quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

LÍDER DO PCC QUE LEVAVA VIDA NABABESCA EM MACEIÓ É MORTO PELA POLÍCIA

A operação desencadeada pela Polícia Federal nesta quinta-feira (7) com o objetivo de desarticular uma quadrilha de lavagem de dinheiro e tráfico de drogas resultou na prisão de um policial militar de Alagoas. Identificado como Domingos Terêncio Correia, ele é parente de outros dois presos, que operariam uma academia de fachada em Maceió, e cunhado de Erik Ferraz, principal alvo da operação da PF e que morreu em confronto com a polícia. Em um imóvel da quadrilha, a PF apreendeu US$ 500 mil dólares


Grande quantidade de dinheiro foi apreendida durante operação
FOTO: DIVULGAÇÃO PF
Além do dinheiro, propriedades e bens de luxo também estão ligados ao grupo. Eles também seriam responsáveis pela administração de três empresas de fachadas, utilizadas para lavagem de dinheiro do tráfico internacional de drogas. São elas o bar Black Out pub, na Jatiúca, a pizzaria Moriah, localizada no Pouso da Garça, e a academia Premier Combate Fit, no bairro da Serraria. 
A Polícia Federal suspeita da conexão internacional porque os maços de dinheiro encontrados indicam procedência estrangeira.O traficante também estaria envolvido no assalto a um voo da TAM em 1996, quando foram levados R$ 6 milhões. Com diversas condenações, de acordo com a PF, ele foi apontado ainda como líder nacional de uma facção criminosa, o PCC, e utilizava uma identidade falsa.
Erik foi morto em uma troca de tiros com a polícia após reagir à operação, batizada de "Duas Caras". A ação contou com o apoio do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e da Radiopatrulha e cumpriu mandados de prisão, de busca e apreensão e de condução coercitiva, expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital.
Erik levava vida nababesca em Maceió- Foto - Uol
O suspeito ainda foi socorrido e levado ao Hospital Geral do Estado (HGE), no Trapiche da Barra, em Maceió, mas não resistiu. Ele utilizava a identidade falsa em nome de Bruno Augusto Ferreira Júnior, e vinha atuando como empresário na capital alagoana.



GAZETAWEB

Nenhum comentário:

Postar um comentário