quarta-feira, 7 de junho de 2017

CAMPANHA " DEVOLVA MEU SÃO JOÃO " CRESCE E TEM ADESÃO DE ARTISTAS FAMOSOS



Chambinho do Acordeon lidera a campanha " Devolva meu São João
Sanfoneiros e representantes de bandas de forró tradicional estão promovendo a campanha “Devolva meu São João”. A iniciativa foi do músico Nivaldo Expedito de Carvalho, mais conhecido como Chambinho do Acordeon, intérprete do Rei do Baião no filme Gonzaga: De pai pra filho. A ideia surgiu no ano passado, a partir de sua experiência no universo ficcional, enquanto interpretava o personagem Targino dos 120 baixos na novela Velho Chico. O músico da ficção, que saía do sertão para se apresentar em um vilarejo, se deparava com uma situação muito parecida com a enfrentada pelos sanfoneiros na realidade. O Manifesto vem ganhando as redes sociais e cantores como Elba Ramalho e Flávio José estão empenhados no resgate das tradições nordestinas.

A convocatória nas redes sociais, explica, é o início de uma ação que deve contar ainda com veiculação de um manifesto em vídeo e de projeto a nas prefeituras dos principais polos juninos. Entre as frases divulgadas pelos artistas na campanha, estão “Devolvam o nosso São João”, “São João é do Nordeste” e “São João só é grande quando tem forró”.

No manifesto político-cultural, o músicos apontam que a desproporcionalidade entre artistas locais diretamente ligados aos gêneros tradicionais, como o forró pé-de-serra e o baião, e atrações de outros estilos e estados ocorre, principalmente, nos grandes polos do ciclo, como Caruaru, em Pernambuco, e Campina Grande, na Paraíba. 
Alcymar Monteiro em entrevista ao Jornal Diário de Pernambuco,fez referência  à detentora do título de “Maior São João do Mundo”, na Paraíba, que classifica como “palco dos horrores”.Já Elba Ramalho que aderiu a campanha disse que Dominguinhos nunca cantou na festa de Barretos, e nem ela, porque a festa é deles.Ela depois do seu show em Caruaru na abertura dos festejos juninos, criticou a programação de Campina Grande e disse que quando chega esse período de São João, ela quer ir numa festa que tenha forró, e não uma festa que tenha outros ritmos como o sertanejo.

Fonte: Diário de Pernambuco


Nenhum comentário:

Postar um comentário