terça-feira, 28 de novembro de 2017

NOVOS CÁLCULOS DO VALOR DAS APRESENTAÇÕES DE ANA CAROLINA E CAPITAL INICIAL, NO FIG 2015, SÃO SOLICITADOS PELO MPPE

Através da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Garanhuns, o Ministério Público convocou a secretária de cultura, do ano de 2015, ano em que houveram os shows de Capital Inicial e Ana Carolina, Cirlene Leite para uma nova audiência ministerial, tendo em vista a exclusão do processo, o áudio e os e-mails que foram anexados como provas pelos então vereadores: Cláudio Taveira, Nelma Carvalho, Paulo Leal e Sivaldo Albino, que na época da denúncia, faziam parte da Bancada de Oposição ao Governo do Prefeito Izaías Régis (PTB).

Depois que os áudios e e-mails foram retirados do processo, o Ministério Público pediu ao CAT Contábil (Assessoria Contábil Especializada), que refizesse os cálculos do valor de mercado dos shows, excluindo os constantes das propostas dos e-mails.

Foto: G1
Relembrando o caso: A denúncia aconteceu em agosto de 2015, quando os parlamentares registraram que, de acordo com orçamentos enviados pelos escritórios de Ana Carolina e de Capital Inicial, pode ter acontecido um superfaturamento em torno de R$ 100 mil na contratação dos artistas. O Governo Municipal também se pronunciou no período da denúncia e negou as irregularidades, apresentando uma documentação, que segundo a prefeitura, justificaria os investimentos de R$ 457 mil nas contratações das duas atrações do FIG 2015.

Em junho deste ano, o MPPE chegou a conclusão, a partir de relatório técnico, tendo como base a média dos valores de shows realizados no ano de 2015 pelas atrações, que ocorreram pagamentos acima do valor de mercado no montante de R$ 139.545,25. Para chegar a essa posição, os analistas levaram em consideração, também, as informações constantes nos e-mails e no áudio apresentados pelos Vereadores denunciantes, que agora foram desconsiderados do processo.


A ex-secretária voltará a ser ouvida pelo Ministério Público no dia 5 de dezembro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário