terça-feira, 3 de outubro de 2017

CNM PROMOVE HOJE ENCONTRO COM PARLAMENTARES E CENTENAS DE PREFEITOS PARA DISCUTIR CRISE NOS MUNICÍPIOS

Presidente da CNM, Paulo Ziulkoski/ Foto: CNM
O programa "Falando com o Agreste"  está desde ontem segunda feira (02) na capital federal de onde acompanha o evento promovido pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) na manhã de hoje, terça-feira (03). Trata-se de um evento que reunirá cerca de 400 gestores municipais para discutir a crise financeira que assola os Municípios do país. Parlamentares do Legislativo Federal foram convidados para compor a discussão que, além de englobar a pauta municipalista, também se preocupa em criar estratégias e políticas conjuntas para driblar a conjuntura econômica desfavorável.

A reunião contará com a presença do presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, e ocorrerá na sede da entidade logo mais às 09 horas, primeiramente realizada apenas com os prefeitos. Em seguida, às 11 horas, a entidade recebe para o debate os deputados e senadores preocupados com a situação municipal. O evento também contará com membros do Conselho Político e da diretoria da CNM.

Cobertura direto de Brasília para o Programa Falando com o Agreste.
O encontro ocorre em momento concomitante com o lançamento do mais recente estudo da Confederação, que traz um diagnóstico sobre a crise financeira nos Municípios. O documento procura explicar a crise financeira pela qual passam as administrações municipais e aponta para uma crise conjuntural e também sistêmica.

Conforme apontado, a tão falada crise que chegou à União e aos Estados nos últimos anos já é realidade cotidiana dos Municípios há tempos, que convivem com restrições orçamentárias acompanhadas de aumento de demandas sociais.

Do agreste pernambucano participam os prefeitos Ednaldo Peixoto (Jucati); Marcos Patriota (Jupi); Neide Reino (Capoeiras); Débora Almeida (São Bento do Una); Douglas Duarte (Angelim); Valmir do Leite (Paranatama); Expedito Nogueira (Calçado); Izaías Régis (Garanhuns), entre outros.


Em um primeiro momento, os prefeitos seriam recebidos nesta manhã pelo Presidente Michel Temer, mas em razão de uma mudança de agenda, o encontro foi cancelado. Os gestores iriam apresentar a Temer uma pauta de reivindicações, fruto da Caravana que os gestores fazem a Brasília nesta data, além de discutir a aprovação emergencial da PEC 29/2017, de autoria do senador Raimundo Lira (PMDB-PB), que cria um adicional de 1% do Fundo de Participação dos Municípios – FPM para todos os Municípios brasileiros, no mês de setembro, a exemplo do que já ocorre nos meses de junho e dezembro.  


Nenhum comentário:

Postar um comentário