segunda-feira, 28 de agosto de 2017

MINISTRO FERNANDO FILHO E PAI, SENADOR FBC, ESNOBAM EVENTO DO PARTIDO, MAS CONFIRMAM PRESENÇA EM EVENTO DA OPOSIÇÃO HOJE EM CARUARU.

Foto: Roberto Pereira
E ontem, domingo (27) o clima do 14º Congresso Estadual do PSB foi de convocação para as eleições 2018. A oportunidade serviu ainda para a recondução do presidente estadual da sigla, Sileno Guedes, para mais um mandato no próximo triênio (2017-2020). No encontro, realizado no Recife Praia Hotel, também foram eleitos os membros do Diretório e Executiva regional para o mesmo triênio, além dos delegados aptos ao congresso nacional do PSB, previsto para outubro. 
Em todos os discursos, o tom foi o mesmo: convocar a militância para a reeleição do governador Paulo Câmara. Uma das ausências percebidas no evento socialista no entanto, foi a do Senador Fernando Bezerra Coelho e do seu filho, Ministro das Minas e Energia, Fernando Filho, ambos (ainda) filiados à legenda.

Imagem: Alexandre Gondim/JC Imagem
Apesar da imprensa nessa segunda feira estar publicando justificativa de que o Ministro não esteve no evento socialista por estar em preparação para a viagem do Presidente Temer à China, a se realizar amanhã terça (29), o Ministro e seu pai, FBC, confirmaram presença no evento de hoje, segunda feira (28) que está sendo realizado em Caruaru, aqui no Agreste e é organizado pelo Ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB).

Imagem: Alexandre Gondim/JC Imagem
Também estão presentes ao evento de hoje, o Senador Armando Monteiro (PTB), que é pré candidato ao governo do Estado;  o Ministro da Defesa, Raul Jungmann (PPS); o ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM); e a Prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), além do ex governador Joaquim Francisco.


O encontro de hoje, que é o lançamento das casas populares do programa ‘Minha casa, minha vida’, tem como pano de fundo, perceptivelmente, a consolidação de uma  grande frente de oposição, com peso político e que desenha uma certeza  de que  que as eleições para o governo de Pernambuco em 2018  não serão nada fáceis para o Governador Paulo Câmara. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário