terça-feira, 22 de agosto de 2017

POR UNANIMIDADE, COLLOR É RÉU NA LAVA JATO

Foto: Carlos Moura/ C.B/ A.Press
O ex-presidente e senador Fernando Collor de Melo se tornou réu na Operação Lava-Jato, acusado de receber mais de R$ 30 milhões em propina envolvendo negócios da BR Distribuidora, uma subsidiária da Petrobras. A denúncia contra ele foi aceita pela da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal. Ele está sendo indiciado por corrupção passiva, lavagem e organização criminosa.

Inicialmente, o pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para tornar o senador réu nos processos da Lava-Jato foi aceito pelo ministro Edson Fachin, relator da operação no Supremo. O voto do ministro relator foi seguido pelos demais integrantes da turma.

A Corte rejeitou outras duas denúncias, por peculato e obstrução de Justiça. Collor teria recebido o montante ntre 2010 e 2014. O dinheiro teria sido usado na compra de carros luxuosos, obras de arte e imóveis, na tentativa de enganar a fiscalização e passar a impressão de que os valores foram recebidos de forma lícita.

Correio Brasiliense 

Nenhum comentário:

Postar um comentário