quarta-feira, 3 de maio de 2017

WESLEY SAFADÃO NÃO LEVA SORTE NOS EVENTOS EM PERNAMBUCO



Globo.com
O cantor cearense Wesley Safadão não tem muita sorte no estado de Pernambuco.Seus shows ou empreendimentos que tenta pelo estado é sempre seguido de muita polêmica e quase sempre vai parar na justiça.Isso já aconteceu em cidades como : Ipojuca, Caruaru, Recife e até em Garanhuns quando esteve num show fraco de público no último dia 28, e que terminou com uma pessoas morta no entorno da esplanada Cultural Mestre Dominguinhos aonde se realizava o show.

Em 2016, um show do Safadão foi parar na justiça com suspeita de superfaturamento.O valor do cachê em Caruaru teria sido de R$ 575 mil, muito acima do que teria sido pago ao artista na cidade de Campina Grande que teria sido de R$ 195 mil.Após ter tido o show embargado, a justiça resolveu liberar e o artista no meio do show desabafou dizendo que ia doar o cachê para uma instituição de caridade da cidade. Ainda em 2016, a prefeitura de Ipojuca,município da região metropolitana do Recife,decidiu acatar a recomendação do Ministério Público de Pernambuco e suspendeu a licença ambiental que havia concedido para a construção da casa de eventos, Arena Porto, em Porto de Galinhas, que tem o Wesley Safadão como um dos sócios.

POLÊMICAS EM RECIFE E GARANHUNS

O ano de 2017 nem bem começou e mais polêmicas para o cantor no estado.Desta vez foram nas cidades de Garanhuns e Olinda no Centro de Convenções, onde um acidente com a rede elétrica deixou 10 pessoas feridas.A principal hipótese é que um balão com propaganda puxou um fio elétrico, que caiu em cima de um bar, provocando choques. Houve tumulto, pessoas foram pisoteadas, e algumas foram parar no hospital. A policia investiga o caso.

Já na cidade de Garanhuns o show foi realizado no último dia 28 de abril.Antes do show houve acusação que a estrutura que seria usada para o show particular era a mesma usada num show público uma semana antes no festival Viva Dominguinhos, realizado pela prefeitura de Garanhuns.Em nota os organizadores informaram que a estrutura era a mesma, mas os custos seriam deles e não da prefeitura.Outra polêmica foi a de que garis da prefeitura foram filmados depois do show varrendo o local onde o evento privado foi realizado caracterizando serviço público atuando no serviço privado sem custos para os organizadores, as imagens virilizaram na internet causando polêmicas, enfim...Pernambuco não é mesmo a praia de Safadão.

Ainda em tempo : Quase 650 artistas atenderam á convocação da Prefeitura de Caruaru para participar dos shows de São João deste ano.A totalidade é do forró tradicional.Wesley Safadão não se inscreveu...

Nenhum comentário:

Postar um comentário