segunda-feira, 19 de junho de 2017

27 FACULDADES TÊM ATIVIDADES SUSPENSAS PELO MEC

27 faculdades tiveram atividades suspensas pelo Ministério da Educação (MEC) por causa de terceirizações irregulares da oferta de educação superior e procedimentos que levam ao aproveitamento irregular de estudos.

A suspensão aconteceu depois de uma investigação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instalada pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).  As atividades já foram suspensas desde a manhã desta segunda-feira (19), e terão mais 120 dias de punição

As instituições vendiam diplomas, usavam instalações da rede pública de forma ilegal e ofertavam cursos de extensão como se fossem de graduação. As mensalidades cobradas tinham valor abaixo do mercado e ao final dos cursos contavam com instituições de outros Estados e do exterior para emitir diplomas.

A CPI apurou, no início deste ano, a existência de 16 faculdades irregulares em Pernambuco. A determinação do MEC inclui faculdades de diversos estados por irregularidades semelhantes às que foram apuradas na investigação da Alepe.


Confira todo o processo no site do Diário Oficial da União

Nenhum comentário:

Postar um comentário