segunda-feira, 22 de maio de 2017

SUSPENSÃO DE INQUÉRITO CONTRA TEMER SÓ OCORRERÁ DEPOIS DE PERÍCIA EM GRAVAÇÃO

Foto: G1
A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia afirmou que o pedido do presidente Michel Temer para suspender o inquérito de que é alvo no Supremo Tribunal Federal só será analisado no plenário da corte após a conclusão de uma perícia na gravação feita pelo empresário Joesley Batista de uma conversa com o presidente.

Em despacho, a ministra acatou pedido do relator da Lava Jato no STF, ministro Edson Fachin, para que seja juntado ao processo a perícia na gravação e também determinou que a análise do pedido de Temer, inicialmente marcada para a quarta-feira (24), seja feita somente após a conclusão da perícia. Na prática, a decisão de Cármen Lúcia significa que a análise sobre a suspensão do inquérito pode não mais ocorrer na quarta.


Sobre o gravador usado pelo empresário para registrar conversa com o presidente Michel Temer, o advogado do empresário Joesley Batista, Francisco Assis, disse que ele está fora do país e chegará nesta terça-feira (23), pela manhã. Assis afirmou que o equipamento será levado diretamente para a Polícia Federal (PF) assim que o material estiver no Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário