quarta-feira, 20 de setembro de 2017

MORRE JAKE LAMOTTA, O TOURO INDOMAVÉL

Jake LaMotta foi imortalizado no cinema por Robert de Niro -     Foto : Teddy Blackburn - Reuters

Jake LaMotta, o pugilista cuja vida inspirou o filme Touro Indomavél– realizado por Martin Scorsese e com Robert De Niro no papel principal, que ganhou o Oscar de  melhor ator – morreu na terça-feira, aos 95 anos, devido a complicações resultantes de uma pneumonia.
PUB
“Jake LaMotta, 10 de Julho de 1922 – 19 de Setembro de 2017. Descansa em paz Pai”, escreveu Christi LaMotta, filha do ex-pugilista, na rede social Facebook.
Ao longo de um percurso profissional com mais de oito anos, Jake LaMotta obteve 83 vitórias e 19 derrotas. Originário do Bronx, foi campeão mundial de pesos-médios em 1950.
Ao longo da sua carreira LaMotta protagonizou uma acesa rivalidade com Sugar Ray Robinson. Os dois pugilistas enfrentaram-se seis vezes, com cinco triunfos para Robinson – mas LaMotta levou o adversário ao tapete inúmeras vezes e os seus desempenhos arrojados valeram-lhe a consideração dos adeptos em todo o mundo. “Lutei tantas vezes com o Sugar Ray que até me admiro de não ter ficado com diabetes”, ironizou LaMotta sobre a rivalidade.

O pugilista no auge - Foto Christi LaMotta
Em 1951, um dos duelos entre os dois pugilistas ficou conhecido como “Massacre do Dia de S. Valentim”, recorda a revista norte-americana Sports Illustrated, acrescentando: “LaMotta foi golpeado intensamente até que o combate foi interrompido ao 13.º round, porque LaMotta já não conseguia defender-se. LaMotta nunca foi ao tapete, porém, levando a que Robinson o descrevesse como o adversário mais duro que já tinha enfrentado”.



Público.pt



Nenhum comentário:

Postar um comentário