terça-feira, 12 de setembro de 2017

CRISE NO PMDB PERNAMBUCANO: HENRY DIZ QUE FBC "SÓ CONFIRMA A FAMA DE TRAIDOR."

Fotomontagem sobre imagem Divulgação do PSB/ Dayvison Nunes (JC Imagem) 
*Por Marcelo Jorge

A entrada do Senador Fernando Bezerra Coelho no PMDB, imediatamente após seu desembarque do PSB, ainda suscita muitas polêmicas e já cria uma crise partidária com lideranças locais do partido que acolheu FBC.
E essa crise ficou evidente principalmente após as declarações do Senador Romero Jucá, presidente Nacional do partido abraçado pelo senador pernambucano, de que a legenda deve ter candidato próprio ao governo de Pernambuco e que esse nome seria o do ex socialista.

Para esquentar ainda mais o clima já alterado, a presidência estadual do PMDB entrou em disputa, quando o próprio Fernando Bezerra demonstrou interesse em assumir o comando da sigla no estado.  

Para o vice-governador de Pernambuco e atual presidente da executiva estadual do PMDB, Raul Henry, que fez duras críticas ao processo de ingresso do senador Fernando Bezerra Coelho no partido e à possível perda do comando da legenda para o novo integrante o senador, antes aliado, comete  "violência contra a história da legenda", e complementou revelando que o seu grupo "vai lutar". Além disso, Henry ainda acusou o parlamentar sertanejo de "traidor".

Questionado se a iniciativa seria uma retaliação da executiva nacional à postura do deputado federal Jarbas Vasconcelos em favor da denúncia do presidente Michel Temer (PMDB), Raul Henry disse acreditar as duas coisas parecem não ter relação.

"Agora é uma coisa diferente, uma articulação do senador Fernando, uma coisa absolutamente desleal, traiçoeira, indigna da parte dele, mas não vamos aceitar. Me parece que com essa só confirma a fama de traidor que ele conseguiu cultivar aqui em Pernambuco. Não vamos admitir, nós vamos para a luta e para o enfrentamento", disparou.


Agora, é aguardar como deve ficar a situação do PMDB, de Henry e do Deputado Jarbas Vasconcelos, já que este último em entrevista recente afirmou que acolheria Fernando Bezerra Coelho no PMDB. 

Raul Henry disse que nesta quarta-feira (13) vai ter reunião da executiva nacional e que ele e Kaio Maniçoba, atual secretário estadual de Habitação - e que também faz parte da direção nacional -, estarão e que levantarão o assunto para debate.

*Marcelo Jorge é Consultor Político, radiojornalista âncora do Programa 'Falando com o Agreste', Publicitário e Graduando em Ciência política pela UNINTER 

Nenhum comentário:

Postar um comentário