sexta-feira, 31 de março de 2017

EM ENTREVISTA EXCLUSIVA AO FALANDO COM O AGRESTE, HUMBERTO COSTA DIZ QUE O PT NÃO ENXERGA OUTRO NOME PARA A DISPUTA PRESIDENCIAL QUE NÃO SEJA O DE LULA

Na tarde dessa sexta-feira (31) o Senador Humberto Costa (PT), esteve participando de uma audiência pública no município de Angelim. Na pauta uma ampla discussão popular sobre as reformas sociais propostas pelo governo Temer.

O evento contou com a presença do presidente da FETAPE, Doriel, o prefeito daquele município, Douglas Duarte (PSB) sua vice Rosa, além de representantes de movimentos sociais da região e vereadores locais. Humberto fez duras críticas ao Governo Temer, atribuindo as imensas dificuldades que o país atravessa as medidas tomadas pelo governo, denominado pelo senador de "governo golpista".

O prefeito Douglas aproveitou a oportunidade para posicionar-se contra a reforma da previdência, como proposta originalmente pelo governo.

Na próxima segunda feira (03), no Programa "Falando com o Agreste", a partir do meio dia na Rádio Marano FM , o Senador falará sobre reformas, lavajato e acerca de uma suposta candidatura do ex presidente Lula à presidência.

De acordo com o Senador petista, o partido não cogita outro nome para pleitear o cargo em 2018.

PROTESTOS CONTRA REFORMAS ACONTECEM EM 8 ESTADOS, INCLUINDO PERNAMBUCO E ALAGOAS

A sexta-feira (31) começou com protestos nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco,Maceió, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Pará e Minas Gerais. Os atos têm relação com a série de manifestações que centrais sindicai, farão ao longo do dia contra a reforma da previdência e as mudanças na legislação trabalhista defendidas pelo governo de Michel Temer ( PMDB).

SÃO PAULO

Manifestantes ateiam fogo em pneus
 Por volta das 10h, um grupo de cerca de 20 pessoas fechou um dos principais cruzamentos da capital paulista, entre as avenidas Rebouças e Faria Lima.Mais cedo, no início desta manhã, manifestantes do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto) realizaram bloqueios em vias da capital e da Grande São Paulo. Às 6h30, eles fecharam trechos nos dois sentidos do Rodoanel, na região da cidade de Mauá. O grupo queimou pneus sobra a pista e o trânsito tinhas, até ás 7 horas, congestionamentos nos dois sentidos.



RIO DE JANEIRO

Por volta das 8h, o grupo Levante Popular da Juventude montou um acampamento na frente do prédio da TV Globo no Jardim Botânico, na zona sul do Rio de Janeiro. Os manifestantes gritavam: "o povo não é bobo, o Temer é da Globo.


PERNAMBUCO

Movimento dos trabalhadores em teto
De acordo com a TV Jornal, um protesto iniciado na manhã interditava os dois sentidos da BR-101 Sul, próximo ao viaduto do Ceasa (Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco) e à entrada do bairro de Jardim São Paulo na zona oeste do Recife.
os manifestantes queimaram pneus e bloquearam as duas pistas.



BAHIA

Segundo o "A Tarde", uma manifestação na manhã de hoje bloqueava o trânsito na avenida ACM, na altura do Shopping da Bahia, em Salvador. Os rodoviários decidiram não parar, mas aderiram ao movimento realizando operação padrão nesta sexta feira, ou seja, circulando apenas na faixa da direita.


MACEIÓ

registro de um internauta
O protesto dos motoristas e cobradores de ônibus contra as reformas da Previdência e do Trabalho começou às 9h desta sexta-feira (31), com as chegadas dos primeiros ônibus de transporte urbano à Praça Centenário, no bairro do Farol, em Maceió.
Os trabalhadores que chegam ao local, ponto de concentração dos manifestantes, param os coletivos, e os passageiros que vão ao centro de Maceió precisam continuar o trajeto a pé, descendo pela ladeira dos Martírios.
Ontem, o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Alagoas (Sinttro-AL)informou que a entidade sindical segue a decisão da paralisação nacional.

Em entrevista ao UOL, o presidente da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Vagner Freitas, definiu os protestos desta sexta como um "aquecimento" da "greve geral" convocada para o dia 28 abril.
A central sindical se articula para realizar no próximo mês o "Abril vermelho", que terá um calendário de protestos inspirado no movimento homônimo organizado pelo MST (Movimento dos Sem Terra).

Uol e TNH1

DESEMPREGO SOBE E ATINGE 13,5 MILHÕES NO PAÍS, DIZ IBGE


HORA 1
O desemprego subiu para 13,2% no trimestre de dezembro a fevereiro, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (31) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por meio da pesquisa Pnad Contínua. A alta em relação ao trimestre anterior é de 1,3 ponto percentual e de 2,9 pontos percentuais em relação ao mesmo trimestre do ano passado. De acordo com o IBGE, essa foi a maior taxa de desocupação da série histórica, iniciada em 2012.
No trimestre de dezembro a fevereiro, o Brasil tinha 13,5 milhões de desempregados - crescimento de 11,7% (1,4 milhão de pessoas a mais) frente ao trimestre encerrado em novembro de 2016 e 30,6% (mais 3,2 milhões de pessoas em busca de trabalho) em relação a igual trimestre de 2016. Esse número é recorde da série histórica.

Já a população ocupada também bateu recorde - é o menor da série histórica. No trimestre encerrado em fevereiro, eram 89,3 milhões de pessoas no mercado de trabalho. O recuo se deu tanto em relação ao trimestre terminado em novembro de 2016 (-1%, ou 864 mil a menos) como ao mesmo trimestre do ano passado (-2%, ou 1,8 milhão a menos).
Desse total, 33,7 milhões de pessoas que estavam empregadas no setor privado tinham carteira de trabalho assinada. Esse número recuou tanto frente ao trimestre de setembro a novembro de 2016 (-1,0% ou 337 mil pessoas) quanto ao mesmo trimestre de 2016 (-3,3%, ou 1,1 milhão de pessoas).
Os empregados no setor privado sem carteira de trabalho assinada (10,3 milhões de pessoas) ficou estável em relação ao trimestre anterior e cresceu 5,5% (ou mais 531 mil pessoas) em relação ao mesmo trimestre de 2016.

GAZETAWEB

PREÇO DE REMÉDIOS PODE TER UM AUMENTO DE ATÉ 4,76%

Foto: Portal R7
O governo autorizou um aumento de até 4,76% nos preços. A regulação é válida para mais de 19 mil medicamentos disponíveis no mercado varejista brasileiro.

Em 2016, o reajuste máximo autorizado, pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed), órgão do governo formado por representantes de vários ministérios, foi de 12,5%. Em 2015, 7,7%. E em 2014, o reajuste foi de 5,68%.

Foram autorizados 3 níveis diferentes de alta, conforme o perfil de concorrência dos produtos, seguindo a lógica de que, nas categorias com um maior número de genéricos, a concorrência é maior e, portanto, o aumento também pode ser maior.

Nível 1: Classes terapêuticas sem evidências de concentração - 4,76%
Nível 2: Classes terapêuticas moderadamente concentradas - 3,06%
Nível 3: Classes terapêuticas fortemente concentradas - 1,36%


O Sindicato da Indústria Farmacêutica (Sindusfarma) informou, por meio de nota, que os índices de reajuste não repõem a inflação passada, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no acumulado de 12 meses, de março de 2016 a fevereiro deste ano.

COMOÇÃO NO VELÓRIO DE AGENTE PENITENCIÁRIO EM GARANHUNS. CAUSA DA MORTE SERÁ INVESTIGADA PELA POLÍCIA

Está sendo velado em Garanhuns desde a noite dessa Quinta (30), na Avenida Simôa Gomes em Heliópolis, o corpo do agente penitenciário Janailton Porfírio Roldão, 38 anos, natural de Bom Conselho e que trabalhava na cidade alagoana de Girau do Ponciano. Janailton foi encontrado no início da tarde de ontem sem vida em seu apartamento no bairro da Boa Vista, aqui em Garanhuns.

A Polícia Civil deve iniciar as investigações com o objetivo de definir a causa da sua morte.  De acordo com a Polícia, seu corpo apresentava uma perfuração na cabeça provocada, provavelmente, pelo disparo de uma pistola calibre 380.  A arma foi encontrada próxima ao corpo de Janailton.


Informações revelam ainda que o agente penitenciário estava sendo submetido a um tratamento psiquiátrico, encontrando-se por esse motivo, afastado do trabalho. A principal linha de investigação é a de que o agente tenha tirado a própria vida, no entanto a polícia deve trabalhar com outras hipóteses. 




MINISTÉRIO PÚBLICO ENTRA COM AÇÃO CONTRA PP E SEIS DEPUTADOS POR DESVIOS NA PETROBRAS

O Ministério Público Federal ajuizou uma ação civil pública contra o Partido Progressista por improbidade administrativa. Também são alvos da ação civil seis deputados federais do partido, além de quatro ex-deputados e de um assessor parlamentar.  O MPF pede o pagamento de mais de R$ 2 bilhões e a suspensão dos direitos políticos dos envolvidos. Os procuradores também pedem a perda dos cargos daqueles que cumprem mandato.  A investigação identificou dois esquemas de desvios de verbas da Petrobras envolvendo o partido.

O primeiro esquema envolvia contratos vinculados à Diretoria de Abastecimento da estatal, no período de 2004 a 2014. O MPF estima que tenha sido pago mais de R$ 410 milhões em propinas. 

O segundo esquema consistia no pagamento de propina por parte da Braskem, empresa do Grupo Odebrecht. O destino das vantagens financeiras também era o Partido Progressista e seus integrantes, segundo a força-tarefa.  Neste esquema paralelo, que funcionou entre 2006 e 2012, a investigação estima que o montante de propinas pagas tenha alcançado a cifra de R$ 49 milhões. 

São citados na ação os deputados federais:
Nelson Meurer (PP-PR)
Mário Negromonte Júnior (PP-BA)
Arthur Lira (PP-AL)
Otávio Germano (PP-RS)
Luiz Fernando Faria (PP-MG)
Roberto Britto (PP-BA)
Os ex-deputados federais:
Pedro Corrêa (PP-PE)
Pedro Henry (PP-MT)
João Pizzolatti (PP-SC)
Mário Negromonte (PP-BA)
E também:
João Claudio Genu, ex-assessor parlamentar
José Janene, deputado federal falecido


* Em nota, o PP informou que "todas as doações recebidas foram legais e devidamente declaradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral". O partido disse ainda que "não compactua com condutas ilícitas e confia na Justiça para que os fatos sejam esclarecidos".

EBC Notícias

NOVA ELEIÇÃO PARA PREFEITO MOVIMENTARÁ IPOJUCA NESTE DOMINGO

Foto: Divulgação
Os eleitores de Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife, vão às urnas para escolher o prefeito nesse  domingo (2). No município, o candidato Romero Sales (PTB) havia sido o mais votado para o cargo em outubro do ano passado, mas teve o registro indeferido por já ter uma condenação por improbidade administrativa.

Nesta quinta-feira (30), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou o recurso de cassação do registro, que foi rejeitado pelo relator. Com isso, ficou mantida a decisão do próprio TSE que havia cassado o registro do candidato mais votado na eleição municipal do ano passado e previsão de eleição suplementar no município neste final de semana.

Até o dia da eleição, desde a meia-noite de hoje quinta-feira (30), está proibida a propaganda em rádios e também a realização de comícios. A propaganda de rua, com distribuição de folhetos e carro de som, pode ser feita até o sábado (1º).

Quem assumiu o cargo de prefeito foi o presidente da Câmara dos Vereadores, que fica até que saia o resultado da nova eleição. Em uma sessão tumultuada, com cadeiras sendo arremessadas e spray de pimenta, Ricardo José de Souza (PTC) foi eleito presidente do Legislativo e, consequentemente, assumindo à prefeitura.

O município conta com mais de 67 mil eleitores. A cidade tem 190 seções eleitorais e, em todas elas, haverá uma urna eletrônica. A maior seção eleitoral é a localizada na Escola Municipal Manoel Luiz Uchoa Cavalcanti, onde 401 pessoas estão aptas a votar. O dia da eleição vai contar com 760 mesários.

Três candidatos disputam o cargo de prefeito de Ipojuca. Veja abaixo o perfil deles:

Carlos Santana (PSDB) tem 60 anos, é médico veterinário, servidor público municipal, casado e foi quatro vezes prefeito de Ipojuca.
Célia Sales (PTB) tem 52 anos de idade, ensino médio completo, é casada e é funcionária pública municipal. Ela foi a candidata a vereadora nas eleições de 2016.

Olavo Aguiar (PMN) tem 39 anos de idade, ensino fundamental completo, casado e atualmente é vereador em Ipojuca.

Com informações do G1 Pernambuco