sábado, 1 de abril de 2017

PESQUISA DIZ QUE PAULO CÂMARA É O PIOR GOVERNADOR DA HISTÓRIA DE PERNAMBUCO

Foto: Ayane Melo
A repercussão da pesquisa divulgada pelo Instituto Uninassau em todo o estado de Pernambuco, nos dias 23 e 24 de Março, que traz um resultado negativo da gestão do Governador Paulo Câmara, com uma avaliação de 74% de reprovação popular, foi contestada pelo seu partido PSB em nota divulgada pelo seu Presidente estadual, Sileno Guedes.
Na nota, o dirigente socialista tenta desqualificar o instituto, mesmo sendo a mesma empresa de pesquisas que acompanhou a campanha vitoriosa de Câmara nas eleições de 2014, com um nível de acerto elevado. Na pesquisa atual, realizada entre os últimos dia 23 a 25 de Março, o quadro apresentado desfavorece o gestor em todas as regiões.
Na região agreste, por exemplo, o governador obteve um percentual de 49% de "péssimo" e 23% de ruim, um dos piores em todo o estado. Em Recife, a reprovação à gestão também é alta:  chega a 43% de "péssimo" e 30% de ruim.

Na mesma pesquisa, o gestor Paulo Câmara é apontado pela população como o pior governador da história de Pernambuco.

De olho em 2018, os números da Uninassau também mostram o Senador Armando Monteiro (PTB) como líder na corrida ao governo do estado. O atual Ministro da Educação, deputado federal licenciado Mendonça Filho (DEM) também figura como um adversário competitivo e mais um obstáculo ao atual governador.

PARQUE EUCLIDES DOURADO SE ESTABELECE COMO POLO ESPORTIVO DE ENTRETENIMENTO E LAZER PARA A REGIÃO



Centenas de usuários  do parque Euclides Dourado participaram na tarde desse sábado (01), do Projeto "Corpo, Saúde e Movimento" realizado pela prefeitura de Garanhuns, através da Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer e em parceria com uma academia local.  Com animação do personal "Pabinho" , os adeptos da Zumba realizaram coreografias, enquanto o público acompanhava tudo.

No restante do bucólico espaço, os usuários realizavam outras atividades ou apenas contemplavam o final de tarde na praça de alimentação, montada semanalmente no espaço. Para o titular da pasta, Secretário Carlos Eugenio, o governo municipal vem permitindo e apoiando de forma integral essa movimentação e os planos são para a ampliação das atividades em um futuro próximo.


Imagens: Falando com o Agreste.

ENCERRADA GREVE DO DETRAN PE

Após 47 dias de paralisacão, os servidores do DETRAN - PE devem voltar as suas atividades nesse segunda feira (03), de acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores do Detran (Sindetran-PE),  Alexandre Bulhões. 


A decisão do fim da paralisação, iniciada em 13 de  fevereiro deste ano, foi motivada após uma decisão do desembargador Eduardo Augusto de Paurá Peres, do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), para que os servidores voltem imediatamente ao trabalho. 
A decisão, prevê pena de abertura de processo administrativo em caso de descumprimento.
Entre as reivindicações da categoria, estão a licitação regular da empresa responsável pelo plano de saúde dos servidores, o pagamento de gratificação ao examinador das provas práticas e de insalubridade para quem faz vistoria do motor de veículos. 

Outra solicitação é o pagamento de gratificação de produtividade paga aos servidores que trabalham nos shoppings e seria estendida aos trabalhadores de todas as Circunscrições Regionais de Trânsito do interior (Ciretrans).
O presidente do sindicato garante que a luta pelo atendimento a essas reivindicações vai continuar. “Estamos retomando as atividades, mas vamos apelar da decisão do desembargador e, se ele continuar negando, vamos até o Supremo Tribunal Federal", afirmou Alexandre Bulhões.

CONTAS DE ENERGIA TERAO BANDEIRA TARIFARIA VERMELHA A PARTIR DESSA SEGUNDA FEIRA

No mês de abril, os consumidores de energia elétrica vão pagar R$ 3 a mais para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. É que no próximo mês vai vigorar a bandeira tarifária vermelha patamar 1, que é usada quando é preciso acionar usinas termelétricas mais caras, por causa da falta de chuvas.
É a primeira vez neste ano que a bandeira vermelha é ativada. Em março, a bandeira tarifária em vigor foi a amarela, com adicional de R$ 2 para cada 100 kWh e, anteriormente, a bandeira era a verde, sem custo extra para o consumidor.
Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o uso consciente. As cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade.
Como funcionam as bandeiras
O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração.
Quando chove menos, por exemplo, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia no país. Nesse caso, a bandeira fica amarela ou vermelha, de acordo com o custo de operação das termelétricas acionadas.
Fonte: Agência Brasil