terça-feira, 20 de junho de 2017

TONY RAMOS E FRIBOI ROMPEM CONTRATO DE 5 MILHÕES APÓS CASO DA JBS

Depois de Fátima Bernardes, Tony Ramos rompe contrato com a JBS
Tony Ramos não é mais garoto-propaganda do frigorífico JBS. O ator seguiu os passos de Fátima Bernardes e rompeu o seu contrato com a empresa envolvida em um escândalo de corrupção. O cachê do protagonista da série “Vade Retro” era de aproximadamente R$ 5 milhões. A informação é da colunista Monica Bergamo, do jornal “Folha de S.Paulo”, nesta terça-feira (20).
No dia 20 de março, o ator indicou que poderia romper o contrato com o frigorífico, com quem tinha vínculo há três anos. “Se alguma coisa desabone essa relação, eu tenho direito de interromper o contrato. Eu preciso contratualmente dar esse tempo. Vou dar um tempo legal”, disse na época. Tony lembrou ainda ter recebido pelos anúncios publicitários. “Eu não sou hipócrita, sou um profissional da comunicação. Quantos companheiros já não anunciaram prédios de construtoras que faliram, coitados. Eles não tinham culpa. É uma relação muito delicada essa da propaganda”, contou o marido de Lidiane, com quem está casado há quase 50 anos e para quem se derreteu durante entrevista na TV.
‘Não me escondo’, garantiu o atorLogo depois do escândalo vir à tona – a empresa é uma das 40 investigadas na Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal sob a acusação de vender produtos estragados -, Tony comentou os ataques que sofreu na web. ”Eu não me escondo e nem tenho motivo para isso. Eu entendo perfeitamente que, por ser a ‘cara’ da marca (Friboi), eu acabe envolvido e receba críticas nas redes. Mas eu não tenho nada do que me arrepender. Estou aqui. Podem criticar”, disse o ator que substituiu Roberto Carlos nas campanhas publicitárias da empresa.
Fonte: Purepeople

Nenhum comentário:

Postar um comentário