sábado, 15 de julho de 2017

SPORT PODE TER TITULO DO ESTADUAL 2017 ANULADO PELO TJDP NESTA TERÇA-FEIRA,18

Árbitro confirmou a anulação de um gol do Salgueiro depois de ver o replay no vídeo (Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press)
Último capítulo do polêmico e longo Campeonato Pernambucano de 2017 já tem data para acontecer. O Tribunal de Justiça Desportiva de Pernambuco marcou para a próxima terça-feira (18) o julgamento do pedido de anulação do jogo entre Salgueiro e Sport, feito pelo goleiro do Carcará Luciano por discordar da anulação de um gol marcado pelo seu time quando o placar ainda estava 0 a 0. A Federação Pernambucana de Futebol (FPF-PE) foi orientada a não homologar o resultado de 1 a 1 (que deu o título ao Leão) até o julgamento do caso.

O pedido de anulação do jogo foi realizado na última terça-feira, por intermédio de uma ação do goleiro Luciano, reserva do Salgueiro na partida. O jogador alegou erro de direito do assistente Emerson Augusto de Carvalho ao alegar que a bola fez a curva por fora após a cobrança do escanteio e antes da finalização do atacante Álvaro.

 Decisão do Campeonato Pernambucano é impugnada pelo TJD-PE até julgamento

O Sport e a Federação Pernambucana foram notificados da decisão do TJD-PE na última quinta-feira e tiveram dois dias úteis para apresentar suas manifestações.

Entenda o caso

Sport e Salgueiro fizeram o segundo jogo da final do Campeonato Pernambucano 52 dias depois da primeira partida e o encontro foi recheado de polêmicas. Com o recurso do árbitro de vídeo sendo testado pela CBF, um lance no segundo tempo gerou confusão. O Salgueiro marcou um gol aos 25 minutos do segundo tempo, mas o bandeira Emerson Augusto de Carvalho alegou que a bola fez a curva por fora do campo na batida do escanteio.
Aproveitando o recurso do árbitro de vídeo, o goiano Wilton Pereira Sampaio passou cerca de cinco minutos revendo o lance a acabou validando a marcação do auxiliar.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário