.

.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

UM SOCO DE DIREITA DO GOVERNO, PODE SE TRANSFORMAR EM DIRETAS JÁ

*De Brasília, por Marcelo Jorge

Em meio à turbulência em Brasília, o país já começa a sentir os efeitos nefastos desse novo episódio que, em meados de Maio, abala a república. A economia, que parecia se recuperar do baque anterior, volta a declinar com queda nas ações de companhias brasileiras, como a VALE e outras. O dólar, teve a sua maior alta em 18 anos, em razão do nervosismo pelo cenário político.

Em pronunciamento na quinta (18), o Presidente Temer, que se supunha anunciar sua renúncia, surpreendeu a todos ao colocar sua versão dos fatos de forma a deixar transparecer inocência em um fato que não  foi delação e sim confissão. Fez 'caras e bocas' , como se nada tivesse a ver com essa história. Logo após, disse que não renuncia e ponto.

A partir de uma gravação intencional, Joesley Batista, o delator da JBS, deu o “start” para um novo processo vivido pelo país. O empresário disse que era o maior doador também na campanha do Senador Aécio Neves e que ao final da campanha chegou a  vender um imóvel por R$ 17 mi para uma  pessoa indicada por Aécio e cujo valor seria revertido para o próprio Senador.

A base aliada, que no início parecia sólida, começou a desmoronar e hoje Temer deve sentir o peso do isolamento político, além de arcar com o longo e tortuoso caminho dos processos e os enormes prejuízos que sua atitude certamente lhe trará 

A pesada atmosfera no Distrito Federal já leva às ruas milhares de pessoas que ao final dos seus expedientes batem panelas na porta no palácio do Governo, entoando gritos de guerra e palavras de ordem, independentemente de terem colorações partidárias ou não, já chamam a atenção da imprensa nacional para o grave momento no intuito de quem sabe, levantar o restante da população brasileira para que, de forma pacífica e ordeira, possam também sair às ruas em busca da Democracia Perdida.

Mais uma vez o grito ecoa: DIRETAS JÁ!


*Marcelo Jorge é RadioJornalista, Publicitário, Consultor Político e nessa crise política, correspondente em Brasília para a imprensa de Pernambuco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário