quinta-feira, 29 de junho de 2017

MINISTÉRIO PÚBLICO DECLARA QUE HOUVE SUPERFATURAMENTO NO FIG 2015

Por meio de um parecer técnico do Ministério Público (MP), divulgado no blog V&C Garanhuns, foi declarado que houve superfaturamento no valor das contratações da banda Capital Inicial e da cantora Ana Carolina, no ano de 2015, para o Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). Vale ressaltar que quando o FIG acabou, naquele ano, os vereadores Sivaldo Albino, Claudio Taveira, Nelma Carvalho e Paulo Leal encaminharam ao Ministério Público cópias de documentos que haviam indícios de que os shows, estavam acima do preço praticado no mercado nacional.

Voltando a 2015 A Banda Capital Inicial se apresentou na última noite do 25º FIG com um valor pago pela Prefeitura de Garanhuns de R$ 230.000,00, mas, de acordo com o parecer do MP, o valor médio praticado naquele ano foi de R$ 182.800,00. Neste caso, a prefeitura pagou, em porcentagem 25,82% a mais, de acordo com a nota do MP.. 

Já a Cantora Ana Carolina recebeu da Prefeitura de Garanhuns por sua apresentação na abertura do evento, o valor de R$ 227.000,00, mas o valor médio nesse caso era de aproximadamente R$ 134.654,75, ou seja, 68,58% acima do valor, ainda segundo o órgão.


Em contato com o governo Municipal de Garanhuns, nos foi informado que o mesmo ainda não foi notificado sobre essa  e assim que isso acontecer, se pronunciará.

Confira abaixo o parecer do Ministério Público:

















Nenhum comentário:

Postar um comentário