terça-feira, 8 de agosto de 2017

TEMER PEDE CONFIANÇA NO SEU GOVERNO E PRESIDENTE DA CÂMARA DEFENDE APROVAÇÃO DAS REFORMAS

Foto: Divulgação
*Por Marcelo Jorge

Aqui em Brasília, as expectativas dos parlamentares é de que o segundo semestre de 2017 seja produtivo na agenda do Congresso. Desde segunda feira por aqui, conversando com políticos de diversas correntes, o que sentimos é a sensação de que nada está definido e de que a agenda da crise ainda permancerá por algum tempo rondando as decisões políticas e administrativas. 
Por sua vez, o Presidente Michel Temer está cumprindo outra agenda: Em São Paulo, onde participou da abertura de um congresso do setor automotivo, o apoio à reforma da Previdência foi a palavra de ordem. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), também esteve no evento.

Primeiro, Maia criticou a oposição, que, segundo ele, tem criado obstáculos para aprovação das mudanças na regra da aposentadoria. Em seguida, passou a defender a aprovação de outras reformas como a tributária a reforma política. O discuso agradou a plateia, formada basicamente por empresários e representantes do setor financeiro.


Já o presidente Michel Temer aproveitou o mote do congresso, que trata da confiança, para defender a ideia de que é preciso confiar em seu governo justamente para aprovar as reformas. O presidente também falou da renegociação das dívidas dos estados e do controle da inflação e da relação do seu governo com o Parlamento. Ao final, perguntado se ele aprova a implantação do parlamentarismo no Brasil já em 2018, ele falou que a proposta é bem-vinda.

Quem também esteve presente na cerimônia de abertura foi o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que, na semana passada, chegou a defender o desembarque do PSDB da base de apoio do governo, mas que, hoje, disse que está à disposição do governo para ajudar em todas as reformas.
Ao que parece, independente da má avaliação popular de Temer, o governo está disposto a ir onde for possível e fazer até o que poderia parecer impossível para cumprir a agenda das reformas,



*Marcelo Jorge está correspondendo de Brasília até essa quarta (09) para o programa e Blog "Falando com o Agreste". É publicitário e radiojornalista , âncora do programa e graduando em Ciência Política pela Uninter 

Nenhum comentário:

Postar um comentário