domingo, 9 de julho de 2017

RELATOR CONCLUI PARECER SOBRE DENÚNCIA CONTRA TEMER

Deputado Sergio Zveiter é tido como independente

O relator da denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente na CCJ, Deputado Sergio Zveiter (PMDB), já tomou uma decisão e definiu sua posição ontem à tarde. Depois de três dias dedicado exclusivamente a estudar o caso, agora ele está na fase de revisão e de ajuste dos últimos detalhes. A apresentação do relatório está marcada para segunda-feira.

E, depois de participar do G-20 na Alemanha, o presidente Temer já retornou ao Brasil.
Em plena crise, o Brasil teve três presidentes em menos de quatro horas. O presidente do Senado, Eunício Oliveira, deixou a interinidade depois das duas da tarde, quando o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, aterrissou voltando da Argentina.

O desembarque de Michel Temer, em Brasília, foi no início da noite. E Maia estava lá para devolver o cargo a Temer. Segundo o Palácio do Planalto, a volta antecipada da Alemanha já estava prevista. E o presidente chegou sabendo que as notícias não são favoráveis a ele.

A base aliada, que Temer tanto precisa para barrar a denúncia contra ele na Câmara, está estremecida. O presidente interino do PSDB, Tasso Jereissati, deu a senha para o partido desembarcar do governo, ao afirmar que Rodrigo Maia, do Democratas, tem condições de unir os partidos e garantir estabilidade ao país.

Tasso foi ratificado pelo vice-presidente do Senado, Cássio Cunha Lima, que pede pressa na decisão. Tucanos de São Paulo reagiram. José Aníbal, presidente do Instituto Teutônio Villela, pediu cautela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário