: 17 crimes. Em segundo ficou Ipojuca, na Zona da Mata Sul, com 12 casos e em terceiro, Garanhuns, com 11 estupros.

Os números foram divulgados pelo governo do estado por meio da Secretaria de Defesa Social (SDS).

EM PROL DO ABRIGO SÃO VICENTE, "MINHA VOVÓ É SHOW" JÁ TEM DATA, LOCAL E PROGRAMAÇÃO

Foto: Assessoria do evento
Diante as necessidades do Abrigo São Vicente de Paulo, em Garanhuns, Agreste de Pernambuco, a Instituição de Longa Permanência (ILPI), juntamente com o abrigo e um grupo de mais de 60 voluntários denominado “Netinhos Voluntários”, criaram o projeto “Minha Vovó é Show”, na intenção de arrecadar recursos financeiros que possam suprir as dívidas e gastos do local.

Foto: Falando Com o Agreste
O projeto, que foi lançado em coletiva de imprensa, nesta segunda-feira (17), trará atrações, não apenas locais como de todo o Brasil, para o campo da AGA, na Av. Rui Barbosa, Heliópolis. A programação foi montada visando diversos gêneros musicais, nomes como Mourinha do Forró; Tato (Falamansa); Tribo Cordel; Batista Lima; Felipe e Pezonni (Banda EVA) e Marcus Menna (Ex LS Jack), além de uma atração surpresa, já estão confirmadas para a noite em prol do abrigo. A grade de programação pode sofrer alterações, tendo em vista a possível vinda de mais uma atração de nível nacional. Vale ressaltar que todos os artistas que se apresentarão no evento doaram seus cachês ao abrigo.

A estrutura do “Minha Vovó é Show” acontece no dia 10 de maio, a partir das 19h e o ingresso custará R$30, sendo todo o valor arrecadado revertido à instituição. A venda acontece a partir de quarta-feira (19), em Salles Revista, no Abrigo Sãõ Vicente de Paulo ou com um dos voluntários do projeto.

Para mais informações, basta ligar para (87) 9 9638-6012 e falar com Edu Cabral



PERNAMBUCO REGISTRA 1.522 ASSASSINATOS NO PRIMEIRO TRIMESTRE/2017


JC/Arquivo
O mês de março de 2017 teve mais de 17 pessoas assassinadas por dia em Pernambuco. A média foi de 17,6 homicídios. Ao todo, segundo dados da Secretaria de Defesa Social (SDS), divulgados no site, foram registrados 548 crimes violentos letais intencionais (CVLI) no período de 31 dias.
No primeiro trimestre deste ano, foram registrados 1.522 assassinatos no estado. Isso significa um terço do total de homicídios notificados em todo o ano de 2016. O número da violência do terceiro mês de 2017 é 38% maior do que o de março do ano passado, quando foram contabilizadas 395 mortes.

Em 2016, em todo o estado, foram registrados 983 homicídios nos primeiros três meses, com 4.479 durante todo o ano. Esses números foram 15% maiores do que os registrados em 2015, de acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Defesa Social.
Este ano, o interior do estado foi a região em que houve o maior número de homicídios, com 828 mortes durante os primeiros três meses. Logo em seguida, vem a Região Metropolitana do Recife, com 454 e, sozinha, a capital foi palco de 240 assassinatos.
Entre janeiro e março deste ano, o ranking dos municípios onde houve o maior número de homicídios também aponta nas primeiras posições Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, com 113 crimes. Caruaru, no Agreste, notificou 70 assassinatos.

MAIS VIOLÊNCIA

Nos casos de Crimes Violentos Contra o Patrimônio, o índice atingiu 10.321 casos durante o terceiro mês do ano, totalizando 31.570 ocorrências desde janeiro.
Houve também um aumento no número de estupros, que subiu dos 155 contabilizados em fevereiro para 165, em março. O número chegou a 497 ocorrências durante os três meses do ano.
A quantidade de casos de violência doméstica e familiar contra a mulher chegou a 8.065, no mesmo período.

PACTO PELA VIDA

O foco do Pacto pela Vida, política de segurança lançada há dez anos pelo então governador Eduardo Campos, era a vítima da violência. Com a mudança, o foco passa a ser o autor dos crimes.

De fato Pernambuco vive um retrocesso: Desde 2007, não se registram tantos assassinatos.Naquele ano, o primeiro do Governador Eduardo Campos como governador, o Estado implantou um programa de redução  de mortes que foi premiado: o pacto pela vida.O projeto tinha como meta, reduzir os homicídios em 12%.Para isso apostava na integração das policias para melhorar a investigação, bônus a policiais que resolvessem mais crimes e participação popular na participação de politicas públicas de prevenção e combate a criminalidade.

Em  2007, foi criada a primeira delegacia especializada na resolução de homicídios.O estado foi dividido em 26 áreas, e os responsáveis eram cobrados em reuniões semanais com o governador.No ano seguinte as mortes violentas caíram.Em 2003, Pernambuco teve 3.100 assassinatos, o menor número desde que começou a contabilizar esses números.

G1 e Folha



CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA GRIPE COMEÇA NESTA SEGUNDA,17


Começa nesta segunda-feira (17) a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza. A campanha vai até 26 de maio, e o dia de mobilização nacional está marcado para o dia 13.
A meta é vacinar 54,2 milhões de pessoas em todo o país. Este ano, a novidade da campanha é a inclusão dos professores da rede pública e privada no público alvo, com direito a receber a imunização gratuitamente no SUS.
A contraindicação é para quem tem alergia severa a ovo.

Veja quem recebe a vacina pelo SUS 

Crianças de 6 meses a menores que 5 anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias)
Gestantes
Puérperas (mulheres que estão no período de até 45 dias após o parto)
Idosos (a partir de 60 anos)
Profissionais da saúde
Povos indígenas
Pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional
Portadores de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade
Professores de escolas públicas ou privadas

Três subtipos

A vacina disponível no SUS protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no país: A/H1N1; A/H3N2 e influenza B..
Segundo o ministério da Saúde, 60 milhões de doses de vacinas foram adquiridas, das quais 21,1 milhões de doses já foram distribuídas aos estados.
Os grupos prioritários devem se vacinar todos os anos, já que a imunidade contra os vírus cai progressivamente. Além disso, o vírus da gripe passa por mutações frequentes


FIM DO FORO PRIVILEGIADO,UBER,E LEI DA MIGRAÇÃO DEVEM MARCAR SEMANA NO SENADO

Outra semana curta por causa de feriado na sexta-feira (Tiradentes). O relator da Reforma da Previdência apresenta seu parecer na terça-feira (18). Mais uma vez, a Câmara tenta votar projeto de lei sobre a dívida dos estados. Os principais temas da semana são

Terça-feira (18/04), o presidente Michel Temer promove café da manhã com deputados da base aliada para discutir reforma da Previdência, e  relator da Reforma da Previdência, Arthur Maia (PPS-BA), apresenta seu parecer na Comissão Especial que discute o tema.

A Câmara pode votar projeto de lei que cria o Regime de Recuperação Fiscal dos Estados.A Comissão Especial da Reforma Política discute o parecer do deputado Vicente Cândido (PT-SP), que propõe o voto em lista e o financiamento público de campanha.A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado realiza audiência pública sobre os impactos da Reforma da Previdência na economia dos pequenos municípios das regiões Norte e Nordeste com Paulo Ziulkoski, Presidente da Confederação Nacional dos Municípios, e outros.
O Banco Central divulga a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária, quando o colegiado reduziu de 12,25% para 11,25% a taxa básica de juros.
Quarta-feira (19/04)
O senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) apresenta na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) seu relatório à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que extingue o foro privilegiado para autoridades brasileiras.

Lei de Migração - No plenário os senadores podem aprovar o projeto d elei que trasta sobre novas regras para migrantes no país.A proposta define os direitos e deveres do migrante e do visitante no Brasil.

Outro tema aguardado para essa semana é o projeto de lei 5587/16, que trata da regulamentação de serviços de transporte remunerado por meio de aplicativops como Uber e Cabify.A matéria que provocou protestos popr parte dos motoristas desses aplicativos em Brasília é polêmica.

“PERNAMBUCO ESTÁ SEM LIDERANÇA” DIZ SENADOR ARMANDO MONTEIRO

Em entrevista nesse final de semana a uma rádio da capital pernambucana, o Senador Armando Monteiro Neto (PTB) teceu duras críticas à gestão do PSB em Pernambuco. 

Monteiro analisou a administração de Paulo Câmara (PSB) e voltou a reiterar, na sua opinião, a falta de liderança do governante. Quando foi indagado acerca de uma pré candidatura ao Governo do Estado nas eleições de 2018, o senador fez elogios ao trabalho dos ministros pernambucanos Mendonça Filho (DEM) e Bruno Araújo (PSDB). 

O petebista não descartou uma possível aliança para a disputa futura.


Na pesquisa realizada pelo Instituto Uninassau, que gerou contestação por parte do PSB, já que mostrava um cenário negativo para o governador Paulo Câmara, Armando Monteiro apareceu liderando os cenários com 22% da preferência do eleitorado entrevistado. 

Armando Monteiro, responsável pela inserção na política do Prefeito de Garanhuns Izaías Régis (PTB),  foi eleito senador no ano de 2010 e concorrendo ao governo do estado em 2014, foi derrotado pelo atual governador.  

Em 2018 a decisão de Armando em concorrer à reeleição no senado ou disputar o cargo hoje ocupado por Paulo Câmara, a depender do resultado, pode alça-lo ao protagonismo de  um novo momento na cena política pernambucana, como governador, ou pode encerrar sua participação com mandato eletivo.